Datas Comemorativas

Dia do Circo


O Dia do Circo poucos sabem quando é exatamente. Aqueles que sabem o dia, talvez não conheçam a sua história e o motivo da escolha dessa data em específico.

Seja o que for, é uma data bem interessante e deve ser lembrada com carinho e muita alegria. Afinal de contas os circos fazem parte da nossa infância.

Normalmente, quando somos crianças, nossos pais nos levam para ver esse tipo de atração, e o Dia do Circo também tem seu papel protagonizante, certo?

É claro que é um entretenimento único e extremamente feliz. No Dia do Circo, o desejo é tentar retomar toda essa lembrança boa que um circo pode nos trazer.

Pois, certamente você já foi ou viu algum circo por aí e é claro que sabe do que estamos falando sobre essa questão de sentimentos e sensações que o entretenimento circense pode nos proporciona.



Sendo assim, se você quer conhecer mais sobre o Dia do Circo, seja qual for seu objetivo, acadêmico ou apenas por curiosidade, te chamo para vir conosco e adentrar nesse universo.

Aqui iremos tratar um pouco sobre cada assunto relacionado ao mundo circense para que você fique bem informado e cada vez mais goste dessa data tão simbólica e nostálgica para muitas pessoas.

Dia do Circo –  27 de março

Dia do Circo

A data escolhida para comemorar o Dia do Circo foi a data do dia 27 do mês de março.

Existe uma boa razão para ser essa data e não outra qualquer. No dia 27 nasceu uma grande estrela do circo aqui no Brasil.

Seu nome de batismo era Abelardo Pinto, porém, ficou conhecido por muitos como o palhaço “Piolin”.

Sua trajetória iniciou-se cedo, ou seja, como muitos devem ter imaginado, Piolin foi criado dentro de um circo, logo, começou a participar de espetáculos muito pequeno.

De início, ele fazia parte de diferentes apresentações. Seus pais também circenses ajudaram o começo da carreira de Piolin.

Conforme foi se aperfeiçoando em sua arte e investindo em seu lado cômico, Piolin conseguiu se tornar um dos palhaços mais reconhecidos.

O seu reconhecimento foi tão grande que pessoas do estrangeiro começaram a notar seu grandioso trabalho.

Além disso, ele foi um dos únicos circenses a ser convidado para fazer parte da Semana da Arte, ao lado de importantes artistas, como Tarsila do Amaral, por exemplo.

Até mesmo o presidente Washington Luís gostava de acompanhar suas apresentações.

Abelardo Pinto conquistou a todos com suas performances envolventes.

Foi um artista circense completo. Engraçado, ginasta, criativo e também equilibrista.

O Dia do Circo além de nos fazer lembrar dos tempos de criança, é uma maneira singela de homenagear esse fantástico artista brasileiro!

Surgimento do Circo

Dia do Circo

Há muitas coisas que não tem uma data específica para dizermos quando foi criada.

Especialmente quando estamos falando de uma arte que foi criada há tantos anos, a qual não possui registros.

Assim acontece com o circo. Podemos afirmar que é uma prática de muitos anos atrás, mas dizer com precisão quando foi criada, não temos como fazer.

Mas, ao que tudo indica, o circo teve início com algumas práticas na China. Essa aposta foi feita, pois a maioria das documentações por meio de imagens encontradas apontam para a China.

Essas imagens mostram pessoas em posições de acrobacia, contorcionismo e até mesmo equilibrando objetos.

As imagens encontradas possuem cerca de 5.000 anos. De acordo com a história, os guerreiros faziam os movimentos para se preparar. Mas depois de um tempo acrescentaram mais graça!

Porém, existem outros locais onde encontramos essas performances registradas através de pinturas. Por exemplo, na Índia, no Egito e também na Grécia, durante as olimpíadas.

Apesar do Dia do Circo não ter uma data exata de começo, sabemos que ela não tem também data para término.

Os palcos dos circenses

Dia do Circo

Contudo, apesar dessas formas de apresentações únicas e originais que encontramos nos circos não possuírem algum registro de início.

Podemos dizer que o circo como conhecemos hoje, cheio de apresentações e com uma lona, teve seu modelo iniciado em Londres e copiado por vários países.

A inauguração do primeiro modelo de circo ocorreu em 1770, foi feito no Astley’s Amphitheatre, criado pelo oficial Philip Astley.

Nesse anfiteatro havia um picadeiro, onde as arquibancadas eram bem próximas dos artistas. No centro do show, foram feitas apresentações da Cavalaria Britânica.

Nela apareceram alguns cavalos e o próprio dono, Astley, realizou algumas apresentações bem cômicas.

No começo, Astley só fazia apresentações militares. Porém, com o tempo percebeu necessidade de incluir outras atrações, por exemplo suas performances cômicas.

De acordo com o que a história traz sobre o princípio do Dia do Circo, após a implantação de outros eventos dentro do picadeiro, houve maior aceitação do público.

Consequentemente suas apresentações começaram a crescer e atrair mais a atenção dos ingleses. Pois era algo novo, diferente e extremamente divertido para se fazer.  

Dia do Circo no Brasil

Dia do Circo

Apesar de você saber o motivo do Dia do Circo ser naquela data específica, é importante saber qual foi sua trajetória até chegar no país.

Como a formação do país tem ligação com a Europa, não podia ser de outra maneira que o circo chegou até nós.

No século 18, havia muitos ciganos sendo perseguidos no continente europeu.

Algumas dessas famílias de ciganos acaba vindo morar no Brasil. Porém, sua vinda trouxe muito mais cultura ao país.

Isto por que, as famílias ciganas começaram a peregrinar por todo o país e para ter algo faziam apresentações em tendas na frente das igrejas.

Normalmente ocorriam em frente as festas religiosas e havia diversas performances. Com cavalos e até apresentações de ilusionismo.

Conforme o tempo passou, esses eventos ciganos começaram a ter público e ganhar os olhares dos demais artistas.

Logo foram crescendo novos espetáculos circenses pelo Brasil Por volta do século XIX já haviam alguns espetáculos ocorrendo pelo país.

Também com o tempo as apresentações foram aperfeiçoadas, buscando atender aos gostos do público.

O que mais chamava a atenção era a apresentação dos palhaços. Eram os astros de todos os picadeiros. Afinal faziam milhões de peripécias.

Saiba mais:

Números Circenses Contemporâneos

Dia do Circo

Muita coisa mudou desde que o Dia do Circo nasceu. Isto se deve ao fato dos artistas terem de acompanhar as frequentes mudanças de comportamentos das pessoas.

Afinal, o que divertia há alguns anos atrás, talvez não seja a mesma coisa para atualidade.

Seja como for, existem diversos números circenses que encantam o público e podem ser vistos como algo moderno, já que a cada ano que passam acrescentam novas dificuldades a essas performances.

Caso não saiba quais os números mais conhecidos e utilizados hoje, vamos apontar alguns deles nesta lista:

  • Perna de pau;
  • Palhaço;
  • Mão a mão;
  • Malabarista;
  • Mágico;
  • Contorcionista;
  • Acrobacias aéreas e térreas;
  • Pirâmide humana;
  • Tecido aéreo;
  • Pirofagia;
  • Equilibristas;

Entre outras possibilidades de números extremamente criativos, sendo que alguns deles conseguem até mesmo desafiar a força humana.

Alguns números é preciso concentração e dedicação, para que sejam feitos de forma graciosa e com o mínimo de erros possível.

Para aqueles que gostariam de estudar mais sobre essa área, existem cursos que ensinam os números que foram citados acima. Você pode aprender qualquer um deles.

Com certeza você não achava que o Dia do Circo tinha tanto a aprender e a te ensinar não é mesmo?


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *