Disciplinas, Figuras de Linguagem, Português

Antítese


A antítese é uma figura de linguagem classificada como figura de pensamento. Consiste na aproximação intencional de palavras com sentidos opostos para dar mais intensidade à expressão.

Aliás, é essa a característica das figuras de pensamento. O significado por trás da ideia que recorre ao estímulo à imaginação do receptor da mensagem.

Se a função das figuras de linguagem, além de enfeitar expressões, dão outra intensidade às expressões, é isso que a antítese faz. Ao aproximar, em uma mesma frase, palavras com sentidos opostos, ela passa, com mais facilidade e de forma mais direta, a ideia do que está ocorrendo.

O que é Antítese:

Confira também: Com certeza ou concerteza.

Exemplos de antítese

Confira os exemplos e identifique o contraste entre palavras:

  • “Entre tapas e beijos, é ódio é desejo…”;
  • “Nas férias de julho, calor. No Natal, frio”;
  • “Uma hora você bate, outra você apanha”
  • “Quem bate esquece, quem apanha se lembra”;
  • “Fatos e boatos fazem parte da rotina de um profissional de imprensa”;
  • “Os humilhados serão exaltados”;
  • “Os últimos serão os primeiros”;
  • “Comigo é assim: ou tudo ou nada”.

Existe uma confusão entre a antítese e o paradoxo. Vamos verificar cada exemplo para explicarmos mais adiante a diferença entre elas.

A música em questão, de Leandro & Leonardo, da década de 1990, dá a ideia de que há uma constante entre violência e amor na relação. O segundo exemplo destaca as mudanças de tempo de acordo com cada época do ano. O terceiro exemplo mostra como as pessoas podem experimentar diferentes situações durante a vida, em que nem sempre todos os dias são de vitória. Exemplo semelhante vem a seguir, mostrando como uma pessoa pode ser vingativa e é importante pensar duas vezes antes de fazer mal a alguém.

No quinto exemplo, destaca-se a rotina do profissional tendo que lidar com o que é mentira e em busca do que é verdade. O sexto e o sétimo exemplos, retirados da Bíblia, seguem a mesma linha de pensamento dos exemplos 3 e 4, com tom de promessa de algo bom em detrimento de algo ruim que tenha ocorrido.

No último exemplo, a expressão é uma das mais utilizadas em nosso cotidiano e, geralmente, é empregada em situações em que a pessoa quer deixar bem clara a personalidade dela com o modo de fazer as coisas.

Antítese X paradoxo

Muitas vezes, essas duas figuras de linguagem são confundidas pela função que exercem. Ambas são figuras de pensamento. Porém, ao contrário do paradoxo, a antítese apenas aproxima termos opostos para dar mais intensidade à expressão, como já explicamos. A antítese não se trata de uma contradição.

Porém, o paradoxo é uma contradição intencional que serve para fazer o receptor refletir sobre o que está sendo dito. Contudo, não se trata de incoerência ocasionada por erro do interlocutor. Para saber mais sobre o paradoxo, clique neste link.

Para saber mais sobre outras figuras de pensamento, acesse este link e se aprofunde no assunto. Também explicamos mais sobre a figura de linguagem e damos vários outros exemplos como figuras sonoras, figuras de construção e figuras de palavras.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *