Datas Comemorativas, Educação Infantil, Plano de Aula

Plano de aula dia da mulher


Selecionamos nesta postagem algumas dicas e sugestões para o seu Plano de aula dia da mulher.

Se você está procurando Plano de aula dia da mulher– 8 de Março, você está no lugar certo, nesta postagem resolvemos disponibilizar para vocês várias modelos prontos para trabalhar com alunos da Educação Infantil e Ensino Fundamental.

Desde meados da década de 1960, convencionou-se comemorar o Dia Internacional da Mulher em 08 de março. Essa data é tida como símbolo de uma série de reivindicações e conquistas de direitos, sobretudo no âmbito trabalhista. Entretanto, a escolha dessa data para tal comemoração frequentemente está associada a equívocos ou a invenções históricas que precisam ser elucidadas.

Conta-se que, em 8 de março de 1857, 129 operárias morreram carbonizadas em um incêndio que ocorrera nas instalações de uma fábrica têxtil na cidade de Nova York. Esse incêndio teria, supostamente, sido intencional. O proprietário da fábrica, como forma de repressão extrema às greves e levantes das operárias, teria trancado suas funcionárias na fábrica e nelas ateado fogo. Essa história, contudo, é falsa e, obviamente, o 8 de março não está ligado a ela.

Não deixe de ver:

O fato é que o dia internacional da mulher ou dia da mulher é muito importante. Professores de todo o pais, principalmente da Educação Infantil, trabalham essa data na escola. E foi pensando nisso que selecionamos várias ideias e dicas para o seu Plano de aula dia da mulher, confira:


Plano de aula dia da mulher para Ensino Fundamental

Plano de aula dia da mulher para Ensino Fundamental
Plano de aula dia da mulher para Ensino Fundamental

Para alunos do 1º ao 4º ano do Ensino Fundamental.

Objetivos:

  • Conscientizar o aluno sobre a importância da figura humana. Valorizar a atuação da mulher na sociedade moderna.

Justificativa:

  • Valorização da Mulher.

Ações Desenvolvidas:

  • Pesquisa;
  • Releitura de obras famosas;
  • Poesias; Cartazes, cartões;
  • Jogral; Músicas;
  • Exposição de atividades no pátio da escola;
  • Acrósticos.

Plano de aula dia da mulher de História em PDF

Plano de aula dia da mulher para Ensino Fundamental


Plano de aula dia da mulher

As atividades sugeridas podem ser adaptadas para todas as séries do Ensino Fundamental.

Sugestões das atividades:

  • Fazer levantamento de mulheres pioneiras e que se tenham dedicado ao mundo da ciência, da tecnologia, da política, das artes e dos esportes – isso é importante para meninos e meninas criarem novos modelos.
  • Fazer levantamento na classe do número de mães e avós que trabalham e contribuem decisivamente para a renda familiar. Quais as profissões? Quantas horas trabalham? Quem ganha mais, o pai ou a mãe? Alguém tem vergonha de dizer que a mãe ganha mais do que o pai?
  • Levar para a classe ou pedir para a turma levar recortes de revistas femininas, masculinas e páginas de publicidade dos mais diferentes produtos com figuras femininas. Faça uma lista de personagens femininos da TV. Discuta com os alunos quais os modelos de mulher predominantes nos meios de comunicação.
  • Debater com a classe se a diferença entre os sexos acarreta diferenças reais de competências e habilidades (esse debate tende a pegar fogo!!!). Faça uma lista. Quais as consequências reais da maternidade para as mulheres e como deve ser tratada para não se tornar uma desvantagem?

Temas para pesquisa:

  • O papel da mulher na sociedade ao longo da História;
  • Sociedades matriarcais e patriarcais;
  • A história da luta das mulheres pela igualdade de direitos.

Plano de aula dia da mulher para 4º e 5º ano

Plano de aula dia da mulher para 4º e 5º ano
Plano de aula dia da mulher para 4º e 5º ano

Vamos começar a aula fazendo uma introdução sobre o Dia Internacional da Mulher:

O Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 08 de Março, tem uma história de lutas pela valorização da mulher, lembrando de sua força e sensibilidade para conquistar seu espaço na sociedade.

Assim, este dia está relacionado aos movimentos feministas que buscavam mais dignidade para as mulheres, tentando organizar uma sociedade mais justa e igualitária.

Apesar da discriminação contra a mulher ser bem antiga, é a partir da Revolução Industrial, em 1789, que os movimentos e reivindicações começam a crescer.

Tudo começou com a mobilização organizada por operárias de uma fábrica de tecidos em Nova York, Estados Unidos, em 8 de março de 1857. Neste dia, 129 operárias paralisaram suas atividades para reivindicar melhores condições de trabalho, redução de carga horária de 14 horas para 10 horas e direito à licença maternidade. A polícia e os donos da fábrica reagiram duramente, trancando essas mulheres no local e em seguida atiraram fogo, fazendo com que todas morressem carbonizadas.

A partir daí esse dia foi escolhido para ser o Dia Internacional da Mulher em homenagem a essas operárias, que representam as diversas lutas empreendidas pelas mulheres na sociedade.

Desenvolvimento do Plano de Aula:

  • Realizar uma pesquisa com uma senhora acima de 60 anos para saber as mudanças que ocorreram na vida das mulheres.

Plano de aula dia da mulher

  • Faça um acróstico com a palavra MULHER.

M

U

L

H

E

R

Exemplos de acrósticos

Os acrósticos são frequentemente usados como forma de expressar o romantismo, como o seguinte exemplo de um acróstico de amor:

Algo maravilhoso aconteceu em mim quando
Meus olhos encontraram os seus pela primeira vez
O mundo ganhou uma nova cor e o meu coração foi
Renovado depois de uma eternidade de solidão.

  • Crie um poema com o tema MULHER.
  • Faça uma pesquise sobre a lei Maria da Penha.

Por que ela recebeu esse nome? Para que serve?

Confeccione cartões dia da mulher:

Atividades dia internacional da mulherAtividades dia internacional da mulherAtividades dia internacional da mulherAtividades dia internacional da mulherAtividades dia internacional da mulherAtividades dia internacional da mulher

Plano de Aula Dia da Mulher – Sugestões de Atividades

Plano de Aula Dia da Mulher
Plano de Aula Dia da Mulher
  • Preparar o Cantinho do Jogo simbólico com vários materiais utilizados pela mamãe: roupas femininas, sapatos e bolsas, maquiagem; vassoura, panelas e fogão de brinquedo; computador de brinquedo, papéis e revistas, livros etc.
  • Em roda de conversa o professor motivará aos alunos dizendo que para comemorar o Dia da Mulher, irão pensar nas diferentes atividades que as mulheres fazem.
    Deixar que os alunos se expressem livremente, contando aos demais sobre a profissão de suas mães e de outras mulheres que vivem com eles. Ampliar a conversa chamando a atenção para as diversas profissões em que as mulheres atuam: médicas, professoras, motoristas, secretárias, desenhistas, domésticas, cozinheiras, cabeleireiras, dentistas etc. Salientar que todas as profissões são importantes e fazem diferença na sociedade, além de estarem relacionadas entre si.
  • Em seguida, propor que brinquem livremente no Cantinho.
    Propor um jogo de mímica, em que um aluno imita a mamãe para que os demais adivinhem o que ela está realizando. Garantir a participação de todos.

Mural

  • Finalizar a atividade propondo um Mural com o registro coletivo das muitas profissões femininas por meio de desenhos, colagens ou escrita espontânea dos alunos. O professor também poderá ser o escriba.

Veja mais:


Texto de Carlos Drummond de Andrade

As mulheres são fantásticas

A mãe e o pai estavam assistindo televisão quando a mãe disse:

– Estou cansada e já é tarde, vou me deitar !!!

Foi à cozinha fazer os sanduíches para o lanche do dia seguinte na escola, passou água nas vasilhas das pipocas, tirou a carne do freezer para o jantar do dia seguinte, confirmou se as caixas de cereais estavam vazias, encheu o açucareiro, pôs tigelas e talheres na mesa e preparou a cafeteira do café para estar pronta para ligar no dia seguinte.

Pôs ainda umas roupas na máquina de lavar, passou uma camisa a ferro, pregou um botão que estava caindo. Guardou umas peças de jogos que ficaram em cima da mesa, e pôs o telefone no lugar. Regou as plantas, despejou o lixo, e pendurou uma toalha para secar. Bocejou, espreguiçou-se e foi para o quarto. Parou ainda no escritório e escreveu uma nota para a professora do filho, pôs num envelope junto com o dinheiro para pagamento de uma visita de estudo e apanhou um caderno que estava caído debaixo da cadeira. Assinou um cartão de aniversário para uma amiga, selou o envelope, e fez uma pequena lista para o supermercado, colocou ambos perto da carteira.

Nessa altura, o pai disse lá da sala:

– Pensei que você tinha ido se deitar.

– Estou a caminho – respondeu ela. Pôs água na tigela do cão e chamou o gato para dentro de casa. Certificou-se de que as portas estavam fechadas. Passou pelo quarto de cada filho, apagou a luz do corredor, pendurou uma camisa, atirou umas meias para o cesto de roupa suja e conversou um bocadinho com o mais velho que ainda estava estudando no quarto. Já no quarto, acertou o despertador, preparou a roupa para o dia seguinte e arrumou os sapatos. Depois lavou o rosto, passou creme, escovou os dentes e acertou uma unha quebrada. A essa altura o pai desligou a televisão e disse:

-Vou me deitar.

E foi. Sem mais nada.


Plano de Aula Dia da Mulher para Educação Infantil – Símbolo de coragem e luta

Plano de aula dia da mulher
Plano de aula dia da mulher
O dia 08 de março é, desde 1975, comemorado pelas Nações Unidas como o Dia Internacional da Mulher em homenagem a todas as mulheres, pois neste dia, do ano de 1875, as operárias têxteis de uma fábrica de Nova Iorque entraram em greve ocupando a fábrica, para reivindicarem a redução da jornada de trabalho que era de 16 horas por dia para 10 horas.

Estas mulheres recebiam menos de um terço do salário dos homens, foram fechadas na fábrica, atearam fogo, matando cerca de 130 mulheres. Assim, neste dia comemora-se no mundo inteiro, o dia de reflexão e de luta da mulher por seus direitos.

A mulher com sua luta constante foi resgatando seus direitos e ocupando lugar na sociedade se destacando na política, esporte, justiça e outros, assumindo cada dia mais sua independência social.

Objetivo Geral

  • Conscientizar sobre a importância da mulher, repensando o seu papel e sua importância na sociedade com sua independência pessoal e profissional.

Objetivos Específicos

  • Mobilizar toda a Unidade Escolar sobre a comemoração do Dia da Mulher;
  • Reconhecer que a mulher ocupa um lugar muito especial na sociedade de um modo geral;
  • Divulgar por meio de cartazes, fixas, painel com mensagens específicas o valor e a importância de ser mulher;
  • Incentivar os alunos produzirem textos relacionados à mulher, confeccionar cartazes, pesquisar figuras que ilustrem os variados trabalhos realizados pelas mulheres para serem fixados no mural ‘Mulheres do Brasil”.

Desenvolvimento – Procedimentos Metodológicos

  • Antes de levar o projeto à sala de aula, compartilha-lo com as professoras para que todas participem.
  • Após determinação de tarefas com as mesmas, fazer a apresentação do tema aos alunos.
  • Sondar com eles, quais são as tarefas realizadas por suas mães: em casa, no trabalho, com os filhos, com o marido.
  • Pedir aos alunos para recortarem de revistas, figuras que ilustrem os variados trabalhos realizados pelas mulheres para serem fixados no mural proposto _”Mulheres do Brasil”.

O projeto se iniciará com a divulgação de:

  • Faixa na entrada da Escola;
  • Cartazes;
  • Mensagens;
  • Painel;
  • Mural.

Os alunos realizarão produções de texto, confeccionarão lembrancinhas com poemas e mensagens.

Recursos e Materiais:

  • Cartazes;
  • Textos;
  • Mural;
  • Livro;
  • Figuras;
  • Tesoura;
  • Cola.

Humanos:

  • Toda Unidade Escolar

Avaliação

Será feita através da participação e assimilação do tema proposto pelo projeto.


Plano de aula dia da mulher – situação social da mulher

Plano de aula dia da mulher
Plano de aula dia da mulher

Objetivo:

  • Identificar e entender as transformações do papel social da mulher.

Conteúdo:

  • As transformações da situação social da mulher, sociologia do comportamento

Desenvolvimento: 1ª etapa

Introdução

A constituição e a organização da estrutura familiar não são estáticas. No decorrer da história, as famílias já passaram por várias transformações. Em geral, essas mudanças implicaram alterações substanciais na situação e no papel social da mulher. Dessa maneira, elas tanto puderam arcar com as tarefas domésticas tradicionais quanto, na atualidade, desempenhar atividades anteriormente reservadas exclusivamente aos homens. Com base nesse plano de aula e na reportagem Elas estão de volta ao lar, investigue com seus alunos quais foram, nas últimas décadas, as transformações mais decisivas na situação social da mulher.

Comece a aula propondo uma discussão sobre a situação social da mulher na atualidade. Para estimular o debate, peça aos alunos para ler e discutir em grupo o texto abaixo, escrito pela socióloga Débora Carvalho.

TEXTO DE APOIO – A mulher: da esfera doméstica à esfera pública

Modernamente, a família sofreu grandes mudanças em decorrência da expansão do processo de industrialização verificado após os anos 1950 em muitos países. Parte dessas mudanças foi ocasionada pelo fato de a mulher começar a trabalhar no processo produtivo, adquirindo autonomia financeira e intelectual. Emancipada, ela conquista direitos semelhantes aos dos homens, que perderam em quase todos os lugares o papel tradicional de provedor do lar.
Esse fenômeno tem grande significado. Ao solapar o poder e o privilégio masculino no interior da relação familiar, ele contribui decisivamente para o aparecimento de uma situação nova, na qual os parceiros estão em posição de mais igualdade. Isso torna possível a supressão do autoritarismo masculino na relação familiar e contribui para o aparecimento de uma nova forma de organização da família, mais baseada na decisão de cada parceiro e no diálogo aberto. Tal fato está, por sua vez, diretamente relacionado aos valores e práticas de uma sociedade democrática. Se democracia é compartilhar direitos e deveres em situação de igualdade, então a nova estrutura familiar é democrática.

O sociólogo inglês Anthony Giddens constata, inclusive, uma alteração significativa nos motivos que levam à formação de um casal ou de uma unidade familiar. A relação não mais é estabelecida para garantir a sobrevivência material, como ocorria no casamento tradicional, com suas imposições e normas arcaicas, mas para os parceiros conquistarem e criarem vínculos afetivos, nos quais podem desenvolver suas potencialidades, de modo a poder viver conjuntamente com base em mútua decisão ancorada numa “comunicação emocional”. Giddens identifica a emergência de uma “democracia das emoções na vida cotidiana”, que seria tão importante quanto a democracia pública.

Conduza a discussão indagando se a moçada conhece os motivos sociais de tal transformação. Mostre que, para sociólogos como Göran Therborn ou para o demógrafo Emanuel Todd, a nova configuração familiar também resulta da expansão da educação formal e do acesso das mulheres à Educação Superior. Comente, ainda, que qualquer tentativa de entender a situação atual da mulher não pode desconsiderar a luta feminista, que desde a década de 1950 começou a batalhar pela conquista de novos direitos ou pela ampliação dos existentes, objetivando alcançar plena igualdade dos gêneros. Destaque a importância, nessa luta, da filósofa francesa Simone de Beauvoir, companheira do filósofo existencialita Jean Paul Sartre, que escreveu vários livros sobre a condição feminina, como O Segundo Sexo. Explique o significado de sua principal tese: a de que a noção de “feminino” é uma criação dos homens, que assim atribuem algumas qualidades inerentes às mulheres, a fim de imputar a elas certos papéis sociais, como a de mãe ou esposa amorosa. Conclua a aula pedindo para que todos escrevam um breve relatório sobre o assunto trabalhado.

Desenvolvimento: 2ª etapa

Nesta aula expositiva, explique que no Brasil também ocorreram mudanças na estrutura familiar. O núcleo familiar tradicional, composto por um casal e por seus filhos, predominou no país até meados do século 20. Comente como, nesse tipo de organização familiar, imperavam relações muito desiguais, nas quais o homem apresentava maior poder diante da mulher e dos filhos, já que desempenhava o papel de provedor. Saliente que esse modelo de homem provedor – figura central na estrutura patriarcal – paulatinamente perdeu força em detrimento do fortalecimento do papel da mulher, causado tanto por sua inserção no mundo do trabalho, que estimulou o aparecimento de uma maior igualdade entre os sexos no ambiente doméstico, quanto por sua rápida escolarização. Atualmente, as mulheres permanecem na escola em média 7,2 anos, enquanto os homens permanecem nela apenas 6,9, em média, segundo dados do IBGE.

Explique aos alunos que, apesar das transformações em curso, a mulher brasileira continua a ter maior parcela de responsabilidades, visto que em geral assume também os afazeres domésticos e a Educação dos filhos. Em seguida, procure mostrar como é notável o aparecimento de vários outros fenômenos associados á transformação do papel social da mulher. Procure exemplificar, mostrando números sobre o aumento de famílias em que a provedora é a mulher. Segundo dados do IBGE, o número de lares chefiados por elas aumenta incessantemente, pulando em dez anos de cerca de 20% para quase 30%.

Saliente, ainda, o aumento do número de famílias com pais ausentes, assim como a formação de famílias com membros que já foram anteriormente casados. E fale também sobre a diminuição do número de filhos por mulher nos últimos anos: se, em 1981, a taxa de natalidade no Brasil era de 4,4 filhos por mulher, em 2001 esse número caiu para 2,4, bem próxima à taxa dos Estados Unidos – que era, na mesma data, de 2,1. Indague a turma sobre as consequências mais marcantes desses fatos, realçando que a média nacional de pessoas por família caiu para 3,1.

Explique que o conjunto desses fatos contribuiu para a mulher conquistar maior paridade de poder tanto na estrutura familiar como nas atividades sociais. Em muitas sociedades, elas se consideram atualmente em condições de igualdade com os homens, ou seja, detentoras da liberdade, autoras de sua trajetória, donas do seu corpo e não se encontram mais subordinadas aos homens, como já o foram: inicialmente aos pais, enquanto solteiras, e ao esposo, depois de casadas.

Comente como, durante séculos, em virtude do modelo patriarcal, as mulheres foram privadas de uma vida pública efetiva, permanecendo à margem da produção cultural e da vida política. Aponte como isso se modificou na atualidade, visto que elas conquistaram a inclusão nessas atividades. Pergunte se, apesar dessas conquistas, ainda permanecem muitas diferenças entre os gêneros. Forneça à moçada alguns índices para reforçar a reflexão, destacando que, embora se verifique uma tendência geral para a igualdade dos gêneros no mercado de trabalho, as mulheres ainda ganham 28,4% menos do que os homens. Em 2008, a renda média dos homens foi de 1.172 reais, enquanto a das mulheres foi de 839 reais. No mesmo ano, os homens detinham 56,4% dos empregos.

Com base nos dados e nas análises efetuadas, questione se todas as mulheres tendem a voltar para os lares, abandonando as atividades públicas, como aponta a reportagem da Veja. Discuta se isso é uma tendência geral ou se é uma tendência apenas entre as mulheres pertencentes às camadas mais ricas da população. Para concluir, promova uma discussão a fim de verificar se isso também ocorre entre as camadas sociais menos favorecidas, destacando como as tendências gerais da sociedade podem ser contraditórias, variando conforme os grupos ou classes sociais. Para concluir, solicite aos alunos um relatório final sobre a questão examinada.

Avaliação 

Com base nos relatórios apresentados ao final de cada aula, verifique se os alunos entenderam o conteúdo discutido, examinando a coerência do texto e a correção dos argumentos apresentados.


Você gostou dos modelos e dicas para o seu plano de aula dia da mulher? Se gostou não deixe de compartilhar com seus amigos nas redes sociais.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *