Atividades para Berçário

Diversas sugestões lúdicas para estimular o desenvolvimento infantil.


Selecionamos nesta postagem diversas brincadeiras, dinâmicas e Atividades para Berçário 1 e 2 prontas pára trabalhar com seus alunos em sala de aula.

São diversas sugestões para estimular o desenvolvimento motor da criança com atividades apropriadas a cada idade.

Incentivar o desenvolvimento psicomotor, social e afetivo é fundamental para o desenvolvimento global das crianças

Atividade para Berçário – A música dos nomes

Atividade para Berçário - A música dos nomes
  • IDADE: A partir de 4 meses. TEMPO: 30 minutos.
  • ESPAÇO: Sala de atividades, pátio ou jardim.

OBJETIVOS: Reconhecer o próprio nome e reforçar o vínculo com o educador. Escolha uma música na qual você possa incluir o nome das crianças. Alguns exemplos: “Se Eu Fosse um Peixinho”, “A Canoa Virou”, “Ciranda, Cirandinha” e “Fui ao Itororó”. Reúna a turma em um local agradável e cante. Os bebês também podem participar, já que a intenção é fazer com que se familiarizem com os nomes. Aos que já andam, sugira uma roda, que vai se formando com aqueles que ouvem o próprio nome.

Veja também: Atividades para Alfabetização.

Atividade para Berçário – Arte com mingau

  • TEMPO: 30 minutos.
  • ESPAÇO: Sala de atividades ou pátio.
  • MATERIAL:  Maisena,  corante alimentar e água.
  • OBJETIVO: Interagir com o espaço.

PREPARAÇÃO: Em uma panela, dissolva uma colher de sopa de maisena para cada copo de água. A quantidade é de acordo com o número de crianças ou o tamanho do espaço onde a atividade será realizada. Coloque pitada de corante até a mistura ficar com a cor que você deseja. Leve-a ao fogo e mexa até que se transforme em um mingau. Deixe esfriar. Avise os pais para mandarem roupas velhas no dia da brincadeira. Espalhe a mistura no chão da sala onde as crianças vão brincar. Deixe-as andar, engatinhar e rolar sobre o mingau, interagindo com o espaço. Atenção para que todos se divirtam e ninguém se machuque. Incentive as várias possibilidades de movimento.

Caixa Sensorial para trabalhar no berçário

Caixa Sensorial para trabalhar no berçário

Os benefícios da caixa sensorial para a criança:

  • Estimula a concentração;
  • Desenvolve a coordenação motora fina através da manipulação dos objetos;
  • Ajuda a construir competências linguísticas, através do aprendizado de novas palavras;
  • Promove a consciência espacial, raciocínio matemático e exploração científica e instiga a curiosidade natural;
  • Auxilia no desenvolvimento de mecanismos mentais para solução de problemas.

Apesar de tantos benefícios a caixa sensorial é, na verdade, algo realmente muito simples. Trata-se de uma caixa (em geral plástica) com uma forração (um fundo, que pode ser feito, por exemplo, com feijão, arroz, erva mate, macarrão, água, gelatina, etc) e objetos interessantes (com visual e textura atraentes) e, normalmente, apresentados e organizados a partir de um tema.

Assim, o primeiro passo para criar sua caixa sensorial é escolher um tema. Depois, basta montá-la criando um fundo e inserindo os objetos temáticos.
É importante apresentar a caixa e cada objeto para a criança e deixá-la explorar os sentidos com essa divertida atividade.

Tenha cuidado ao escolher os itens que vão compor a caixa, lembrando que as crianças pequenas têm a tendência de levar os objetos à boca, razão pela qual é recomendável evitar objetos muito pequenos e supervisionar muito atentamente a brincadeira.

Inspire-se com os exemplos a seguir, use sua criatividade e monte caixas sensoriais com os mais diversos temas!

Caixa sensorial Montessori
Caixa sensorial Montessori

Atividades para berçário – A hora da colheita

  • TEMPO: Uma hora.
  • ESPAÇO: Sala de atividades.
  • MATERIAL: Cartolina ou papel cartão, argila, tinta, dado com um lado de cada cor, miniatura de um passarinho (de plástico ou origami) e vasilhas ou cestinhos coloridos.

OBJETIVOS: Integrar-se ao grupo e colaborar com os colegas. PREPARAÇÃO: Cole uma gravura ou desenhe uma árvore cheia de galhos do tamanho de uma cartolina para servir de tabuleiro. Faça frutinhas de argila, deixe secar e pinte-as com as mesmas cores do dado que será usado no jogo. Em uma das faces dele, desenhe um passarinho. Confeccione também cestinhas de origami ou arrume vasilhas com as mesmas cores do dado e providencie um brinquedo em forma de passarinho. Coloque o tabuleiro sobre uma mesa e espalhe as frutinhas pelos galhos. O passarinho deve ficar solto. Em volta do tabuleiro, espalhe as cestinhas coloridas. Jogo para quatro crianças. Uma criança por vez lança o dado, retira da árvore a fruta da mesma cor indicada pelo dado e coloca-a na cestinha, também da mesma tonalidade. Se o dado cair com a face que traz o passarinho, é ele quem fica com a fruta. O objetivo é colher todas antes que o passarinho as coma.

Também recomendamos: Desenhos da Cuca para colorir.

Brincadeiras e Atividades para Berçário

Confira diversas sugestões de brincadeiras lúdicas para trabalhar no berçário.

Luva com sininhos:

  • Adquira uma luva de malha ou lã e pregue em cada dedo pequenos sinos.
  • Se preferir enfeite cada dedo com uma carinha que poderá ser pintada ou bordada. Se quiser aplique pedacinhos de lã para imitar cabelos.
  • Com essa luva você pode iniciar as aulas saudando as crianças como se cada dedo tivesse um nome ou para outras brincadeiras de saudação à turma. Você pode também colar outros materiais nas bordas da luva: arroz, castanhas, etc.
  • Existem músicas infantis que expressam o movimento com as mãos. Por exemplo: “Os dedinhos” (cantora Eliana)

Locais para aventuras com bebês:

  • São muitos os meios de se proporcionar aventuras para bebês que estão engatinhando.
  • Por exemplo: túnel para bebês- feito com papelões grandes, diferentes bolas e almofadas, boias, animais de plástico para soprar, “João Bobo”, balões de ar, colchas, etc.
  • Na primeira vez deixe as próprias crianças experimentarem as possibilidades de brincar com os materiais ao seu dispor.
  • Quando elas não souberem o que fazer, mostre-as antes como podem brincar.
  • Engatinhar dentro do túnel, brincar com os balões, construir torres com os travesseiros e almofadas, etc.
  • No início esse material todo é naturalmente excessivo. Talvez seja melhor começar apenas com os papelões por no máximo 1 hora e no próximo instante com os balões, etc.

Piscinas para bebês:

  • Para cada grupo de crianças é bom que se tenha aproximadamente duas piscinas de borracha ou plástico.
  • Você pode enchê-las com balões, jornais (você vai ver que logos elas irão rasgá-los entusiasmadamente).
  • O algodão presta-se também para encher a piscina.
  • Folhas de papel manteiga fazem também ruídos maravilhosos quando são amarrotados.
  • Outros materiais podem enchê-las: folhas secas, palha, etc.

Atividades e Estímulos para Berçário

Sugestões de atividades e estímulos para o berçário:

  • “O adulto precisa apresentar o mundo”
  • Chocalho com garrafa pet, copo de iogurte, yakut…
  • Saquinhos de cheiro feito com tnt algodão e vários aromas.
  • Bolinhas de cheirinho feito com meia calça
  • Caixa surpresa, encapada e com um buraco para caber a mãozinha do bebê.
  • Tampas de Nescau com figuras.
  • Cds com figuras, furado e usado como móbile.
  • Abrir uma caixa de papelão e fazer uma casa, ou um carro.
  • Janelinhas das sensações.
  • Cd com cantigas com voz de criança, músicas clássicas.
  • Sagu com Anelina dentro de pet, pode usar também Glitter, lantejoula…
  • Varal das sensações.
  • Cestos dos tesouros.
  • Pendulo com bola e elástico colado no teto.
  • Soprar ( canudo grosso), fazer bolhas ensinar a criança a respirar pelo nariz( variar com gelatina colorida).
Atividades para Berçário

Dinâmicas, brincadeiras e Atividades para Berçário

Esconde-Esconde (para bebês) – Esta brincadeira pode ser trabalhada a partir de 6 meses.

  • Cadê o ursinho? Ele sumiu, mas não é para sempre.
  • O QUE DESENVOLVE: Noção de que as pessoas e os objetos continuam existindo mesmo quando saem do campo de visão.
  • COMO BRINCAR: Se esconda atrás de uma porta ou de algum objeto grande e chame o bebê, fazendo com que ele procure você. Apareça novamente. Cubra a sua cabeça com um pano e chame a criança pelo nome. Depois de alguns segundos, retire o pano. Esconda um objeto que o bebê goste, como um ursinho, e pergunte: “Cadê o ursinho? Onde ele está?” Incentive a criança a procurá-lo. Depois, mostre o objeto. Essa atividade ajuda a criança a compreender a ausência dos pais quando eles saem, por exemplo, para trabalhar.

Encaixes (para bebês) – A partir de 6 meses.

Uma caixa dentro da outra e o bebê aprende o que é grande, pequeno, leve e pesado.

  • O QUE DESENVOLVE: Noção de tamanho e de peso.
  • BRINQUEDO: Caixas de papelão e potes plásticos de vários tamanhos e formatos.
  • COMO BRINCAR: Coloque um pote dentro do outro, mostrando que o menor cabe dentro do maior. Vire os potinhos de ponta-cabeça e coloque um sobre o outro até formar uma torre. Deixe a criança brincar à vontade com os potes e colocar as mãozinhas dentro deles. Quando ela pegar um pote sozinha ou dois deles (um dentro do outro), vai perceber a diferença de peso.
  • Você pode fazer: Monte cubos de diferentes tamanhos com caixas de leite. Recorte o papelão e emende as laterais com fita crepe. Depois, pinte.

As cores – Trabalhar a partir de 3 meses.

Blocos de espuma azuis e vermelhos… Um em cima do outro e, de repente, todos no chão!

  • O QUE DESENVOLVE: Coordenação motora e a visão, que começa a ficar mais nítida a partir do terceiro mês.
  • BRINQUEDO: Blocos coloridos de espuma.
  • COMO BRINCAR: Movimente os blocos, coloque uns sobre os outros.
    Deixe a criança segurá-los e derrubá-los.
  • ESTE VOCÊ FAZ: Corte o fundo de duas garrafas PET transparentes e coloque papel crepom picado, de diferentes cores e tamanhos, dentro desses recipientes.
  • Junte um ao outro com fita adesiva. Também é possível usar água, óleo e purpurina. Utilize vasilhames de diferentes tamanhos para que o bebê perceba que sua mão envolve o objeto de várias maneiras.

_____

Outras sugestões de Atividades para berçário

Outras sugestões de Atividades para berçário
  • Manusear livros de histórias ( pano ou de plástico).
  • Manusear revista e revistas infantis
  • Histórias à vista das gravuras do livro ( histórias pequenas).
  • Histórias contadas pelo educador com o apoio de fantoches.
  • Fazer o reconto das histórias lidas ( professor)
  • Apresentar papéis de diferentes texturas para a criança amassar, rasgar, embolar.
  • Colocar nome no escaninho pessoal, o nome do aluno e mostrar-lhe
  • Oferecer canetas, lápis colorido, giz de cera e deixa-la rabiscar livremente.
  • Cantar ou recitar parlendas, poesias, músicas ou quadras, dando estímulos para que a criança antecipe ações. EX.: parabéns pra você. Espera-se que a criança bata palmas logo que comece a canção.
  • Solicitar à criança que antecipe gestos e ações as atividades de rotina do dia. EX.: Apanhar a lancheira na hora da merenda.
  • Ajudar o aluno a identificar objetos e figuras de pessoas conhecidas.
  • Trabalhar diariamente os combinados com o apoio dos fantoches.
  • Registrar a rotina no quadro.
  • Oferecer encartes ou cartão com rótulos de produtos diversos para que a criança identifique.
  • Brincar de empilhar caixas vazias de embalagens diversas.
  • Recitar parlendas, quadras ou poemas nos deslocamentos feitos na escola.
  • Imitar sons e gestos sugeridos por um modelo.
  • Soltar objetos dentro de uma caixa.
  • Soltar e pegar no ar sem deixar cair pena, algodão, papel picado.
  • Empurrar caixas de vários tamanhos com os pés.
  • Enfileirar blocos, embalagens, caixas, etc.
  • Saltar pequenos obstáculos.
  • Bater bola no chão e agarrar em seguida.
  • Encaixar blocos

Confira alguns Moldes letra a.

Atividades para Berçário (0 a 2 anos)

Excelente Atividades para Berçário (0 a 2 anos) com o objetivo de desenvolver harmonicamente os aspectos físicos, psíquico sociais do bebê, respeitando  sua maturidade emocional. Desenvolver a psicomotricidade da criança através do corpo e do movimento.

ATIVIDADES:

  • Estimulação tátil (acariciando o bebê sempre que possível e conversas diárias).
  • Estimulação visual, através de objetos coloridos, que permitam o manuseio com as mãos e a
  • Estimulação de movimentos como se arrastar, engatinhar para buscar um objeto.
  • Incentivar também o andar, segurando-o com as mãos.
  • Estimulação verbal conversando com a criança todo o tempo, brincando e sorrindo.
  • Introdução de alimentos com a paciência do professor, pois a adaptação nem sempre é fácil.
  • Trocas de roupas e fraldas contínuas, sempre que for necessário.
  • Banhos agradáveis, acompanhados de conversas e músicas.
  • Músicas gestuais e cantigas de roda (sentados).
  • Exercícios com bolas e brinquedos de encaixe, quando a criança apresentar maturidade.
  • Incentivo à
  • Imposição de limites, dizendo não, toda vez que a criança colocar em perigo si mesmo, os colegas, tias e o ambiente

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.