Anos 70


O presente artigo tem por finalidade relembrar momentos importantes nos anos 70, construindo pontos consideráveis e de grande relevância na historia, dando ênfase nos principais assuntos que marcaram época.

INTRODUÇÃO

O ano 70 se constituiu na busca da liberdade, e principalmente a quebra de qualquer preconceito ou tabu que pudesse existir na época, bandas desfeitas, mortes de grandes nomes na musica, economia em um cenário de altos e baixos, uma época que a ingenuidade foi deixada para trás, ou seja, década de grandes acontecimentos em todos os âmbitos.

Veja também:

ECONOMIA

A economia nos anos 70 foi movimentada, uma conjuntura de altos baixos que se alastrou mundialmente com a crise do petróleo, grande fonte da produção econômica na época, o preço subiu consideravelmente, de USS 3, subiu para USS 12,  mais de 300%, afetando principalmente os países ocidentais, no ano de 1973.

O processo econômico da década de 70, também respaldou no plantio, conhecida como Revolução verde, grande desenvolvimento dos agrotóxicos e fertilizantes, produtos esses que são diariamente discutidos nos malefícios a saúde, esses fatos possibilitaram no crescimento da produção econômica.

Já no Brasil, passava-se pelo então “Milagre Econômico”, milagre esse que postergou a crise do petróleo que não foi sentida, mas como nem tudo são flores, em 1979, houve a segunda crise do petróleo, o Brasil sentiu o impacto.

Com o surgimento da Televisão, ocorreu uma grande popularidade nas programações televisas, gerando uma globalização de grande peso, aumentando importados e exportadores nos países

CULTURA E SOCIEDADE

A cultura e a sociedade basearam-se nas trocas de idéias e pensamentos na década de 70, o movimento hippie, por exemplo, perde suas forças no âmbito das ideologias, onde pregava que a falta de amor e compaixão ocasionava guerras, esse pensamento foi substituído pelo individualismo, mas alguns fatos foram totalmente de encontro com essa nova forma de pensar, como a criação de ONGS, gerando uma grande onda de solidariedade.

Tom Wolfe identifica a década de 70, como a “década do eu”,

A cultura foi marcada pela criatividade artística, criação de videogames árcades, a televisão se tornou cada vez mais popular, criando novelas e seres cômicas, como Selva de Pedra e Saramandaia, apesar de muitas transformações e criações importantes em vários segmentos, muitos citam que essa época houve grandes vazios culturais, pelo fato da censura ter tomado grande proporções na década.

O teatro tornou-se um grande marco de representatividade de resistência, o Teatro Arena, criado em 1960, foi fechado em 1972, pelo fato de se ter colocado contra os temas que atingiam diretamente militares e forças políticas na época, ou seja, o regime militar que ainda estava presente.

Houve a criação do Cinema Marginal, substituindo o Cinema novo, que diante do regime militar, não teve mais forças para continuar, o Cinema Marginal propunha filmes como:

  • O Bandido da luz Vermelha: Caso verídico, de um ladrão que entrava em condomínios de luxo em SP, assaltava e violentava mulheres
  • Matou a Família: Jovem, classe media, mata seus pais brutalmente, virando filme

O Cinema Marginal não teve vida longa por falta de investimentos e patrocínio, principalmente pelo fato de mostrar a realidade, apenas produções que exaltassem o Brasil e o Governo, eram patrocinadas

A cidade de São Paulo foi o grande palco para o surgimento do Cinema Brasileiro popular, em 1968, foi garantida o direito de exibição de filmes nacionais.

A pornochanchadas surgiu no auge da Ditadura, a mesma tinha um toque de construir situações para o publico se identificar nas cenas representadas, produtores, cineastas e o publico faziam parte da mesma realidade social, por isso tanta representatividade, mas muitos julgaram a pornochanchadas de apoiar um lado político de direita, ligada diretamente ao regime militar, pois as suas produções não contestavam ou passava nenhum tipo de revolta dos acontecimentos daquela época, servindo apenas para distrair a classe popular mais baixa, Classe essas desiludidas com o momento “milagre econômico”, milagre esse que afetou apenas os ricos, empresários, a classe media no geral, a sociedade estava desiludida.

TECNOLOGIA

A tecnologia deu um grande salto, marcada por inúmeras possibilidades, e criações surpreendentes, as criações do microprocessador, micro-ondas, emails, disquetes, tornaram a vida das pessoas mais praticas.

Outro salto foi à criação do Vídeo Game, deixando a criançada e os adultos de cabeça virada, o grande marco foi o Vídeo Game (PONG) que funcionava como uma espécie de jogo de mesa de tênis, criado em 1972, conquistou o gosto de muitas pessoas, sendo instaladas em vários bares da Califórnia.

Pong Atari anos 70

Em 1974, foi criada, pela Atari, uma nova versão, só que domestica o Home Pong, sua instalação podia se feita via televisão, e não necessitava de moedas para pode jogar, divertido não?

A evolução da TV em cores deu a grande oportunidade de transmitir o jogo da Copa do Mundo, havia aqueles que não tinham condições de comprar, e se reuniam em casa ou em bares para ouvir o jogo na radio.

Em 1976, foi fundada uma grande empresa de computação, que nos anos seguintes, ficou conhecida como a Apple

E você? Qual tecnologia marcou sua época nos anos 70?

MUSICA

Falar de música é sempre bom, se torna melhor ainda quando falamos da musica nos anos 70, época maravilhosa, época de grandes talentos, a musica representava uma revolução de idéias e quebras de “tabus”, como o movimento Punk, que teve sua influencia nos grupos musicais, a banda” SEX PISTOLS”, também veio para movimentar as estruturas da época, a mesma cantava musicas em opressão ao governo, a banda foi criada por um casal idealista.

A Era disco também teve sua marca, uma estilo totalmente dançante e popular, influenciou a criação de varias discotecas, combinando o Jazz e uma mistura com o Rock.

O amado Reggae teve sua explosão em 1972 na Jamaica, seu estilo foi ligado ao ritmo Calypso e latino- caribenho, artista renomado como Bob Marley, deixou grandes sucessos, One Love (1977), Jamming (1978), No Woman No Cry (1975), entre outras, infelizmente veio a falecer em 11 de maio de 1981, deixando um grande tributo.

Bob Marley anos 70

Nessa mesma época as bandas Beatles se separaram, e a morte repentina de Janis Joplen e Jimi Hendrix impactou o mundo da música, diante disso a música teve que se reencontrar, e se reencontrou a através do Rock pesado e progressivo, nomes como Led Zeppelen, AC/DC, e Pink Floyd, foram de grande sucesso.

No Brasil, o rock ainda estava engatinhando, não tendo tanto representantes ativos em sua frente, mas já contava com nomes de peso, Raul Seixas e Rita Lee.

Tim Maia, querido e excêntrico Tim Maia, um enorme sucesso Brasileiro, misturou em seu estilo o samba e o balão, os principais rits do artista foram: Azul da Cor do Mar (1970), Não quero Dinheiro (1971), Você (1971)

Jorge Bem Jor também Brilhou, com seu álbum Tabua de Esmeralda, Zé ramalho não fica por fora, total estouro.

Já deu pra perceber que as musicas dos anos 70 não dá mesmo pra serem esquecidas, continuam sendo sucesso até hoje, o que você esta esperando pra mergulhar nessas preciosidades da musica brasileira?

MODA

Os jovens da época cada vez mais independentes, seguindo seus próprios gostos particulares, demarcando sua forma de pensar no estilo, ou seja, a moda tinha a pegada independente de ser, a liberdade de escolher o que vestir e como vestir.

A moda foi marcada pela entrega total a roupa usada no corpo, os homens deixaram o estilo formal e mergulharam nas roupas coloridas, cheias de alegria, estilo esse criado pelo famoso estilista Emilio Pucci, as mulheres seguiram o estilo soltas, livres e despojadas, usando saias longas e curtas, blusas, macacões, batas, o gosto indiano teve bastante influencia nas modelagens, principalmente nas saias.

O estilo Unissex permaneceu, tomando o seu devido espaço, as calças boca de sino, sapatos plataformas, franjas, estampas com flores, faixas, pano na cabeça, advinda de uma influencia hippie, tomaram conta da época.

Moda anos 70

A moda teve grande influencia pelos movimentos Black Power e o punk, não se esquecendo das discotecas.

Os acessórios não podiam faltar para complementar o visual, como o salto plataforma, bijuterias, bolsas de franja, e etc… Estilos e acessórios bem diferentes dos anos 50, não é mesmo? A moda era totalmente independente, livre de amarras, tornando a moda mais eclética e acessível, acima de tudo.


você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.