<

Parasitismo


Parasitismo é uma relação ecológica interespecífica que ocorre em espécies diferentes que geralmente vivem na estrutura de alguns animais, ou seja, retiram seu alimento para propiciar energia, mas pode ser um fator causadora de danos. Vamos compreender melhor?

CARACTERÍSTICAS DO PARASITISMO

No parasitismo (aquele que come ao lado do outro) temos uma espécie que é chamada de parasita e uma espécie chamada de hospedeira, nessa relação de ambas, o parasita retira da hospedeira o seu alimento principal para propiciar fortalecimento e crescimento da espécie, ou seja, parasita, mas nesse processo a hospedeira não recebe absolutamente nada em troca, ou seja, apenas o parasita é beneficiado nessa relação sem troca, enquanto a hospedeira é apenas prejudicada, pois em sua estrutura total esta perdendo nutrientes importantes para sua sobrevivência e repassando tudo para a parasita.

O parasita nessa relação acaba se tornando dependente da hospedeira, pois é só dela que consegue retirar os nutrientes necessários para sobreviver, com isso os prejuízos já causados na hospedeira não pode levá-la a morte, pois também a afeta diretamente, com isso existe um processo chamado de adaptação ou coadaptaçao das partes.

A parasita precisa ter um controle para não explorar demasiamente a espécie hospedeira ao Maximo, adaptando em retirar apenas o que lhe é necessário, ou seja, os suplementos, nutrientes, assim, não provocando tantos prejuízos, a hospedeira com essa invasão toda, precisa também se adaptar, é mole? A parasita é uma intrusa, praticamente rouba os nutrientes da hospedeira e a mesma tem que se adaptar a esse processo, mas, é o processo natural da ecologia, a espécie precisa aprender a conviver com o parasita, mesmo sendo prejudicada, estranho não é?

Com isso existe 2 tipos de parasitas:

Ectoparistas:  Os ectopasitas sobrevivem sobre o corpo do animal, ou seja, do lado externo do mesmo, na superfície, temos como exemplo clássico os carrapatos que gostam dos animas de sangue quente, ou seja, além de invadir são exigentes enquanto o hospedeiro, temos como exemplo bois, vacas, e animais domésticos, como os cachorros, animas esses que mais sofrem com os parasitas, esses parasitas vivem misturados com a pele e os pelos dos animais, o carrapato ainda pequeno, em desenvolvimento, se joga na espécie  hospedeira, retira o sangue e volta para o solo, depois de algum tempo eles voltam para terminar o processo e acabar o seu desenvolvimento. Todo processo há uma nítida prejudicação ao hospedeiro, pois o carrapato retira o sangue do corpo do animal o prejudicando, apenas ele é beneficiado.

Lembrando que apenas um carrapato sozinho não é capaz de levar o boi, por exemplo, a morte, mas vários carrapatos têm essa capacidade, ocasionando feridas, infecções,

Endoparasitas: São parasitas que vivem no interior da espécie hospedeira, e pasmem, os hospedeiros é você, sim, você, nós, muitos ainda não sabem que esse tipo de parasita são de espécie humana, crescem no intestino podendo medir alguns metros consideráveis de comprimento, até 5 metros, elas podem se dividir em 2 tipos: Saginato e Solion, o homem pode adquiri-las através da alimentação de carnes cruas, como de porco, vaca, boi, pois o músculo pode estar contaminando ocasionando na entrada da parasita. Então tome muito cuidado ao comer alimentos crus. Além desses parasitas temos os vermes e as lombrigas. Os principais sintomas que esses parasitas ocasionam é a perda de peso, má nutrição, e se afetar crianças podem ser prejudicados no período de crescimento.

Segue a imagem dessa parasita tão simpática:

Doenças ocasionadas por esse protozoário

As doenças ocasionadas por esse protozoário podem ser:

Amebíase: Protozoários Entamoeba hystolitica, essa doença pode ser contraída a partir da ingestão de alimentos contaminados pela água e pela própria água contaminada, pode ocasionar diarréia extrema e alguns casos mais graves decorrer de perda de sangue

Malaria: O parasita é plasmodium, as células sanguíneas são infectadas, essa doença surge após a pessoa ser picada por um algum mosquito já contaminado ou algum produto sujo que entra contato direto com o sangue, como agulhas e seringas sujas, os sintomas são febre, calafrios, tonturas

Tricomoníase: É uma doença sexualmente transmissível, a entrada do parasita ocorre pelo não uso de preservativos, os sintomas são corrimento vaginal, coceira genital, e se não for tratada pode acontecer de ocasionar partos prematuros em mulheres grávidas, homens geralmente não apresentam sintomas.

Toxoplasmose: É causada pelo parasita toxoplasma gondii, essa parasita pode ser encontrada em fezes de animais, como gatos, o mesmo pode se hospedar em humanos e até mesmo em animais, a invasão pode ocorrer pela ingestão de alimentos e águas contaminadas, as pessoas infectadas pela primeira vez geralmente não apresentam sintomas específicos, ser forem picadas novamente pode trazer reações graves.

As parasitas entram, se acomodam, ficam sem nenhuma cerimônia, por isso é extremamente necessário o cuidado na hora da alimentação, principalmente para nos seres humanos, essas parasitas podem ocasionar com o tempo problemas muito graves no intestino, e no tecer dos animais, sempre é importante o acompanhamento e ajuda do profissional especifico para libertar das parasitas.

Outros artigos:


você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.