Disciplinas, Figuras de Linguagem, Português

Ironia


A ironia é a figura de linguagem preferida dos humoristas e dos sarcásticos.

Ironia: Conheça essa figura de linguagem

Podemos falar com nossos familiares e amigos todos os dias e nem perceber. É uma figura de pensamento que, como tal, foca na ideia que quer passar, sem que, com isso, as palavras tenham sentido literal.

Um dos maiores exemplos é o ato de dizer o contrário do que se quer falar. Ocorre bastante em casos em que o interlocutor quer denegrir ou ofender a imagem de alguém.

Recomendamos também: Mal ou mau.

Exemplos de ironia

Vamos notar tons sarcásticos em alguns desses exemplos:

  • “Você fica falando que as pessoas são feias, mas você é muito lindo mesmo, não é?”;
  • “Olhem só quem está falando sobre corrupção: a honestidade em pessoa!”;
  • “O rei da mulherada voltou a levar um fora esta noite na festa”;
  • “Se aquele cara não pode estar preso porque não há provas concretas contra ele, o outro, acusado de homicídio, também deve ser libertado, pois nem o corpo da vítima a polícia achou”.

Uma questão para a qual você tem que se atentar é que não deve haver confusão entre ironia, antítese e paradoxo. Já explicamos em posts anteriores aqui no blog, mas temos que reforçar.

A antítese utiliza, com proximidade, palavras com sentidos opostos sem, no entanto, mostrar contradição de ideias, mas sim contraste entre palavras.

O paradoxo utiliza o significado contraditório para expressar uma ideia que parece absurda, mas que, de fato, faz sentido.

Já a ironia expressa uma ideia oposta do que se quer dizer, mas que fica muito explícita.

  • “Beijar você é tão bom quanto beijar um sapo”;
  • “Você não quer que a polícia mate bandido? Então, vamos trocar as armas e a polícia vai subir o morro distribuindo flores de agora em diante”;
  • “Essa bronca do chefe era só o que estava faltando para minha semana começar ótima”

No primeiro exemplo, a ironia consiste no significado de dizer que o beijo da pessoa é ruim. No segundo, durante discussão acerca da violência, o interlocutor defende que a polícia deve atirar nos bandidos, e não os tratar bem. No terceiro exemplo, uma expressão das mais utilizadas em nosso dia a dia, quando vamos reclamar de algo e damos um tom positivo a ele, mesmo que não seja aquilo que estejamos pensando a respeito.

Parafraseando uma série de TV espanhola:

  • “Você é o gerente deste lugar, no entanto, 6 idiotas conseguiram entrar disfarçados, fazer todos reféns e roubar o dinheiro que quiseram. Em qual outra Casa da Moeda no mundo isso aconteceu? Em nenhum outra. Essa é a primeira da história. Parabéns!”.

Note que a ironia está presente no “elogio” dado ao gerente da Casa de Moeda assaltada. O interlocutor utiliza informações concretas de que tal episódio não ocorreu em nenhum outro lugar do mundo, destacando a incompetência do gerente para lidar com a segurança do local.

Essa é uma das características das figuras de pensamento. Tudo consiste na ideia que está por trás de cada expressão.

Atividades sobre ironia:

(1)- Em “Que garota bonita! Até parece um king-Kong!”, há a figura de pensamento:

a) antítese

b) ironia

c) eufemismo

d) hipérbole


(2 ) – Cidade grande

Que beleza, Montes Claros.
Como cresceu Montes Claros.
Quanta indústria em Montes Claros.
Montes Claros cresceu tanto,
ficou urbe tão notória,
prima-rica do Rio de Janeiro,
que já tem cinco favelas
por enquanto, e mais promete.

(Carlos Drummond de Andrade)

Entre os recursos expressivos empregados no texto, destaca-se a

a) metalinguagem, que consiste em fazer a linguagem referir-se à própria linguagem.

b) intertextualidade, na qual o texto retoma e reelabora outros textos.

c) ironia, que consiste em se dizer o contrário do que se pensa, com intenção crítica.

d) denotação, caracterizada pelo uso das palavras em seu sentido próprio e objetivo.

e) prosopopéia, que consiste em personificar coisas inanimadas, atribuindo-lhes vida.

Respostas:

1- B

2- C

Para aprender sobre outras figuras de linguagem, continue navegando em nosso blog.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *