<

Modelos atômicos

O átomo é a unidade de matéria que tem um núcleo central de carga elétrica positiva, envolvida por uma nuvem de eletrões de carga negativa.


O estudo que engloba todas as descobertas e cálculos referentes aos átomos e seu comportamento peculiar está nos modelos atômicos.

O que é um átomo?

O átomo é a unidade de matéria que tem um núcleo central de carga elétrica positiva, envolvida por uma nuvem de eletrões de carga negativa.

O núcleo do átomo é composto por neutrões e protões. Estes eletrões estão unidos ao núcleo por força eletromagnética.

Veja ainda: Lançamento oblíquoLei de Hooke.

O que são modelos atômicos?

Os modelos atômicos são as características dos átomos estudadas por cientistas para entender sua composição e forma de comportamento.

O cientista John Dalton, no ano de 1808, apresentou uma explicação sobre a propriedade da matéria. Foi a primeira teoria atômica, base para o modelo atômico conhecido hoje.

Os modelos atômicos já apresentava seus primeiros sinais de pesquisa, na antiguidade. Os pensadores Demócrito (460 a.C) e Leucipo (500 a.C) tiveram a ideia de que haveria um limite para o pequeno espaço das partículas.

Os pensadores diziam que tão pequeninas que não teriam condições de se dividir. E a esta pequena partícula foi dada o nome de átomo. A palavra vem dos grego juntos, que significam o que não se pode dividir.

Modelo de Dalton

Os modelos atômicos teve mais uma contribuição em seus estudos com o químico John Dalton. Ele criou o Modelo de Dalton, também conhecido como modelo de bola de bilhar. Seus princípios são:

  • Toda substância é formada das pequenas partículas chamadas átomos.
  • Os átomos tem propriedades diferentes mas, todos os átomos em um mesmo elemento, são iguais.
  • Quando formam componentes químicos, os átomos não apresentam alteração.
  • Os atómos são permanentes e não se dividem. Eles não podem ser criados e nem destruídos.
  • A reorganização dos átomos são as reações químicas.

Modelo de Thomson

O físico Joseph John Tomson foi o primeiro que conseguiu o feito de dividir os átomos. Isto aconteceu quando ele estudava sobre raios catódicos.

Entre os modelos atômicos, o que foi descoberto por Thomson se chamou pudim de ameixa. Ele mostrou que os raios podiam ser visto como feixe de partículas carregadas com energia elétrica negativa.

Thomson sugeriu em 1887 que os elétrons era uma constituinte da matéria em nível universal. Ele apresentou o que seriam as primeiras idéias relacionadas a estrutura interna dos átomos.

Ele demonstrou que os átomos eram formados de cargas elétricas positivas e negativas, distribuídas de forma uniforme.

Assim ele criou a teoria da natureza elétrica da matéria. Ele observou que a relação entre carga e massa do elétron era a mesma em qualquer gás usado em suas pesquisas. Com estes feitos, em 1897, Thomson se tornou o pai do elétron.

Modelo de Rutherford

No ano de 1911, o físico Ernest Rutherfor, fez um experimento para criar mais entre dentre os modelos atômicos que iam surgindo.

Dentro de uma câmara metálica, ele colocou uma folha de ouro muito fina. Neste estudo, ele constatou que algumas partículas ficavam bloqueadas totalmente e outras não sofriam nenhuma mudança.

A maioria, ultrapassava a folhas mas sofrendo desvios. Isso era devido as forças de repulsão elétrica existente entre as partículas.

Conforme seus estudos, ele afirmou que o átomo era nucleado e sua parte positiva estava em um volume extremamente pequeno, que seria o núcleo.

O modelo atômico de Rutherford ou também conhecido como modelo planetário, funciona como a miniatura de um sistema planetário: os elétrons se movem em órbitas circulares ao redor do núcleo.

O modelo atômico Rutherford – Bohr

O físico Niels Henrick David Bohr, aperfeiçoou o modelo atômico de Rutherford que passou a ser chamado de modelo atômico de Bohr ou modelo atômo de Rutherford – Bohr.

Em seus estudos, Bohr estabeleceu que:

  • Os elétron que giram ao redor do núcleo, não fazem isso por acaso mas tem órbitas determinadas.
  • Mesmo sendo muito pequeno, a paior parte do átomo tem espaço vazio. O diâmetro do núcleo do átomo [e cem mil vezes melhor que o átomo todo. O fato é que os átomos giram tão rápido que tomam todo o espaço.

Quando acontece a passagem de eletricidade através do átomo, o elétron pula para a órbita maior e seguinte, voltando de uma órbita à outra.

Como entender os Modelos atômicos

Resolução de Exercícios sobre Modelos Atômicos


você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.