Lenda da Iara

Conheça a origem da lenda da sereia iara, resumo, personagem do folclore brasileiro, lenda da região amazônica, características, curiosidades e mais.


Lenda da Iara, também conhecida em varias regiões do Brasil como a Lenda da Mãe d’água, faz parte do folclore brasileiro e de origem indigna, mas precisamente na região norte do Brasil (Amazônia).

A sereia Iara é uma lenda do folclore brasileiro, portanto é muito especial.Iara ou Uiara (do tupi ‘y-îara “aquela que mora na água”) é uma linda sereia que primeiramente vive no Rio Amazonas, mas depois a lenda se espalhou e ela é vista por todo o nosso território brasileiro.

Pescadores de toda parte do Brasil, de água doce ou salgada, contam histórias de moços que cederam aos encantos da bela Iara e terminaram afogados de paixão, ou melhor, até hoje não se sabe o que acontece com quem cede aos encantos dela, pois nunca mais o corpo é encontrado. Alguns autores acreditam que a sereia não matava suas vítimas, mas os conduzia até seus palácios subaquáticos e utilizando de seus poderes mágicos ela fazia com que os homens sobrevivessem embaixo d’água. Outros ainda dizem que vários índios mantiveram um relacionamento amoroso com a sereia, e teriam voltado para contar a história.

Lenda da Iara mãe d’água

Contam os índios da Amazônia, que Iara era uma índia guerreira, a melhor de sua tribo. E por causa disso, atraía a inveja de muitos. E entre os invejosos, estavam seus irmãos, que ainda se enciumavam por seu pai sempre preferir a companhia de Iara e sempre elogiá-la mais do que a eles. Certo dia, os irmãos não mais se aguentaram e tramaram matar Iara.

Porém, a bela índia possuía uma audição bastante apurada e, ao ouvir o plano maléfico dos irmãos, tratou de se defender, era uma habilidosa guerreira, e acabou, por infortuno, matando os irmãos. Desesperada com o que havia cometido e com o desfecho da história, ela resolve fugir e se esconder na mata. Porém seu pai engendra uma perseguição implacável e consegue capturá-la. Como punição, a jogam no rio Solimões. Porém, os peixes se sensibilizam pela beleza de Iara e a salvam, levando-a para a superfície. E, como era noite de lua cheia, ela se transforma numa linda sereia.

Lenda da Iara

A lenda conta que a linda sereia fica nos rios do norte do país, onde costuma viver.

Nas pedras das encostas, costuma atrair os homens com seu belo e irresistível canto.

As vítimas costumam seguir Iara até o fundo dos rios, local de onde nunca mais voltam.

Os poucos que conseguem voltar acabam ficando loucos em função dos encantamentos da sereia.

Neste caso, conta a lenda, somente um ritual realizado por um pajé (chefe religioso indígena, curandeiro) pode livrar o homem do feitiço.

Lenda da Iara para imprimir e colorir

A Lenda da Iara – Resumo

Os índios da Região Amazônica contam que a Iara era uma índia guerreira, de uma beleza exuberante. Todos os seus irmãos tinham inveja dela, já que o pai, o cacique da tribo, a elogiava muito. Um dia, os irmãos resolveram matar Iara, mas ela ouviu o plano e revidou, matando todos os irmãos em sua própria defesa.

Depois disso, Iara fugiu para as matas. O pai, enfurecido, a perseguiu e conseguiu captura-la, aplicando-lhe uma punição: Iara foi jogada no rio Solimões para morrer afogada. No entanto, os peixes a salvaram e, através dos efeitos da lua cheia ela foi transformada numa sereia.

A Lenda da Iara com a Turma do Folclore

https://youtu.be/gDEnVgMcJDA

A história da lenda da sereia Iara para educação infantil

Iara era uma jovem sereia que vivia nas profundezas do mar.

Iara, todos os dias de lua cheia, se transformava em sua forma humana a procura de suas vítimas.

Certo dia Iara estava caminhando próximo à beira do rio, quando ela avista um belo jovem , já com o pensamento que aquele jovem seria sua próxima vítima, como muitas outras.

E assim Iara seduziu o belo moço com seu canto e sua beleza, conseguindo
então, levá-lo para o fundo do mar …

… e fazendo daquele moço sua vítima , Iara continuou sua rotina encantando com o seu canto e sua beleza, a todos que passavam próximo ao riacho.

A lenda da Sereia Iara: Poema escrito pelo poeta Olavo Bilac

“Vive dentro de mim, como num rio,

Uma linda mulher, esquiva e rara,

Num borbulhar de argênteos flocos, Iara

De cabeleira de ouro e corpo frio.

Entre as ninféias a namoro e espio:

E ela, do espelho móbil da onda clara,

Com os verdes olhos úmidos me encara,

E oferece-me o seio alvo e macio.

Precipito-me, no ímpeto de esposo,

Na desesperação da glória suma,

Para a estreitar, louco de orgulho e gozo…

Mas nos meus braços a ilusão se esfuma:

E a mãe-d’água, exalando um ai piedoso,

Desfaz-se em mortas pérolas de espuma.”

Curiosidades:

  • A palavra Iara é de origem indígena. Yara significa “aquela que mora na água”.
  • De acordo com algumas versões da lenda, quando está fora das águas, Iara se transforma numa linda mulher, perdendo seus poderes.
  • A “rainha das águas” como também é conhecida Iara, possui o poder de enfeitiçar os homens que olham diretamente em seus olhos.

Música Infantil da Sereia Iara

https://youtu.be/LQu5pUipxPY

A Iara é tão bonita, quem a vê não acredita
Com seus olhos a brilhar, gosta de se pentear
Com seus olhos a brilhar, gosta de se pentear

Quando se põe a cantar, todos vem pra escutar
E assim começa a festa, com a turma da floresta
E assim começa a festa, com a turma da floresta

A Iara é tão bonita, quem a vê não acredita
Com seus olhos a brilhar, gosta de se pentear
Com seus olhos a brilhar, gosta de se pentear

Quando se põe a cantar, todos vem pra escutar
E assim começa a festa, com a turma da floresta
E assim começa a festa, com a turma da floresta


você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.