<

Fimose

A fimose é normal em crianças que não foram circuncidadas. Costuma desaparecer ao longo do tempo com retração regular e suave.


A maioria dos recém nascidos vem ao mundo com uma pele que recobre todo órgão genital, essa pele é chamada de prepúcio que envolve principalmente a glande, quando há tentativa de puxar essa pele não funciona, pois o canal da pele ainda é muito estreito, esse acontecimento é chamado de fimose.

AFINAL, O QUE É FIMOSE?

Um exemplo clássico para entender melhor o que é a fimose, é o exemplo da camiseta, sabe quando tentamos vestir aquela camiseta que não passa pela cabeça de forma alguma? Pois é, esse processo funciona na relação da glande e a pele que recobre a mesma, quando isso ocorre é denominado de fimose.

A fimose pode ser dividida em duas fases, Fimose Primaria e Fimose Secundária:

Fimose Primaria ou Fisiológica: A fimose primaria geralmente ocorre em bebes recém nascidos que nascem com essa pele recobrindo todo órgão genital, praticamente todos os bebes do sexo masculino já nascem com essa pele, com o passar dos anos, a pele que recobre a glande vai diminuindo, ficando em sua estrutura mais elástico, quando a criança completa um ano de vida, 50% dos casos já conseguem expor a glande toda, com 3 anos essa porcentagem já aumenta, passando para 90% por cento dos casos, e com 17 anos, já homens, 99% dos casos já conseguem realizar a exposição da glande, sem haver a necessidade de cirurgia futuramente. Ou seja, nos dias atuais, apenas 1% dos homens tem a fimose.

Mesmo com esses fatos e porcentagens é extremamente necessário ficar de olho no desenvolvimento do órgão genital da criança, pois em alguns casos pode ocorrer o agravamento dessa pele na glande, levando a fimose e consequentemente a cirurgia, vamos observar quais fatores devem ser observados?

SINAIS DE ALERTA:

  • Vermelhidão: Se houver vermelhidão principalmente na ponta do órgão genital da criança, ou seja, na glande, associado com dor, coceira constante, podem ser fatores de riscos indicando que há algum tipo de infecção nesse local, sendo necessário ajuda médica.
  • Dor durante a urina: Se houver dores durante a urina em consonância com períodos de febre, pode indicar uma infecção urinaria, em meninos não são muitos os casos de infecção urinaria, devendo a devida investigação médica
  • Inchaço da Glande e dores freqüentes pode ser um quadro de parafimose
  • Em alguns casos pode ocorrer da criança em certos movimentos conseguir expor a glande fora da pele que a envolve, mas em alguns casos essa pele pode não querer voltar para o lugar que deve estar, ocasionando o aperto do órgão genital, ou seja, o sangue consegue chegar até a glande, mas não consegue voltar para distribuir em outros lugares necessários, com esse fator, pode-se notar o inchaço da glande, proporcionando dor. Nesses casos é importante procurar uma unidade de saúde e ter o atendimento adequado.
  • Abaulamento do Prepúcio: Em muitos casos devido à glande estar recoberta pela pele, o canal da urina pode ficar prejudicado, pois a urina não consegue fazer a sua passagem normalmente, assim o liquido vai juntando na pele. Nesse caso é de extrema importância procurar ajuda medica

Fimose Secundaria: A fimose secundaria, diferentemente da fimose primaria, é adquirida durante o tempo, seja por uma infecção ou algum trauma no órgão genital ocasionando a fimose. Nesses casos há a cicatrização da pele indevida, com isso vai formando um anel, denominado de anel fimótico, que dificulta a passagem da glande por esse anel fimótico, ou seja, a pele.

SINTOMAS DE ALERTA:

  •  Durante a relação sexual com a ereção pode ocorrer fissuras naquele local, que são pequenos rasgos na pele, essas fissuras são cicatrizadas ao longo do tempo, mas com isso acaba ocorrendo o estreitamento da pele, formando a fimose, ocorrendo assim um ciclo de fissuras, ligado ao estreitamento da pele, ocasionando a fimose.
  • Como a fimose primaria, é necessário prestar muita atenção na vermelhidão da região da glande, febre, infecção urinaria, enfim.
  • Em alguns casos pode ocorrer o Vitiligo do pênis, ou seja, a glande vai ficando com pequenos pontos esbranquiçados, com o passar do tempo pode acometer a uretra, que vai fechando, fechando e fechando cada vez mais, não conseguindo mais concluir a passagem da glande.

TRATAMENTO

O tratamento pode ocorrer através de cremes esteróide que pode remover essa pele, exercícios da retratação da fimose acompanhada por um médico e indicada para crianças maiores de 5 anos de idade, ou em alguns casos mais complicados, através da retirada desse prepúcio, ou seja, a circuncisão cirúrgica que é oferecida de maneira gratuita pelo SUS.

É extremamente necessário em alguns casos realizar a cirurgia, pois futuramente pode prejudicar a parte sexual, causar infertilidade, pois a pele que recobre o pênis impossibilita a passagem do sêmen.

       No Brasil há mais de 150 mil casos confirmados por ano, se não for tratado            corretamente pode levar ao desenvolvimento de um câncer no órgão genital, pelo fato do excesso de pele dificultar o processo de higiene do órgão, podendo ocasionar até em outras doenças.

ORIENTAÇÃO

 Os pais com recém nascidos é de extrema importância observar esses sintomas e se necessário levar a criança em um especialista, como urologista, que cuida desses casos com mais eficiência.

E vocês, adolescentes, não tenham vergonha de falar sobre o assunto, é algo natural, que pode acontecer com milhares e milhares de meninos por diversas razoes, por isso procurem estudar o seu corpo e se houver sinais diferentes, procure um médico, é algo simples e necessário, que pode ser resolvido e tratado em questão de meses.

Essa imagem ajuda a observar quando a glande consegue estar exposta totalmente sem a presença do prepúcio, já na segunda imagem, podemos observar claramente a glande recoberta.

Lembrando que mesmo sendo rara, a fimose pode acometer as mulheres, que são aderências nos pequenos lábios do órgão genital feminino, na maioria dos casos o tratamento indicado são pomadas.

E não podemos confundir fimose com aderência, pois a aderência é tipo uma cola que fica grudada no órgão masculino, ou seja, glande, com o passar do tempo essa cola vai se soltando, não havendo necessidade de cirurgia medica.


você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.