Brincadeiras e Dinâmicas, Datas Comemorativas, Educação Infantil

Dinâmica para o dia dos pais


Selecionamos nesta postagem diversas sugestões de Gincanas, Brincadeiras e Dinâmica para o dia dos pais, que podem ser trabalhadas em sala de aula ou em casa em família.

Você sabia que o Dia dos Pais, assim como o Dia das Mães é comemorado anualmente no segundo domingo de agosto no Brasil? Nesta data, os filhos homenageiam e agradecem aos papais toda a companhia, suporte e carinho recebido ao longo de suas vidas.

Veja também:

Dinâmica para o dia dos pais: Conhecer pelas Figuras

Objetivo:

  • Conhecer pelas figuras.
  • Quebrar gelo

Passos:

  • Espalhar pela sala vários recortes de jornais, revistas, folhinhas, propagandas, etc (as figuras devem ser as mais variadas possível, com temas bem diferentes, para dar maiores possibilidades de escolha aos
    participantes).
  • Os participantes passam diante das figuras, observando-as atentamente. Uma música de fundo para favorecer o clima.
  • Dar tempo suficiente para conhecer todas as figuras, o coordenador dá um sinal e cada participante deverá apanhar a figura que mais lhe chamou a atenção.
  • Formar pequenos grupos e cada participante vai dizer para seu grupo por que escolheu a figura.
  • O grupo escolhe alguém para anotar a apresentação de cada um e expor em plenário.
  • Faz-se um plenário onde o representante de cada grupo apresenta as anotações e a figura que representa o pensamento do grupo.
  • O coordenador faz um comentário final, aproveitando tudo o que foi apresentado e chamando a atenção para aquelas figuras que estão mais relacionadas.

Avaliação:

  • Como nos sentimos ??
  • Que proveito tiramos dessa dinâmica ?

Dinâmica para o dia dos pais: Amigos de JÓ

Dinâmica para o dia dos pais: Amigos de JÓ

O objetivo desta dinâmica para o dia dos pais é desenvolver uma preocupação coletiva para que todos acertem senão o objetivo não será alcançado porquê todos os integrantes do grupo são importantes na execução de uma tarefa .

Material:

  • Um pé do próprio calçado do participante e um lugar onde possa formar um círculo de acordo com o número dos participantes .

Descrição:

  • O ANIMADOR explicará sobre esta antiga brincadeira de passar o objeto ( no caso o calçado ) de acordo com a letra da música:

“Amigos de jó/
Jogava cachangá/
Tira/Põe/Deixa ficar/
Guerreiros com guerreiros fazem/
Zig-Zig-Zá/
Guerreiros com guerreiros fazem/
Zig/Zig/Zá”

Os participantes deverão retirar um de seus calçados, formarem um círculo agachados, colocarem o calçado em frente de si mesmos e quando começar a música todos deverão passar simultaneamente e compassadamente os calçados para o seu respectivo vizinho no sentido anti-horário até quando falar “Cachangá” . Quando falar “tira” todos os participantes deverão pegar o calçado e levantar, quando falar “Põe” deverão abaixar o calçado na sua
própria frente . Quando falar “Deixa ficar” todos deverão largar o calçado em suas frentes e fazer o gesto simbólico de “fica aí” . De “guerreiros” até “fazem” volta a passar o calçado para o vizinho no mesmo sentido
anti-horário e na parte “zig/zig/zá” simultaneamente todos pegam o calçado sem soltá-lo colocam na frente do vizinho, volta na sua frente e deixa na frente do vizinho, isto tudo de acordo com o ritmo da música .

Possíveis questionamentos:

  • Certamente, quanto mais participantes todos perguntarão porquê não conseguem terminar a música com todos acertando a dinâmica ?
  • Você poderá questionar se alguns só faziam a sua parte ou se além da sua parte orientavam seus vizinhos para não errarem

Dinâmica para o dia dos pais para imprimir

Dinâmica para o dia dos pais para imprimir

Dinâmica para o dia dos pais: COMUNICAÇÃO GESTICULADA

Participantes:

  • 15 a 30 pessoas

Tempo Estimado:

  • 30 minutos

Modalidade:

  • Comunicação Gestual.

Objetivo:

  • Analisar o processo de comunicação gestual entre os integrantes do grupo.

Material:

Aproximadamente vinte fichas com fotografias ou desenhos para serem representados através de mímicas.

Descrição:

  • O coordenador auxiliado por outros integrantes deve encenar através de mímicas (sem qualquer som) o que está representado nas fichas, cada qual em um intervalo de aproximadamente um minuto.
  • Os demais integrantes devem procurar adivinhar o que foi representado. Em seguida, deve-se comentar a importância da comunicação nos trabalhos e atividades do cotidiano, bem como do entrosamento dos integrantes do grupo para que juntos possam até mesmo sem se comunicar entender o que os outros pensam ou desejam fazer.

Dinâmica para o dia dos pais: – A Palavra Chave

Dinâmica para o dia dos pais: - A Palavra Chave

Material necessitário: Oito Cartões para cada equipe.

  • Cada um deles contém uma palavra: Amizade, liberdade, diálogo, justiça, verdade, companheirismo, bravura, ideal, etc. Os cartões são colocados em um envelope.

Desenvolvimento:

  • O animador organiza as equipes e entrega o material de trabalho.
  • Explica a maneira de executar a dinâmica. As pessoas retiram um dos cartões (do envelope); cada qual fala sobre o significado que atribui à palavra.
  • A seguir, a equipe escolhe uma das palavras e prepara uma frase alusiva.
  • No plenário, começa-se pela apresentação de cada equipe, dizendo o nome dos integrantes e, em seguida, a frase alusiva à palavra escolhida.

 Avaliação:

  • Para que serviu o exercício?
  • Como estamos nos sentindo?

Dinâmica para o dia dos pais: Olá, como vai?

Objetivo:

  • Quebrar o gelo.

Tempo:

  • 1 hora (dependendo do número de pessoas é possível dividir em grupos e cada grupo realizar a sua dinâmica)

Procedimento:

  • Formar um círculo, com todos os participantes, pedir que cada um se apresente e procure conversar alguns minutos com a pessoa a sua
    esquerda e a sua direita.
  • Pedir que todos mudem de posição aleatoriamente e pedir que após a mudança novamente se apresentem e conversem um pouco e falem sobre as duas pessoas com quem falaram antes.
  • Depois cada membro fala em plenário, em no máximo 3 minutos, se apresenta e fala sobre as 4 pessoas às quais se apresentou.

Confira ainda: Várias ideias de cartões para o Dia dos Pais


Dinâmica para o dia dos pais na escola

Corrida do Saco

Brincadeiras para o dia dos pais

  • Pais e filhos devem correr juntos na corrida do saco. A dupla que chegar ao destino mais rápido, vence. Se cair, levante-se e continue.

Brincadeira do estoura a bexiga:

Brincadeiras para o dia dos pais

  • Consiste em  amarrar bexigas coloridas nas pernas de pais e filhos e ao som de uma música dançante os participantes  tentarão estourar as bexigas dos demais.

Brincadeira do nó do afeto:

Brincadeiras para o dia dos pais

  • Nessa brincadeira filhos e Pais fazem uma roda, dão as mãos aleatoriamente. Depois disso, farão um grande nó. Para sair dessa embolação, não podem soltar as mãos e precisam pensar juntos em estratégias para desfazer este nó.

Não deixe de conferir: Murais comemorativos ao dia dos pais

Dinâmica para o dia dos pais: CASA, MORADOR E TERREMOTO

O objetivo desta dinâmica é fazer com que os jovens que participarão de uma assembléia ou reunião do tipo se soltem e participam mais soltos .

Participantes:

  • De 5 trios para cima mais 2 pessoas . Exemplo: 6 trios (6×3 18 pessoas) + 2 pessoas . Total 20 pessoas .

Tempo Estimado:

  • Até que a mesma pessoa sobre três vezes .

Modalidade:

  • Quebra Gelo.

Material:

  • uma cadeira ou banco e um espaço não muito apertado.

