Educação Infantil, Plano de Aula

Plano de Aula para Adaptação Infantil


Confira nesta postagem uma sugestão de Plano de Aula para Adaptação Infantil, indicado a alunos das Series Iniciais (Educação Infantil/Maternal 1), com o objetivo de favorecer um ambiente rico em estímulos, onde a criança poderá conhecer e viver novas experiências, expressando sentimentos e emoções livremente, fazendo com que a criança se adapte ao ambiente através de uma rotina organizada, com momentos prazerosos, educativo e de tranquilidade.

Não deixe de ver: Modelo Semanário volta às aulas

Plano de Aula para Adaptação Infantil

Objetivos Específicos

  • Conhecer o CEI, as professoras, amigos de sala, funcionários e espaços da escola;
  • Escolher um nome de grupo;
  • Reconhecer seu nome e dos colegas;
  • Adaptar se a rotina da escola;
  • Elaboração oral e coletiva de regras de convivência (combinados);

Atividades

  • Passeio pela escola para conhecer
  • Pintura, desenhos e colagens;
  • Desenho livre;
  • Musicas – exploração do corpo e do espaço (roda cantada e esquema corporal);
  • Historinhas (fantoches);
  • Conversas, relatos de vivências (rodinha);
  • Jogos e brincadeiras que explorem o ambiente e colegas;
  • Escolha do nome de grupo
  • Chamada
  • Confecção de crachás;
  • Teatrinho de fantoches (regras de convivência)
  • Jogo da bola (jogar um para o outro dizendo o nome)

Recomendo também: Brincadeiras e Dinâmicas Infantis


Plano de Aula para Adaptação Infantil: Creche

JUSTIFICATIVA:

  • O período de adaptação é muito importante, tanto para a criança como para os pais. Constitui uma oportunidade de estabelecermos vínculos afetivos dentro de uma convivência, que é diferente da familiar.
  • Mesmo para as crianças que já frequentam a escola e que conhecem os colegas e os educadores, ficam inseguros.
  • Durante este período é comum que todos se sintam ansiosos para que tudo caminhe da melhor maneira possível.

OBJETIVOS:

  • Possibilitar à criança o reconhecimento da instituição como um espaço aberto ao seu desenvolvimento integral, complementando e ampliando seus conhecimentos já trazidos de casa.
  • Estabelecer relação de confiança recíproca entre professores, crianças e famílias.
  • Receber as crianças com atenção, afeto e cuidado.
  • Acolher com atividades planejadas priorizando o lúdico e os momentos de interação.
  • Amenizar a ansiedade e a dor da separação da criança com a mãe ou responsável.
  • Estabelecer vínculo afetivo entre o professor e a criança.
  • Cuidar e educar com respeito e afeto nos primeiros contatos da criança ao ingressar ou regressar à escola.

A FUNÇÃO DO PROFESSOR E AUXILIAR EDUCACIONAL NA ADAPTAÇÃO:

“Quanto ao professor, este deve estar proporcionando um ambiente agradável e acolhedor com atividades lúdicas e prazerosas as quais supram o processo de separação vivido pela criança, e que estimule a sua individualidade e socialização, como músicas e danças, jogos e brincadeiras, histórias dentre outras, dessa forma o professor irá conquistar a confiança da criança e conseqüentemente facilitará o processo de adaptação e socialização da mesma, principalmente em se tratando da pré-escola.
O professor nesse processo aparece como mediador principal no contexto da adaptação à vida escolar. Assim como as crianças e os pais, nesse momento, também passa pelo processo de adaptação, pois a cada ano que se inicia novas experiências, novas crianças, novos pais serão conhecidos. As expectativas são muitas: como serão as novas crianças? Serei bem aceita por elas? Será que elas confiarão em mim? Ademais, a rotina de sala de aula e muitas vezes da própria escola são modificadas diante das peculiaridades encontradas no processo de adaptação
Enfim, o professor é o principal mediador e tem que atender as expectativas dos pais, ganhar a confiança das crianças e de seus familiares e ainda, conduzir esse processo, além de trabalhar seus próprios sentimentos. Está sendo posto o tempo todo à prova e é necessário sempre ampliar e capacitar os seus conhecimentos”.

DESENVOLVIMENTO:

  • Atividades que proporcionam o desenvolvimento das diversas formas de linguagem como cantar, dançar, imitar, balbuciar, desenhar, pintar, dentre outras;
  • Atividades que auxiliam no desenvolvimento psicomotor como engatinhar, arrastar, correr, rolar, pular, rasgar, amassar, subir, descer, andar em linha reta, empurrar
  • Atividades que instiguem a imaginação e a criatividade: faz-de-conta, reconto de histórias e brincadeiras livres

SUGESTÃO DE ATIVIDADES

Apresentação das dependências da escola, bem como de seus colaboradores e suas respectivas funções; A apresentação das dependências da escola deve acontecer de forma natural, através dos momentos de alimentação no banho, no pátio, no contato com os funcionários e demais alunos da Escola.

Roda de música;

  • Dançar ao som de CD’s;
  • Imitação;
  • Momento de leitura;
  • Roda de conversa;
  • Momento da higiene;
  • Chamada “Quem veio à escola hoje”;
  • Como está o tempo?
  • Que dia é hoje?
  • Brincadeiras dirigidas.
  • Bolinhas de crepom;
  • Dança das cadeiras;
  • Pega-pega (correr, parar);
  • Rasgar papel;
  • Pular;
  • Rolar;
  • Espreguiçar.
  • Imaginação e criatividade
  • Brincadeira livre;
  • Brinquedos de encaixe;
  • Dramatização;
  • Leituras;
  • Brincadeiras de casinha;
  • Mímica;
  • DVD.

AVALIAÇÃO:

Feita com observação, participação, adaptação de cada aluno, individualmente e coletivamente.

CULMINÂNCIA:

Confecção cartão para as mães e construção de mural coletivo para apresentação no espaço do projeto.


Plano de Aula para Adaptação Infantil: Dicas Extras.

1. Como se planejar para o período de adaptação?

Antes do início das aulas, é interessante que a escola faça uma entrevista com os responsáveis para compor uma ficha com informações detalhadas sobre cada criança. Esse encontro também é uma oportunidade de criar um vínculo entre a instituição e a família e dar mais segurança aos pais.

Vale questionar sobre brincadeiras preferidas, medos, quem está presente no cotidiano da criança, quanto tempo ela costuma passar com os pais, além de cuidados especiais de saúde e alimentação. Com essas informações, fica mais fácil planejar atividades de acordo com os interesses e experiências das turmas.

2. Como deve ser a recepção às crianças?

O professor deve demonstrar interesse em saber como a criança está, mesmo que ela esteja agarrada ao colo da mãe, para criar uma aproximação e transmitir segurança, mas sem forçar uma relação que ainda está sendo criada.

Para que a criança estabeleça um primeiro vínculo, o ideal é que seja recebida sempre pela mesma pessoa, de preferência, algum dos educadores da turma. No entanto, aos poucos, é preciso que ela crie consciência de que a creche é um espaço coletivo. Ocasionalmente, o responsável pela recepção pode se ausentar, por isso, é importante que esteja familiarizada com toda equipe auxiliadora para se sentir segura.


Plano de Aula para Adaptação Infantil – Semana da Adaptação Escolar em PDF

Sempre buscamos em maneiras de facilitar para você, leitor do Educação e Transformação, e pensando nisso que resolvemos disponibilizar o “Plano de Aula para Adaptação Infantil” mostrado acima em PDF e para ter acesso ao material, confira o link a seguir:


5 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *