Disciplinas, Figuras de Linguagem, Português, Uncategorized

O que é Pleonasmo


O que é Pleonasmo?Pleonasmo refere-se a um tipo de linguagem utilizada para intensificar o significado de alguma palavra ou termo, repetindo-se a ideia ou a palavra em si.

Existem ao menos dois tipos de pleonasmo:

  • Literário
  • Vicioso

Vamos considerar o significado das duas:

Pleonasmo literário

O pleonasmo literário é utilizado para frisar uma ideia contida na frase. O pleonasmo literário usa da ênfase para prender o leitor ao assunto e é um recurso muito utilizado intencionalmente com o objetivo de dar importância a uma frase específica.

Exemplos de Pleonasmo literário:                                                               

“E ali dançaram tanta dança,

que a vizinhança toda despertou”.

Nessa música “Valsinha” de Chico Buarque de Holanda e Vinícius de Morais, temos um exemplo de pleonasmo.

No poema de Manuel Bandeira, na frase, “Chovia uma triste chuva de resignação”, o autor ao usar a palavra chuva, repete a ideia já contida no verbo chover (chovia chuva). Essa repetição foi usada para reforçar a intensidade do verbo chover. O verbo “chovia” não precisa de complemento, mas o poeta utilizou uma figura de linguagem para deixar claro que não estava falando de uma chuva qualquer, mas de “uma triste chuva de resignação”.

“Quando hoje acordei, ainda fazia escuro

(Embora a manhã já estivesse avançada)

Chovia.

Chovia uma triste chuva de resignação

Como contraste e consolo ao calor tempestuoso da noite”.

Também recomendamos: Sinestesia.

Pleonasmo vicioso

O pleonasmo vicioso, diferente do literário, é mais um vício de linguagem do que uma repetição. Geralmente, ao usar um pleonasmo vicioso, é muito provável que quem utilizou esse tipo de linguagem, não sabe o significado do uso da palavra utilizada.

No pleonasmo vicioso, a repetição das ideias não é necessária para dar sentido à frase. Os vícios de linguagem ocorrem, normalmente, por falta de atenção e pouco conhecimento dos significados das palavras pelas pessoas em geral.

Veja estes exemplos:

  • Sair para fora.
  • Encare seus problemas de frente.
  • Foi dividido em duas metades iguais.
  • A brisa matinal da manhã.
  • Entrar para dentro.
  • É preciso repetir de novo.
  • Subir para cima;
  • Fatos reais.
  • Protagonista principal;
  • Repetir de novo;
  • Planejar antecipadamente;
  • Descer para baixo;
  • Adiar para depois;
  • Surpresa inesperada;
  • Outra alternativa;
  • Ver com os olhos;
  • Elo de ligação;
  • Encarar de frente;
  • Conclusão final;
  • Há muito tempo atrás;
  • Consenso geral;
  • Todos subiram em cima do palco.
  • Filme baseado em fatos reais.
  • Vi com meus próprios olhos.
  • Hemorragia de sangue;
  • Panorama geral;
  • Demente mental;
  • Própria autobiografia;
  • Acabamento final
  • Certeza absoluta
  • Quantia exata
  • Nos dias 8, 9 e 10, inclusive
  • Juntamente com
  • Expressamente proibido
  • Em duas metades iguais
  • Sintomas indicativos
  • Há anos (meses, dias,etc.) Atrás
  • Vereador da cidade
  • Outra alternativa
  • Detalhes minuciosos
  • A razão é porquue
  • Anexo junto à carta
  • De sua livre escolha
  • Superávit positivo
  • Todos foram unânimes
  • Conviver junto
  • Facto real
  • Encarar de frente
  • Multidão de pessoas
  • Amanhecer o dia
  • Criação nova
  • Retornar de novo
  • Empréstimo temporário
  • Surpresa inesperada
  • Escolha opcional
  • Planear antecipadamente
  • Abertura inaugural
  • Continua a permanecer
  • A última versão definitiva
  • Possivelmente poderá ocorrer
  • Comparecer em pessoa
  • Gritar bem alto
  • Propriedade característica
  • Demasiadamente excessivo
  • A seu critério pessoal
  • Exceder em muito
  • Meio Ambiente
  • Protagonista principal;
  • Repetir de novo;
  • Sorriso nos lábios;
  • Cerca de quase;
  • Encarar de frente;
  • Goteira no teto;
  • Canja de galinha;
  • Um único;
  • Viúva do falecido;
  • Amanhecer o dia;
  • Novidade inédita;
  • Países do mundo;
  • Pescar peixe;
  • Antecipar para antes;
  • Manter o mesmo;
  • Opinião pessoal.

Em alguns casos, o uso de pleonasmo vicioso pode ser aceitável, como é o caso do pleonasmo de negação. Confira alguns exemplos:

  • “não encontrei ninguém”,
  • “não falei com ninguém”,
  • “não vi nada”,
  • “não sei nada”.

“A grande maioria” é considerado pleonasmo?

Nesse caso, não podemos dizer que a grande maioria é um exemplo de pleonasmo devido à diferença entre a grande maioria e a maioria. A maioria significa apenas o maior número, já a grande maioria refere-se a quase todos em um grupo, a esmagadora maioria.

Etimologia:

A palavra pleonasmo tem origem no latim pleonasmus e significa redundância. Do grego polys (muito) encontramos pleon, que por sua vez originou  palavra pleonasein, que significa “ser mais que o suficiente”. De pleonasein surgiu pleonasmos, que em português perdeu o “s” final e ganhou o significado de “repetição”.

Redundância, tautologia e pleonasmo

Existem similaridades entre as palavras redundância, tautologia e pleonasmo. Redundância pode significar excesso de palavra e tem o conceito menos específico que tautologia e pleonasmo.

Significado de redundância: Redundância, segundo o dicionário, é um substantivo feminino que indica aquilo que é dito ou feito em excesso, tornando-se repetitivo.

A origem da palavra redundância vem do latim redundantĭa e redundare, que significa “voltar”.

Quando acontece o emprego de redundância, geralmente é em situações que as informações já tenham sido fornecidas e voltam novamente a ser mencionadas. A redundância também pode estar relacionada com o uso da palavra pleonasmo que é figura de linguagem que intensifica a ideia de um termo através da repetição das palavras ou da própria ideia contida nele.

Significado de tautologia: A tautologia consiste na repetição de uma ideia, em um emprego de palavras viciosas, com terminologia própria da Lógica e da Retórica. É o emprego de palavras diferentes, com significados iguais, repetindo o que já foi dito. A tautologia é o termo que se dá para definir um dos vícios, e erros, mais comuns de linguagem.

É utilizada para repetir uma ideia, de maneira viciada, com palavras diferentes, mas com o mesmo sentido. A tautologia também é utilizada em matemática, como um conceito do raciocínio lógico-matemático, formando as chamadas preposições compostas, formadas pela tautologia, contradição e contingência.

Essa palavra é proveniente do grego tautologos, que une os termos tautos, que significa mesmo ou idêntico, e logos, que é palavra, ou o que foi dito. A tautologia também é usada pela filosofia quando se faz uso do mesmo argumento repetidamente na manifestação do pensamento.

Significado de pleonasmo: pleonasmo é utilizado como uma forma de redundância com repetição de ideias ou palavras com o mesmo sentido. Revela-se constantemente em pequenas construções frásicas da linguagem corrente e, sobretudo, popular. Os pleonasmos podem ser características de certas classes sociais ou grupos regionais.

Há diferentes tipos de pleonasmos:

  • Evitáveis, como: descer para baixo e avançar para a frente;
  • Estilísticos: Ó mar salgado… ou  Ele viu com os seus próprios olhos;
  • Comuns e expressivos, como: Eu digo-te isto só a ti.

Compreendeu o que é um pleonasmo? Para saber mais sobre figuras de linguagem, continue em nosso blog.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

x