; Projeto Cores para Educação Infantil - Projetos Formas e Cores na escola
Educação Infantil, Projetos Educativos

Projeto Cores para Educação Infantil


Confira nesta postagem sugestões de Projeto Cores para Educação Infantil, para trabalhar com alunos das series iniciais (Educação Infantil.

Colorir é uma atividade que envolve as crianças e mesmo aqueles simples rabiscos, como consideram os adultos, feitos por elas ainda bem pequenas, incentivam o desenvolvimento de capacidades essenciais. Expressão, conhecimento das cores, coordenação, aperfeiçoamento das capacidades motoras, concentração, limites e a paciência de fazer a tarefa até o final: tudo isso pode ser observado em uma criança enquanto ela se diverte pintando.

Veja também: Projeto Cores para Ensino Fundamental.

Segundo a pedagoga Márcia Murilo, nesse período que as crianças começam a identificar as cores dos objetos e relacioná-las.

– Eles ficam mais atentos com as cores que estão a sua volta, como por exemplo, observam que o céu é azul, que a grama é verde e que frutas como a maçã são da cor vermelha. Com o lápis de cor, eles repassam esse novo aprendizado para o papel – explica a profissional.

E foi pensando nisso que selecionamos o Projeto Cores para Educação Infantil, confira:

Projeto Cores para Educação Infantil – Cores e Formas

Justificativa:

Dada a importância de propiciar à criança a visualização, exploração, contato e manuseio de diversos objetos que compõem o universo das cores e formas surgiu a necessidade de trabalhar com este tema.

As crianças nessa faixa etária (2 anos) demonstram uma curiosidade infinita por conhecer tudo o que está à sua volta, desse modo trabalharemos as cores e formas mediando o descobrimento do seu mundo.

Objetivos Gerais:

Trabalhar com as cores e formas de modo que as crianças possam identificá-las e nomeá-las, ampliando assim seu vocabulário e seu conhecimento dos objetos e ambientes que as cercam.

Objetivos Específicos:

  • Reproduzir cores e formas.
  • Ampliar vocabulário.
  • Reconhecer existência de formas e cores do mundo.
  • Utilizar diversos materiais plásticos para ampliar suas possibilidades de expressão.
  • Produzir trabalhos de arte, utilizando linguagem do desenho, da pintura, da colagem e da construção.
  • Ampliar o conhecimento do mundo.
  • Desenhar a partir do que foi observado.

Metodologia

  • Organizar as crianças em rodinha de forma que todas possam olhar-se e interagir. Conversar sobre as cores primárias e algumas secundárias e sobre as formas (quadrado, retângulo, círculo e triângulo).
  • Mostrar fotos coloridas, observando a diversidade de cores e ressaltando suas formas. Perguntar a cor preferida de cada um, trabalhando com o lúdico (a cor da roupa da criança, etc.).
  • Realizar experiência com anilina nas cores primárias com água em recipiente transparente para que observem o resultado.
  • Apresentar os Blocos Lógicos e valorizar suas cores primárias. Permitir que manuseiem. Propor as seguintes perguntas para despertar sua observação:
  • Vocês conhecem os Blocos Lógicos? Quais são essas figuras geométricas? Quais suas cores?
  • Ouvir a música arco íris
  • Registrar com guache de cores variado o que mais chamou atenção da criança na música;
  • Folhar revistas e observar o que mais lhes chama a atenção;
  • Confeccionar mural com figuras escolhidas pelas crianças;
  • Levar as crianças a observarem as cores de tinta que temos.
  • Registrar a cor vermelha: pintar com guache o coração.
  • Registrar a cor azul: pintar um céu com buchinha e guache e colar estrelas.
  • Registrar a cor amarela: pintar um girassol com cola colorida.
  • Registrar a cor verde: papel crepom molhado e batido.
  • Deixar as crianças misturarem as cores de tinta a seu critério e observar as cores novas que descobriu;
  • Falar as crianças, sobre o arco íris, se sabem o que é, quem já viu;
  • Conversar com as crianças sobre as cores da natureza e seres vivos (peixes, mar e conchinhas). Registro com areia e guache misturados, colagem  de peixinhos feitos com furador.
  • Organizar um aquário na sala com um peixinho;
  • Escolher um nome para o peixinho;
  • Explicar as crianças quais os cuidados que devemos ter com o peixinho e como proceder;
  • Fazer registro de um peixe com colagem de papel celofane.
  • Dividir a tarefa de cuidar do peixinho com as crianças;
  • Explicar aos pais o objetivo da atividade e solicitar autorização para que a criança leve o peixinho para passar uma noite em sua casa;
  • Realizar um sorteio em sala e colocar em um cartaz, o roteiro do peixinho para que as crianças possam saber quando será sua vez de levar para casa
  • Ouvir a música “Aquarela”. Registrar, usando lápis de cor para aquarela.
  • Espalhar formas geométricas coloridas pela sala de aula e pedir que as crianças as encontrem. Incentivar a dizerem o nome e a cor. Pedir que colem esta figura em uma folha e que a partir dela façam um desenho;
  • Fazer uma casinha com formas geométricas, e pedir que montem, identificando qual é cada forma. Fazer também um prédio e comparar as formas geométricas usadas;
  • Brincar com massinha nas cores do arco íris;
  • Confeccionar um arco íris com as crianças. Registrar o arco íris usando mistura de cores de tinta guache com buchinha.
  • Brincar de jogo dos quatro cantos: desenhar um grande quadrado no chão, e cada um fica num canto, e tem um pego. Quando a professora fala trocou, os colegas tem que trocar de lugar e o pego tem que tentar entrar em um dos cantinhos.
  • Esconder em sala algumas formas geométricas. Mostrar uma forma e a turma deve encontrar a mesma forma mostrada. Colocar formas geométricas nas crianças e pedi-los para achar as mesmas formas;
  • Registro da figura geométrica quadrado: pintar com guache o quadrado apresentado e ao lado desenhar seu próprio quadrado na cor desejada.
  • Registro da figura geométrica triângulo: utilizar um sorvete na casquinha e pedir que coloram apenas o triângulo com giz de cera.
  • Registro da figura geométrica retângulo: a partir do desenho de um caminhão, pedir que coloram apenas a parte retangular.
  • Brincar de bolinhas de sabão e enfatizar o formato. Registrar círculos coloridos;
  • Trabalho de registro: pintar de azul todos os quadrados. A outra forma pinte como quiser.

Recursos:

  • Livros de literatura variados disponíveis na instituição;
  • Giz de cera, tinta guache, tesouras, cola,  chamex,  massinha, lápis de cor, glitter, argila e papéis diferenciados
  • Blocos Pedagógicos
  • Brinquedos de montagem de peças coloridas
  • Jogo de Formas Geométricas
  • Música, Filmes e fotografias

Avaliação

  • Será feita avaliação ao longo do projeto observando o cumprimento de etapas e o crescimento individual e do grupo.

Não deixe de conferir também algumas ideias para trabalhar cores e coordenação motora.

Projeto Cores para Educação Infantil - Projetos Formas e Cores

Projeto Cores para Educação Infantil – Descobrindo as Cores

Confira a seguir outra sugestão de Projeto cores para Educação Infantil – Alunos do Maternal II (2)

JUSTIFICATIVA:

As cores estão presentes em tudo o que nos cerca, São elas um dos conceitos básicos e pré requisitos que necessitamos desenvolver nas crianças.

OBJETIVOS:

  • Identificar cores;
  • Nomear cores no ambiente, sala de aula, parque e roupas;
  • Selecionar objetos, classificando as cores;
  • Relacionar as cores primárias com os objetos da sala de aula, roupas e objetos pessoais dos alunos;
  • Reconhecer a existência de cores no mundo;
  • Reconhecer a importância das cores;
  • Demonstrar a utilização das cores, nas revista, fotos, livros de histórias, obras de artes e tudo que nos cerca;
  • Desenvolver o raciocínio lógico, a expressão oral e corporal, a coordenação motora, a percepção visual e auditiva da criança;
  • Ampliar o conhecimento de mundo;
  • Produzir trabalhos de arte, utilizando linguagem do desenho, da pintura, da colagem e da construção.

DESENVOLVIMENTO:

  • Organizar as crianças em rodinha de forma que todas possam olhar-se e interagir para observar e falar sobre as cores das roupas de cada um e os objetos da sala de aula;
  • Realizar um passeio pela escola, para observam as cores do prédio, dos brinquedos do parque e tudo o que cerca a escola;
  • Conversar sobre as cores primárias e algumas secundárias.
  • Mostrar fotos coloridas, observando a diversidade de cores . Perguntar a cor preferida de cada um, trabalhando com o lúdico(a cor da roupa da criança, etc.);
  • Realizar experiência com anilina nas cores primárias com água em recipiente transparente para que observem o resultado;
  • Proporcionar a experiência da mistura das cores com canudos;
  • Ouvir a música arco íris (Xuxa), acompanhando o ritmo com o material da bandinha;
  • Registrar com guache de cores variadas o que mais chamou atenção da criança na música;
  • Ouvir música sobre as cores cd da Xuxa, só para baixinhos II;
  • Folhear revistas e observar o que mais lhes chama a atenção;
  • Confeccionar um mural com figuras escolhidas pelas crianças;
  • Levar as crianças a observarem as cores de tinta que temos;
  • Brincar com jogo dominó das cores e jogos de madeira que trabalha cores;
  • Manusear blocos lógicos;
  • Registrar a cor vermelha: desenhar e pintar com guache o coração;
  • Registrar a cor azul: desenhar e pintar um céu com buchinha e guache e colar estrelas;
  • Registrar a cor amarela: desenhar e pintar um girassol com cola colorida;
  • Registrar a cor verde: papel crepom molhado e batido;
  • Deixar as crianças misturarem as cores de tinta a seu critério e observar as cores novas que descobriu;
  • Falar as crianças, sobre o arco íris, se sabem o que é, quem já viu;
  • Assistir o vídeo da Kika, de onde vem o arco-íris;
  • Brincar com massinha nas cores do arco íris;
  • Realizar experiências cientificas para ver o arco-íris;
  • Confeccionar um arco íris com as crianças. Registrar o arco íris usando mistura de cores de tinta guache com buchinha;
  • Conversar com as crianças sobre as cores da natureza e seres vivos (peixes, mar e conchinhas);
  • Ouvir a música “Aquarela”. Registrar, confeccionando um livro, colocando uma frase em cada página para as crianças ilustrarem;
  • Realizar pintura com giz molhado;
  • Realizar pintura com giz de cera branco, descobrindo o que desenho utilizando tinta guache;
  • Realizar pintura com guache e barbante;
  • Realizar pintura sobre moedas;
  • Realizar pintura com a lixa e sobre a lixa;
  • Realizar pintura com as mãos e os dedos;
  • Utilizar cotonetes e tinta guache para desenhar e pintar;
  • Fazer experiências com gelatinas;
  • Fazer desenhos com carvão vegetal;
  • Realizar técnica de respingar tinta sobre o papel sulfite, dobrá-lo ao meio e tentar identificar o desenho que surgiu;
  • Realizar a leitura do poema as borboletas e fazer a ilustração.

MATERIAIS:

  • Anilina;
  • Tinta guache;
  • Cola branca;
  • Cola colorida;
  • Barbante;
  • Moeda;
  • Canudinho;
  • Lixa de parede;
  • Massa de modelar;
  • Sulfite;
  • Gelatina;
  • Revistas;
  • Imagens;
  • CD;
  • Vídeo;
  • Bandinha;
  • Cartolina;
  • Buchinha;
  • Papel crepon;
  • Giz de lousa;
  • Cotonete;
  • Carvão vegetal.

AVALIAÇÃO:

  • Participação dos alunos.
  • Realização das atividades.

PRODUTO FINAL:

  • Exposição das atividades realizadas.

Projeto Cores para Educação Infantil – Descobrindo as Cores em PDF

Para facilitar para vocês leitores do Educação e Transformação, resolvemos disponibilizar o projeto cores para educação infantil mostrado acima em PDF. Para ter acesso confira o link a seguir e baixe:


Jogos, Atividades e Recursos complementares:

1. Onde está a cor?

É um jogo muito simples em que você precisa apenas dizer à criança uma cor ou deixá-lo escolher uma e pedir-lhe que procure um objeto dessa cor. Depois de encontrar um objeto, você pode encorajá-lo a procurar um novo ou pedir-lhe o nome do objeto. Não só é uma maneira para o pequeno aprender as cores, mas também expandir seu vocabulário e sua capacidade de relacionar objetos com seu nome. Uma variante consiste em colocar a criança na frente de vários objetos de cores diferentes e pedir-lhe para mostrar o objeto da cor que você indica.

2. Conector de cor

Com este jogo a criança irá memorizar não somente cores, mas também ser capaz de se relacionar com as cores do seu ambiente. Basicamente, é mostrar diferentes imagens que você tem em casa, seja de crianças ‘s livros ou recortes de revistas, e pedir-lhes para listar as cores de cada imagem com as cores dos seus brinquedos ou com objetos que estão dentro do seu ao redor. Você pode pedir-lhe para identificar vários objetos da mesma cor ou mudança de cor depois de ter encontrado um objeto que tom.

3. O dia da cor!

E, de repente, uma manhã você decide desenhar o dia de uma cor? É um jogo muito divertido: escolha uma cor para cada dia e tente fazer todas as atividades do dia relacionadas a essa cor. Por exemplo, se você escolher o vermelho, pode vestir a criança com uma veste vermelha, colocar a cama com uma folha vermelha e preparar uma salada de tomate ou um monte de macarrão para comer em bolonhesa. É uma maneira divertida e fácil de ensinar suas crianças as cores enquanto se divertem juntas.

Saiba mais em: 5 jogos divertidos para ensinar cores para crianças.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *