Relatórios

Modelo de Relatório Individual do Aluno


Modelo de Relatório Individual do Aluno: O relatório individual do aluno é um documento cuja finalidade é mostrar o desempenho do discente durante um ano, semestre ou bimestre letivo (variando de acordo com a instituição de ensino), confira nesta postagem um Modelo de Relatório Individual do Aluno:

Não deixe de ver:

Sugestões para Relatório Individual do aluno – Como Iniciar

  • Com base nos objetivos trabalhados no bimestre, foi possível observar que o aluno…
  • Observando diariamente o desempenho do aluno, foi constatado que neste…
  • A partir das atividades apresentadas, o aluno demonstrou habilidades em…
  • Com base na observação diária, foi possível constatar que o aluno…

Modelo de Relatório Individual do Aluno – 01

O (Nome do Aluno) é um menino inteligente, observador e perspicaz. Neste semestre ele se destacou ainda mais na área das Artes. Gosta muito de desenhar e criar personagens para seus jogos; consegue entrar com facilidade no mundo do imaginário, sem se ater a ele, pois distingue a diferença entre o mundo de seus sonhos e a realidade. Possui um bom desenvolvimento artístico e lógico. Tem aprimorado cada dia mais seu campo visual, dimensão, proporção, lateralidade, noções de perspectivas e estratégia. Elabora bem sua produção artística usando todos os meios possíveis para se expressar com clareza por meio dela. Não gosta de colorir seus desenhos, pois já quer começar outro desenho aperfeiçoado. É detalhista em suas produções artísticas, mas não me parece ser assim com as outras disciplinas, na maioria das vezes só faz o que gosta. Após começo do acompanhamento psicopedagógico, ele se sentiu mais seguro e capaz de interagir com seus colegas e sentindo-se capaz de realizar as atividades por meio das habilidades artísticas. Antes desse acompanhamento, apresentava sérias dificuldades de interação com todos na escola, sempre calado e sozinho. Passou por um processo intermediário, ora era calado e fechado, ora explodia em brincadeiras e chamava a atenção de todos os colegas, tornando quase impossível a continuidade da aula. Suas atitudes nesses momentos foram muito prejudiciais ao seu desenvolvimento cognitivo, mas produtivo para sua inteligência emocional. Como é um aluno que gosta muito de artes, ele foi eleito junto com outro coleguinha, para ajudar a professora de artes a organizar e montar a exposição dos trabalhos artísticos de toda a classe para o Evento Cultural. Agora que encontrou o equilíbrio ele voltou a desenvolver-se em sua totalidade. É uma criança cômica que gosta de provocar seus colegas. Mas está aprendendo e respeitar as diferenças de cada e brincar com todos sem ferir.

NOTA: Esse relatório é um exemplo de registro que o professor pode elaborar para colocar no Portfólio de Aprendizagem da Escola. Com ele, os próximos professores terão elementos para analisar as competências que o aluno já desenvolveu e as que deverão ser desenvolvidas. A periodicidade pode ser bimestral, semestral e anual. Lembre-se de que cada professor elabora o seu de acordo com as necessidades de seus alunos. Esse aqui é apenas um exemplo.


Modelo de Relatório Individual do Aluno – Educação Infantil

XXXXX  obteve avanços no seu processo de aprendizagem por intermédio do Projeto Quem canta seus males espantam. Vem desenvolvendo sua sociabilidade e exercitando sua capacidade de acatar as regras de convivência em grupo, apresentou desenvolvimento psicomotor compatível com sua idade e adquiriu conceitos de conteúdos lógico-matemático contado os objetos em sala de aula no momento das brincadeiras de blocos de madeiras e jogos de encaixe.

É uma criança muito observadora e curiosa , gostou de atividades ao ar livre, correr, pular, enfim, de estar sempre em movimento, XXXXX  brincou com os amigos e suas brincadeiras preferidas são sempre coletivas, onde pode interagir com o grupo, compartilhando brinquedos com os seus  amigos.

Tomou a iniciativa nas atividades desenvolvidas em grupo e gostou de estar em evidência, gostou de ajudar, é prestativo e fica muito contente quando é escolhido o ajudante do dia.

Pedro Henrique não gostou de ter suas vontades contrariadas, e mostra-se impaciente, quando tem que esperar sua vez de participar, nestas ocasiões procuramos conversar com ele e explicar que todos terão sua vez, sua oportunidade de participar.

Pedro Henrique  se mostrou muito criativo e demonstrou toda sua criatividade, não só nas construções de bonecos, carros, dinossauros e casas com jogos de montar, como também  em seus desenhos, que são sempre muito coloridos .

Nas refeições alimenta-se bem.

Na hora do descanso dormir com tranquilidade.

Mostra-se sempre muito falante, relatando suas experiências fora da escola. Algumas vezes usa de muita imaginação, ao relatar situações ocorridas com os amigos durante as atividades fora de sala, e, às vezes, se faz necessário um atendimento individualizado para redirecionar o foco de sua atenção e um pedido incisivo para que interrompa seu “discurso” esse comportamento, algumas vezes, prejudica seu desempenho.

Durante as atividades realizadas do projeto: Que Canta seus males espantam, ele gostou muito de brincar com os instrumentos musicais, fez o uso da flauta para acompanhar algumas musicas como “a barata diz que tem” e “foi na loja do mestre André”. Conseguiu identificar alguns ruídos através do Cd “ Sons da natureza” sons como: Pássaro, chuva, carro e buzina. Nas atividades que foram utilizadas musica como Pintinho amarelinho, A canoa virou e a sopa da palavra cantada, a criança as realizou muito bem, cantou e colou os objetos que a musica pedia musica no cartaz.

Na historias contadas onde foram utilizados diferentes tipos de sons como agudo e grave, ele se divertiu pegando os fantoches da historia Cachinhos de Ouro e imitando as vozes dos personagens.

Na sexta cultural apresentamos o musical “A barata diz que tem” e ele ficou com a flauta, tocou e dançou no ritmo da musica de forma espontânea do jeito que ensaiamos.


Não deixe de ver:

Modelo de Relatório Individual do Aluno – Relatório Individual do Processo de Aprendizagem e Desenvolvimento da Criança

XXXX neste III trimestre se mostrou tranquila todo o tempo, estabeleceu relações de amizade entre os colegas, emprestou brinquedos e partilhou materiais. Se ofendida, apenas chora, sem comunicar seu sofrimento, foi necessário que a professora a orientasse, se quando algo ocorresse dessa forma era necessário que ela a comunicasse. A comunicação da XXXX foi incentivada pela professora, que sempre a convocou a falar, a participar através de incentivos e perguntas. A criança demonstrou quietude, demonstrando predileção por alguns amigos como a Vitória e a Maria Eduarda. Movimentou-se por intermédio de músicas (dança), brincadeiras em sala e no pátio demonstrou desenvolvimento dos grandes músculos e da coordenação motora fina. Demonstrou interesse durante as atividades realizadas, pois ficou atenta às histórias e respondeu as perguntas feitas.

XXXXX apresentou uma criança criativa e sua criatividade, é observada no momento em que brinca com blocos, quando disse que tinha feito a sua casa empilhando um bloco em cima do outro.
Nas refeições alimenta-se bem.

Na hora do descanso dormiu com tranquilidade.

Fizemos um passeio ao Parque Flamboyant e para a Chácara, onde as crianças tiveram contato com a natureza, com brinquedos, com outras crianças, jogaram futebol, brincaram na piscina, andaram e correram pela grama. XXXX participou de todas as atividades desenvolvida, foi um dia diferente para a criança.

Durante o projeto “ Quem Canta seus Males espantam”, XXXX mostrou-se muito interessada, principalmente na historia de “Cachinhos de Ouro”. Ela até arriscou recontar a historia segurando os fantoches. No uso dos instrumentos musicais ela deus preferência aos coquinho, por causa da musica do Macaquinho:

  • O coqueiro é muito alto
  • E começa a balançar
  • E os coquinhos, uns nos outros
  • Vão batendo sem parar
  • Macaquinho, bate, bate seu coquinho
  • Macacão, bate, bate seu cocão

Ela cantava a musica batendo os coquinhos um no outro. Foi percebido que este projeto veio contribuir para a ampliação do vocabulário, na percepção auditiva e na interação, conhecendo instrumentos, reconhecendo sons dos instrumentos musicais e músicas variadas.

Na Avaliação institucional XXXX quase não contribuiu. Algumas atividades da Avaliação eram através de entrevista e por mais que a incentivássemos ela não respondiam as perguntas feitas pela professora (Que Alimento você mais gosta na creche?) (Qual é a sua brincadeira favorita? ). Nessa atividade ela apresentou muita dificuldade, mas a criança conseguiu se expressar a sua maneira.
Em Nossa sexta Cultural “ A barata diz que tem” XXXXX mostrou-se alegra nos ensaios e fez uma bonita apresentação. Cantou e tocou seu instrumento musical conforme foi ensinado pela professora.

A criança também se familiarizou com as musicas natalinas que estamos ensaiando para a cantata de Natal.


Recomendo também:

Modelo de Relatório Individual do Aluno – Relatório individual para Educação Infantil

(Nome da Criança) é uma criança ativa e participativa. Observamos um desenvolvimento significativo em várias linguagens trabalhadas nesse bimestre, comunica-se com os colegas e professoras com clareza expondo suas opiniões e preferências em brincadeiras e nas diversas atividades, na roda de conversa fala sobre o seu dia-a-dia espontaneamente, sempre e solicitado para transmitir recados para a professora pela facilidade de se expressar, é solidários com os companheiros auxiliando sempre quando os veem tristes ou necessitando de algo. Brinca com seus parceiros de brincadeiras Bob e Stuart onde criam várias brincadeiras, principalmente de pega-pega, correndo com agilidade. No parque explora e observa as plantinhas e pequenos insetos que vivem no gramado. Na sala de aula está sempre atento as explicações nos vários momentos da rotina.


Modelo de Relatório Individual do Aluno

Relatório Final do aluno:

O referido aluno apresenta grande dificuldade de comunicação, não se socializa com os colegas, inicialmente em fevereiro (início das aulas) foi recebido na turma no nível muito baixo de desempenho – pré-silábico com muita dificuldade de aprendizagem, não identificava letras nem fazia correspondência de som/palavra.

Durante as aulas, as atividades propostas para a turma era dispensada pelo aluno, não mostrava interesse, nem estímulo em resolvê-las, o aluno também não trazia as atividades de casa resolvidas.

Os professores juntamente tentaram com aulas lúdicas, visitas domiciliares, reuniões, conversas individuais, reforço escolar, mudar um pouco o quadro/diagnóstico do aluno para que o mesmo se sentisse inserido na turma.

Pouco a pouco houve uma mudança significativa de socialização, começou a participar mais das ações, conversava no reforço individual e conseguia por alguns momentos ler palavrinhas estabilizadas de no máximo três sílabas simples, além de aprender o nome completo.

Permanece neste final de ano letivo, reconhecendo todas as letras, formulando algumas palavras com ajuda do professor, fala e escreve os números e demonstra possibilidades de melhoria, mas não o suficiente para agir com autonomia de escrita nem de leitura ainda.

Acreditamos que com um acompanhamento profissional e da família mais constante e diferenciado, o aluno possa ao longo do ciclo de alfabetização obter melhorias e avançar na aprendizagem.

Dezembro de 2017

______________________________________

Assinatura do professor


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *