<

Ossos do corpo humano


Ossos do corpo humano – entenda o sistema esquelético e sua importância neste artigo.

O sistema esquelético, ou esqueleto, é o conjunto de ossos que formam o corpo humano e é formado por um tecido ósseo rígido. Essa rigidez tem haver com o acúmulo de cálcio e magnésio (fosfato e carbonato) em espaços intercelulares.

O esqueleto de qualquer animal vertebrado é responsável por:

  • Sustentação,
  • Movimentação do corpo,
  • Proteção de órgãos internos,
  • Armazenamento de minerais e íons e
  • Produção de células sanguíneas.

O osso possui coloração branca e é um tecido vivo, duro e se conecta a outros ossos através de junções e articulações.

Os ossos do corpo humano são agrupados através de dois tipos de esqueletos: axial e apendicular e existem variações de formatos, tamanhos, largura e espessura de cada um.

Esqueleto axial – ossos do crânio, da orelha, do osso hioide, das costelas, do esterno e das vértebras.

Esqueleto apendicular – ossos dos membros superiores e inferiores. A união do esqueleto axial com o apendicular ocorre por meio das cinturas escapular e pélvica.

Quantidade de ossos do corpo humano

Já se perguntou a quantidade de ossos que temos em nosso corpo?

Ossos do corpo humano

Uma pessoa adulta tem cerca de 206 ossos. Todos estão dispostos da seguinte maneira:

  • Ossos cranianos (8),
  • Ossos faciais (14),
  • Orelha (3),
  • Pescoço (8),
  • Tórax (44),
  • Abdômen (7),
  • Membros superiores (62) e
  • Membros inferiores (60).

Esses 206 ossos do corpo humano são divididos em:

  • Ossos da cabeça (crânio e face)
  • Ossos do pescoço
  • Ossos do ouvido
  • Ossos do tórax (costelas, vértebras, esterno),
  • Ossos do abdômen (vértebras lombares, sacro, cóccix),
  • Ossos dos membros inferiores (cintura pélvica, coxa, joelho, perna e pé),
  • E ossos dos membros superiores (cintura escapular, braço, antebraço e mão),

Diferente de um corpo humano adulto, o corpo de um bebe nasce com mais 300 ossos. Porém, durante o processo do nascimento e infância, alguns ossos do crânio se fundem.

Esse processo de solidificação dos ossos do crânio de um bebê é o famoso termo que chamamos de “moleira”, e com o passar dos anos eles se unem formando um só osso. Isso acontece para facilitar a passagem do bebê na hora do parto e o termo técnico para esse processo é ossificação.

Tipos de ossos do corpo humano

Os ossos podem ser classificados em quatro tipos: longo, curto, plano e irregular.

Vamos definir abaixo cada tipo:

Ossos longos

São aqueles que possuem o comprimento maior que a largura.

Ossos curtos

Tem comprimento e largura quase do mesmo tamanho.

Ossos planos

São ossos relativamente finos com importantes regiões de fixação muscular. Os principais são: costelas, crânio, esterno e escápulas.

Ossos irregulares

Possuem formatos variados e complexos. A título de exemplo, temos as vértebras e os ossos da face.

Qual é o maior entre todos os Ossos do corpo humano 

O fêmur é um dos ossos mais importantes do corpo e tem funções para lá de especiais: é responsável por movimentos como andar, agachar, pular, correr e chutar. Devido a essa utilidade e importância, ele é o maior osso do corpo humano.

Esse osso não é frágil e pode suportar grandes pressões, o que ajuda no equilíbrio e sustentação.

Menor osso do corpo humano

Nossa orelha tem um ossículo chamado estribo, que é grande responsável pela audição. Esse pequeno osso mede em torno de 0,25 cm e se lesionado, a pessoa tem sua audição prejudicada.

O estribo é considerado o menor osso do corpo humano.

Agora que já conhecemos a composição dos ossos, vamos apresenta-los por nome:

Ossos da cabeça

São 22 ossos no total, sendo 8 do crânio (frontal, 2 parietal, 2 temporal, occipital, esfenoide, etmoide) e 14 da face (2 zigomático, 2 maxilar, 2 nasal, mandíbula, 2 palatino, 2 lacrimal, vômer, 2 concha nasal inferior).

Ossos do Pescoço

O hioide é o único osso que temos no pescoço.

Ossos do Ouvido

São 6 ossos no total, sendo 2 bigorna, 2 martelo e 2 estribo.

Ossos do Tórax

São 44 ossos sendo 24 costelas, 12 vértebras torácicas, 7 vértebras cervicais e 1 esterno.

Ossos do Abdômen

São 7 ossos sendo 5 vértebras lombares, 1 sacro e 1 cóccix.

Ossos dos Membros Inferiores

São 62 ossos: 2 na cintura pélvica, 8 nas pernas (2 fêmur, 2 patelas, 2 tíbias, 2 fíbulas) e 52 ossos nos pés: ossos do tornozelo, calcâneo, tálus, navicular, cuneiforme medial, cuneiforme intermédio, cuneiforme lateral, cuboide, metatarsais, falanges proximais, falanges médias, falanges distais. O fêmur, osso localizado na coxa, é o maior osso do corpo humano.

Ossos dos Membros Superiores

São 64 ossos sendo 4 na cintura escapular (2 clavículas e 2 omoplatas), 6 nos braços (2 úmeros, 2 ulna, 2 rádio) e 54 nas mãos: escafoide, semilunar, piramidal, pisiforme, trapézio, trapezoide, capitato, hamato, metacárpicos, falange proximal, falange média, falange distal.

Importância dos ossos

Os ossos são muito importantes para qualquer animal vertebrado, pois constituem a principal ferramenta de locomoção. Através dos ossos, podemos nos deslocar, sustentar o peso do corpo, temos o sistema interno de órgãos protegidos e os ossos ainda são uma reserva natural de minerais (cálcio e fósforo). Isso sem contar na produção que os ossos fazem de células sanguíneas.

Os ossos e a alimentação

Para a boa saúde dos ossos do corpo humano, é importante dar atenção a alimentos ricos em sais minerais como cálcio e fósforo, pois ambos participam na formação do esqueleto. Segue alguns alimentos que são importantes para o desenvolvimento da parte óssea:

  • Leite e seus derivados,
  • Salmão,
  • Sardinha,
  • Amêndoas,
  • Espinafre e demais vegetais de folha verde escura
  • Cebola,
  • Pão integral,
  • Noz,
  • Banana,
  • Leguminosas,
  • Mariscos,
  • Soja e
  • Frutos secos.

Ossos de vidro

Uma doença peculiar dos ossos é conhecida como “ossos de vidro” ou “ossos de cristal”, e é uma condição rara do tecido conjuntivo, de caráter genético e hereditário, que afeta aproximadamente uma em cada 20 mil pessoas.

Uma das principais características que define a condição é a fragilidade dos ossos que quebram com enorme facilidade. Essa doença tem o termo técnico de osteogênese imperfeita (OI) e pode ser congênita e afetar o feto que sofre fraturas ainda no útero materno e apresenta deformidades graves ao nascer.

Um filme, estrelado por Samuel L. Jackson e Robert de Niro (Corpo Fechado), retrata a vida de um homem que lida no dia a dia com a doença e como isso o afetou significamente.

_______

Recomendamos também: Armageddon.


você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.