Atividades de Português, Atividades Educativas, Datas Comemorativas, Interpretação de Texto

Atividades de Interpretação de Texto folclore


Selecionamos nesta postagem diversas Atividades de Interpretação de Texto folclore, prontas para imprimir e trabalhar com alunos das series iniciais em sala de aula ou como tarefa para casa.

Dia do Folclore Brasileiro é comemorado em 22 de agosto. A data foi criada com o intuito de alertar para a importância e valorização das manifestações folclóricas no país.

Lembre-se que folclore é o conjunto de conhecimentos, costumes, crenças, parlendas, contos, mitos, lendas, adivinhas, músicas, danças e festas populares de uma cultura e região.

Recomendamos também: Atividades folclore.

Atividades de Interpretação de Texto folclore – A lenda do Saci Pereré

Atividades de Interpretação de Texto folclore

Diz a lenda que o Saci-Pererê é um negrinho, baixinho, com uma perna só que usa uma carapuça vermelha na cabeça e um cachimbo na boca.

O Saci-Pererê entra nas casas dos moradores, põe açúcar nas comidas, apaga o fogo, faz cócegas nas galinhas, irrita os cachorros, solta os cavalos, assusta os viajantes e muitas outras safadezas.

Dizem que os viajantes, para se livrarem do danadinho, carregam fumo e cachaça para dar-lhe de presente e torcem para que o mesmo vá embora.

Os meninos que eram filhos das escravas com os senhores, eram abandonados nas matas, morriam pagãos, e por isso, viravam Sacis.

Responda:

  1. Descreva como eram os sacis, segundo a lenda:
  2. O que o Saci-Pererê costuma fazer?
  3. O que os viajantes fazem para se livrar deles?
  4. De onde surgiram os sacis, segundo a lenda?

Atividades de Interpretação de Texto folclore – O bicho floral

Atividades de Interpretação de Texto folclore Atividades de Interpretação de Texto folclore

Atividades de Interpretação de Texto folclore – Urutau

A lenda do urutau:

Atividades de Interpretação de Texto folclore Atividades de Interpretação de Texto folclore

 

Atividades de Interpretação de Texto folclore – A Mula sem Cabeça

  • Para imprimir

Atividades de Interpretação de Texto folclore

  • Para copiar

Existem muitas versões sobre a mula-sem-cabeça. Uma delas conta que uma mulher se apaixonou por um padre.

Esta mulher se transformou em mula-sem-cabeça, que nas noites de quinta para sexta feira, aparece relinchando, para assustar a todos que encontrar.

Apesar do nome, a mula tem cabeça sim, é que ela solta tanto fogo pelo nariz e pela boca que não dá para ver esta parte do seu corpo.

Se alguém for bastante corajoso para lhe arrancar o freio de ferro, ou então picá-la com um alfinete para fazê-la sangrar, conseguirá quebrar o encanto.

A mula toma forma de mulher e chora muito.

Responda:

  1. Segundo a lenda, quando uma mulher se transforma em mula-sem-cabeça?
  2. O que a mula-sem-cabeça faz?
  3. Quando é que ela aparece?
  4. Por que as pessoas não conseguem ver a cabeça da mula?
  5. Qual a maneira de quebrar o encanto da mula-sem-cabeça?
  6. O que acontece com a mulher quando ela se livra do encanto?

Atividades de Interpretação de Texto folclore – O curupira

Atividades de Interpretação de Texto folclore - O curupira

  • Para Copiar:

No fundo das matas, bem longe das cidades e das aldeias, quando soam gritos longos e estridentes, é o Curupira que se aproxima.

O melhor que se faz é sair dali correndo.

O Curupira é um anão de cabelos vermelhos, dentes verdes e com os pés virados para trás. Para os índios, ele é o demônio da floresta. Corre atrás deles, enfurecido, para bater e até mesmo matar. Para se protegerem, quando se afastam de suas aldeias, os índios deixam pelo caminho penas de aves, abanadores e flechas.

O Curupira é o protetor das árvores e dos animais. Batendo nos troncos das árvores como se fossem tambores, testa a resistência delas, quando ameaça cair uma tempestade.

Ele odeia os homens que caçam e destroem as matas. Por isso, gosta de deixar os caçadores perdidos dentro da floresta. Quem vê o Curupira perde totalmente o rumo, não sabe mais achar o caminho de volta…
Para atrair suas vítimas, o Curupira, às vezes, chama as pessoas com gritos que imitam a voz humana.

As histórias do Curupira são contadas em todo o Brasil. Em algumas regiões, ele tem o nome de Caipora ou Caapora, e aparece, freqüentemente, montado em um porco-do-mato.

Responda:

1- Como é o Curupira?

2 – O que o Curupira faz com os caçadores?

3 – O que o Curupira faz para atrair suas vítimas?

4 – Que outros nomes o Curupira tem em outras regiões do Brasil?

5 – Assinale somente a alternativa correta:

a) Na floresta, que sinais anunciam que o curupira está chegando?

(   ) Gritos longos e estridentes.

(   ) Árvores destruídas no caminho.

(   ) Rastros de porco-do-mato.

(   ) Sons de tempestade.

b) O Curupira testa a resistência das árvores para

(   ) protegê-las dos índios.

(   ) saber se elas não cairão com a chuva forte.

(   ) atrair sua vítimas humanas.

(   ) assustar os destruidores da floresta.

c) A história do Curupira é sobre um

(   ) demônio que assusta os animais da floresta.

(   ) índio que usa abanadores e flechas.

(   ) homem que se perde na mata e fica apavorado.

(   )  anão que protege as árvores e os animais.

d) O Curupira vive em

(   ) aldeias.                            (   ) cidades.

 (   ) matas.                              (   ) troncos.

e) As pessoas têm medo porque o Curupira

(   ) persegue quem destrói a natureza.

(   ) toca tambores escondido durante a noite.

(   ) protege as árvores das tempestades.

(   ) ataca os animais selvagens e perigosos da mata.

f) No texto, a palavra enfurecido significa

(   ) apressado.                                   (   ) furioso.

 (   ) desajeitado.                               (   ) barulhento.

Confira também algumas Lendas do folclore brasileiro para imprimir

Atividades de Interpretação de Texto folclore para 3 ano – Para imprimir

Atividades de Interpretação de Texto folclore

  • Para copiar:

O Folclore Brasileiro

O folclore é o conjunto de manifestações de caráter popular de um povo, ou seja, é o conjunto de elementos artísticos feitos do povo para o povo, sempre ressaltando o caráter de tradicional destas representações, sempre transmitidas de uma geração para outra através da prática (os pais ensinam aos filhos, que desde pequeninos já praticam). O folclore varia bastante de um País para o outro, e até mesmo dentro de um Estado é bastante variável, pois as diferenças entre as regiões são muito grandes.No caso do Brasil, o folclore foi resultado da união da cultura a partir da miscigenação dos povos imigrantes. O que resultou é que em muitas regiões brasileiras o folclore é muito diferente, pois devido às influências de cada um destes povos formadores do Brasil, algumas regiões apresentam uma maior tendência a uma origem mais detalhada.

O termo Folk-Lore foi empregado pela primeira vez em 22 de agosto de 1846. Folk quer dizer povo; lore, o saber, o conhecimento, o costume.

O Folclore brasileiro é riquíssimo, podemos citar as lendas, provérbios, trava-línguas, parlendas, ditados populares, brincadeiras, comidas, festas populares, cantigas, crenças, enfim tudo que faz parte da nossa cultura é considerado folclore brasileiro.

1) Responda com respostas completas de acordo com o texto acima:

a) O que é folclore?
b) Em que ano o termo “Folk-Lore” foi empregado pela primeira vez?
c) Por que o folclore brasileiro é riquíssimo?

2) Sublinhe as frases falsas:

a) O folclore varia bastante de um País para o outro.
b) As tradições folclóricas são iguais em todo o mundo.
c) As tradições folclóricas são passadas de geração a geração.
d) Os imigrantes não ajudaram para a formação folclórica de nosso País.

3) Complete as frases com a ajuda do quadro abaixo:

a) Tudo que faz parte da nossa ___________________ é considerado folclore.
b) Folclore é o conjunto de elementos artísticos feitos do povo para o ______________________.
c) Comidas típicas e ____________________ fazem partem do folclore de uma região.
d) O folclore foi o resultado da miscigenação dos povos ____________________.

4) Pense e responda:

  • O que quer dizer a palavra:

a) Folk?
b) Lore?

5) Marque a opção correta para completar a frase:

a) As —- e as —- fazem parte do folclore.
( ) festas populares / casas comerciais
( ) cantigas / crenças
( ) lendas / regiões

b) O folclore foi formado pelo —–.
( ) prefeito
( ) médico
( ) povo


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *