Terceira lei de Newton: ação e reação


Neste artigo, vamos descobrir como funciona a terceira lei de Newton.

A mecânica clássica teve como seu criador o talentoso físico e matemático Isaac Newton. Suas experiências foram determinantes.

Seus estudos revelaram como funciona a trajetória e dinâmica do movimentos dos corpos aqui na terra e outras leis da física ainda desconhecidas na época.

Como tudo começou

Isaac Newton criou três lei da física chamadas Lei da Inércia, Princípio fundamental da dinâmica e a Lei da ação e Reação.

As leis de Newton são capazes de prever a trajetória de um asteróide no espaço e até o surgimento das marés.

Foi um dos mais importantes estudos que explicou através da matemática, fenômenos da natureza.

Para entendermos a terceira lei de Newton, precisamos antes explanar alguns conceitos:

As marés

Segundo Isaac Newton as marés são atraídas pelo su e pela lua. Este poder de atração acontece porque a terra é um corpo muito extenso.

E o campo de gravidade que o sol e a lua produzem não é uniforme em todos os pontos do planeta. Pois alguns corpos são mais distantes e outros mais próximos do sol e da lua.

Essa força gravitacional atua na terra com intensidades diferentes. A massa de água mais próximas dos dois astros sofrem mais aceleração e intensidade que as que estão mais afastadas. Esta movimentação é chamada de maré.

As leis de Newton

A mudança de movimentação dos corpos é chamada de força ou grandeza vetorial, que mais tarde foi batizada somente como N (de Newton).

 Isaac Newton

1ª lei de Newton – Lei da Inércia

Esta lei demonstra que ao menos que haja uma força atuando sofre algum corpo, força não nula, ele se mantém em repouso ou se move em velocidade constante em uma linha reta.

Um bom exemplo disso é do motorista dirigindo seu carro. Quando ele pisa no acelerador. Ele sente a sensação de compressão, como se estivesse sendo puxado para trás.

Isto é, a inércia em que seu corpo deve permanecer parado ou em velocidade constante com o movimento do veículo.

E quando maior for a massa, a inércia será maior. E para mover um corpo, é preciso de mais força.

2ª lei de Newton – Princípio fundamental da dinâmica

Também conhecida como Lei da superposição de forças, esta lei mostra que a aceleração que é produzida sobre um corpo, é proporcional a força aplicada sobre ele e inversa de maneira proporcional à sua massa.

A força aplicada ao corpo, vai produzir uma aceleração de mesmo sentido e direção da força resultante que é inversamente proporcional a massa onde a força está sendo aplicada.

Newton também apresentou uma outra grandeza física em razão desta 2ª lei: o impulso.

A força resultante aplicada em um certo tempo ( um intervalo), vai produzir uma mudança em sua quantidade do movimento que é igual ao impulso que este corpo produz.

3ª lei de Newton – Lei da ação e reação

A terceira lei de Newton diz que a força surge aos pares.

Ao exercermos força em um corpo, é recebido deste corpo uma mesma força, intensidade e na mesma direção mas, em sentido oposto.

A terceira lei de Newton nos faz entender que para o surgimento de uma força, é preciso que dois corpos interajam resultando em forças de ação e reação.

É comprovadamente impossível um mesmo corpo produzir força de ação e reação ao mesmo tempo.

A terceira lei de Newton também mostra que se exercermos uma força para baixo, vamos receber uma força de reação para cima.

Digamos que você esteja de patins e empurrando um carrinho cheio de compras. A tendência é você ser empurrado para trás pela fraca intensidade de atrito entre as rodas do patins e o chão.

Outro exemplo de terceira lei de Newton é quando alguém leva uma bolada no rosto. A ação exercida seria a força da bola sobre o rosto do indivíduo e a reação do rosto sobre a bola.

Mesmo sendo involuntária estas ações serão de mesmo valor e intensidade mas, em sentidos opostos.

Par Ação-Reação

Lançamento de foguetes

A terceira lei de Newton explica que quando acontece a queima do combustível do foguete, uma grande energia é liberada. Esta ação faz uma enorme força contra o chão, o que faz o foguete ser impulsionado para cima.

O peso e a força normal

Ao deixar um corpo em uma superfície, a superfície responde a essa permanência do corpo com um a força vertical para cima com o propósito de suportar o peso deste corpo.

A força normal não é considerada uma resposta a força peso. A terceira lei de Newton mostra que é preciso dois corpos para ter o movimento de ação e reação. Enquanto que em um corpo acontece somente peso e força normal.

A terceira lei de Newton atua quando um jogador de futebol recebe uma bolada na cabeça. Ele muda a trajetória da bola, exercendo uma força sobre ela.

E a bola também faz força sobre a cabeça do jogar, pois ele sente o impacto da bola. Outro exemplo de terceira lei de Newton está em ação quando sentamos em uma cadeira.

Quando sentamos é exercida uma força sobre nós e a cadeira também exerce uma força tanto que não atravessamos a cadeira e caímos no chão. Pois a cadeira nos segura.

A terceira lei de Newton nos mostra que nosso planeta exerce atração em todos os corpos que permanecem em sua superfície ( ou próximos à ela). Estes corpos atraem a terra para si mesmos com intensidade identica mais em sentidos opostos.

Com as forças aplicadas em corpos diferentes, suas reações também causarão efeitos diferentes. Atraímos a terra para nós, mas caímos quando tropeçamos e nisto, não é a terra que vai ao nosso encontro.

Na terceira lei de Newton, a força de reação ou reação normal de apoio é uma das mais importantes. Ela é a força exercida quando um corpo está apoiado em outro. No caso da cadeira, existe uma força peso que nos puxa para o piso.

Terceira lei de Newton em VÍDEO:

Também recomendamos: Associação de resistores.


você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.