Descrição:

  • O ANIMADOR fica encima da cadeira ou banco explicando para que se formem os trios, sendo que em cada trio ficam duas pessoas, uma de frente para outra, de mãos dadas e a terceira pessoa no meio das duas . Após formado todos os trios, tem que ficar sobrando uma pessoa ( somente uma pessoa ) .
  • O ANIMADOR vai descrevendo os papéis de cada um . Aqueles que estão no trio no meio das duas pessoas serão os MORADORES, os que estão de mãos dadas serão as CASAS e aquele que sobrou deverá, após o comando, fazer parte de uma CASA ou ser um MORADOR . Os comandos: 1.o) Quando o ANIMADOR falar MORADOR, aí os MORADORES de cada trio deverão sair de suas CASAS e procurar outra, aquele que estava de fora aproveitará e procurará uma nova CASA . 2.o)
  • Quando o ANIMADOR falar CASA, as CASAS deverão deixar seus MORADORES e procurar outro MORADOR mas só pode sobrar uma pessoa, se sobrar duas pessoas os integrantes da CASA poderão virar um MORADOR . 3.o) Quando o ANIMADOR falar TERREMOTO aí vai ser uma bagunça geral, tanto os MORADORES quanto as CASAS deverão se desmanchar por completo e formarem novas CASAS e novos MORADORES.
  • Aquela pessoa que sobrar três vezes deverá pagar um mico pré determinado ou não.

Possíveis questionamentos:

  • Vocês se concentraram para entendimento da dinâmica ?
  • Houve algum tipo de vantagem ou combinação, tipo panelinha, para que o amigo mais próximo não sobrasse ?
  • Houve respeito na hora da explicação da dinâmica ?
  • Alguém se preocupou de incentivar os mais tímidos a participarem da dinâmica ?

Brincadeiras e Dinâmicas dia dos pais divertidas

Brincadeiras e Dinâmicas dia dos pais divertidas
Brincadeiras e Dinâmicas dia dos pais divertidas

Telefone sem fio

Número de participantes: a partir de 4
As crianças devem ficar em círculo ou enfileiradas. A primeira cria uma mensagem e fala no ouvido da próxima. A mensagem vai passando adiante, cada um dizendo aquilo que entendeu. O último participante deve dizer, em voz alta, o que ouviu. Se estiver correto, o criador da mensagem vai para o fim.

Mímica

Idade: a partir de 5 anos
Número de participantes: a partir de 4
Divida as crianças em dois times. Um participante deve se dirigir ao grupo adversário, que irá falar alguma palavra. A criança tem três minutos para representar, apenas com gestos, e o time deve adivinhar. O time que acertar mais, ganha.

Boliche

Idade: a partir de 3 anos
Número de participantes: a partir de 2
Faça os pinos com garrafas pet, cheias até a metade. Depois, com uma bola, o jogador deve tentar derrubá-las. Em cada rodada, o participante pode tentar duas vezes.

Morto-vivo

Idade: a partir de 4 anos
Número de participantes:a partir de 4
Coloque as crianças em uma fila. Uma delas (que precisa estar fora da fila) ou você mesmo, fica de frente. Quando disser “morto”, elas devem se abaixar. E quando for “vivo”, elas precisam estar de pé. O condutor deve ir alternando as palavras e a velocidade. Quem errar, está fora da brincadeira.

Bolhas de sabão

Idade: a partir de 2 anos
Número de participantes: a partir de 1
Misture duas colheres de sopa de detergente em um copo de água. Mexa bem e com um canudinho assopre. Quanto mais devagar a criança assoprar, maior ficará o bolha.

Amarelinha

Idade: de 7 a 10 anos
Número de participantes: a partir de 1
Faça o desenho da amarelinha no chão e enumere os quadrados de 1 a 10. A criança joga uma pedra na primeira casa e, em um pé só, a pula e vai até a última. Na volta, pega a pedra do chão. Na próxima rodada, joga a pedra na casa 2 e vai até o fim em um pé só. E assim sucessivamente. Não pode colocar o segundo pé no chão, nem errar a casa.

Estátua

Idade: a partir de 2 anos
Número de participantes: a partir de 3
Uma das crianças é escolhida como o chefe e as outras devem estar posicionadas de frente para ele. O chefe designa qual será a estátua. Pode ser de cachorro, passarinho, gato, cobra… Então, quem está no comando escolhe a estátua mais bonita, mais feia ou mais engraçada. Pode-se também colocar uma música para tocar e quando o chefe aperta o stop, todos param! O chefe vai a cada jogador e os provoca. Quem se mexer, perde!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *