Educação Infantil, Plano de Aula

Planejamento Anual para Berçário


Esta fase é marcada pelo toque corporal, pelo tom de voz e expressão, ou seja, todas estas relações constituem ponte para que o bebê ao observá-las possa interagir e agir sob o meio cultural que o cerca. Deste modo, atividades criativas são importantes canais de possibilidades de aprendizagem e nesta postagem selecionamos para vocês algumas sugestões para o Planejamento Anual para Berçário 1 e 2.

Como Fazer o seu planejamento de aula?

Como Fazer o seu planejamento de aula?

Um plano de aula é um instrumento de trabalho do professor, nele o docente especifica o que será realizado dentro da sala, buscando com isso aprimorar a sua prática pedagógica bem como melhorar o aprendizado dos alunos.

Veja ainda:

Planejamento Anual para Berçário – 6 meses a 1 ano e quatro meses

Sabe-se que o primeiro contato que a criança tem com a escola é um momento único e especial, tanto para a família quanto para a escola. Partindo desse pressuposto, nós educadores recebemos as crianças com o maior afeto possível, demonstrando simpatia e principalmente mostrando segurança para os pequenos iniciantes do convívio escolar.

Ficar bem no berçário, sem chorar (nem sofrer), envolve muitos fatores e, basicamente, os sentimentos de duas pessoas: mãe e filho, por isso, sugere-se destinar dois ou três dias para a mãe participar dos cuidados de seu filho, enquanto observa como as outras crianças são tratadas pela equipe do berçário. A criança em poucos dias sentir-se-á segura aceitando o novo ambiente e as pessoas com quem terá um novo convívio

O período de adaptação varia de criança para criança, e deve ser avaliado individualmente.

Para ter acesso ao “Planejamento Anual para Berçário – 6 meses a 1 ano e quatro meses” completo, elaborado pela Prefeitura da Estância Turística de Avaré, confira o link a seguir e baixe em PDF:


Planejamento Anual para Berçário 1

JUSTIFICATIVA

Esta fase é marcada pelo toque corporal, pelo tom de voz e expressão, ou seja, todas estas (re)ações constituem ponte para que o bebê ao observá-las possa interagir e agir sob o meio cultural que o cerca. Deste modo, atividades criativas são importantes canais de possibilidades de aprendizagem.

CONTEÚDOS

  • Ampliação do conhecimento de mundo manipulando e explorando diferentes objetos e materiais como texturas, tecidos, massinha de farinha de trigo, tinta a base de anilina e trigo, etc; Observação e identificação de imagens diversas;
  • Estimulação verbal, através de conversas, audição de músicas, sons de brinquedos, etc;
  • Estimulação visual, através de objetos coloridos, vídeos e livros de histórias com sons e coloridos;
  • Incentivo e estimulação com brinquedos de encaixe;
  • Músicas com gestuais e cantigas de roda;
    Incentivo à oralidade com músicas, histórias, conversas, etc;
  • Estimular a autonomia e identidade através do reconhecimento da imagem (atividade com espelho);

OBJETIVOS:

  • Transmitir ambiente acolhedor e seguro;
  • Trabalhar capacidades expressivas;
  • Desenvolver formas alternativas de consciência corporal;
  • Desenvolver formas alternativas de locomoção;
  • Relação de independência com o ambiente vivido;
  • Explorar e utilizar movimentos de preensão, encaixe, lançamento, etc;
  • Expressar sensações e ritmos corporais através do gestual e linguagem oral;
  • Desenvolver a audição, percepção e descriminação das diversas manifestações sonoras

AVALIAÇÃO

A avaliação será contínua, levando em consideração os processos vivenciados pelas crianças, constituindo-se em um instrumento de reorganização de objetivos, conteúdos, procedimentos, etc. Todo este trabalho será feito através de observação e registro dos progressos dos pequeninos.


Planejamento Anual para Berçário 2

JUSTIFICATIVA

Fase marcada pela descoberta gradual da percepção da gerência das próprias ações através do meio que o cerca. Assim, as atividades para esta fase, devem ser pontuadas com oportunidades em que as crianças possam gradualmente dirigir suas próprias ações, ou seja, as crianças aprendem sobre sí mesmas, suas próprias competências e estabelecem uma relação de interação e confiança com o outro mais próximo, aprendendo desta forma a lidar com com a realidade.

CONTEÚDOS

  • Estimulação verbal, através de conversas, audição de músicas, sons de brinquedos, contos de histórias curtas, etc;
  • Incentivo a garatujas através de trabalhos manuais como pintura com lápis de cor, giz de cera e tinta guache;
  • Estímulo a traçados simples para coordenação motora;
  • Estimulação tátil com trabalhos manuais com massinhas e argila;;
  • Reconhecimento visual e tátil através de objetos coloridos, vídeos e livros de histórias com sons e coloridos;
  • Incentivo e reconhecimento de brincadeiras com brinquedos do tipo encaixe e monta-desmonta;
  • Apresentação de cores;
  • Músicas com gestuais e cantigas de roda;
  • Brincadeiras de imitação;
  • Incentivo à oralidade procurando ampliar o vocabulário com músicas, histórias, conversas, etc;
  • Realizações de pequenas ações cotidianas para que obtenha autonomia gradualmente;
  • Brincadeiras livres na sala, no parquinho, para que possa escolher objetos, e espaços agradáveis, etc;
  • Estimular a autonomia e identidade através do reconhecimento da imagem (atividade com espelho);
  • Interagir socialmente por intermédio de brincadeiras e jogos que estimulam a criança trocar objetos;
  • Respeito a regras, limites e boas maneiras, etc;
  • Participação e interesse em situações que envolva a interação social;

OBJETIVOS

  • Transmitir ambiente acolhedor e seguro;
  • Trabalhar capacidades expressivas;
  • Desenvolver formas alternativas de consciência corporal;
  • Relação de independência com o ambiente vivido;
  • Explorar e utilizar movimentos de preensão, encaixe, lançamento, etc;
  • Expressar sensações e ritmos corporais através do gestual e linguagem oral;
  • Desenvolver a audição, percepção e descriminação das diversas manifestações sonoras;
  • Promover o desenvolvimento da coordenação motora grossa da criança;
  • Dar ênfase à musicas, parlendas, contos, historietas, rimas, conversas para o desenvolvimento da linguagem oral, etc;
  • Brincar;
  • Expressar desejos, sentimentos, necessidades, sentimentos, etc;
  • Relacionar-se progressivamente com seus pares e os demais;
  • Conhecer gradualmente seu próprio corpo, seus limites, sensações, etc

Planejamento Anual para Berçário – Para imprimir

Planejamento Anual para Berçário -Projeto Meu Querido Berçário, elaborado por Simone Drumond:

Planejamento Anual para Berçário

Planejamento Anual para Berçário

Planejamento Anual para Berçário

Planejamento Anual para Berçário

Planejamento Anual para Berçário

Planejamento Anual para Berçário

Planejamento Anual para Berçário

Não deixe de conferir:


Planejamento Anual para Berçário 1

OBJETIVOS

  • Transmitir ambiente acolhedor e seguro;
  • Trabalhar capacidades expressivas;
  • Desenvolver formas alternativas de consciência corporal;
  • Desenvolver formas alternativas de locomoção;
  • Relação de independência com o ambiente vivido;
  • Explorar e utilizar movimentos de preensão, encaixe, lançamento, etc.;
  • Expressar sensações e ritmos corporais através do gestual e linguagem oral;
  • Desenvolver a audição, percepção e descriminação das diversas manifestações sonoras;

CONTEÚDOS

  • Cuidados básicos de higiene e saúde;
  • Participação em brincadeiras de “esconder e achar e em brincadeiras de imitação”
  • Estimulação verbal, através de conversas, audição de músicas, sons de brinquedos, etc.;
  • Estimulação na hora do banho com conversas, cantos, nomear partes do corpo, etc.;
  • Estimular e incentivar a criança na buscar de objetos com mãos, arrastando-se ou engatinhando até que consiga andar;
  • Estimulação tátil, através de carícias e afago;
  • Estimulação visual, através de objetos coloridos, vídeos e livros de histórias com sons e coloridos;
  • Incentivo e estimulação com brinquedos de encaixe;
  • Interesse e incentivo em alimentos e comer sem ajuda (segurar a mamadeira ou copinho comas mãos);
  • Trocas de roupas e fraldas sempre que necessário;
  • Músicas com gestuais e cantigas de roda;
  • Incentivo à oralidade com músicas, histórias, conversas, etc.;
  • Realizações de pequenas ações cotidianas para que obtenha autonomia gradualmente;
  • Expressão e manifestação de desconforto ante a presença de urina e fezes;
  • Estimular a autonomia e identidade através do reconhecimento da imagem (atividade com espelho);

MOVIMENTO

INTRODUÇÃO

É a partir do primeiro ano de vida que o bebê realiza conquistas no plano de sustentação do próprio corpo, representadas em ações como virar-se, rolar, sentar-se, etc. Estas conquistas antecedem e preparam o aprendizado da locomoção.

OBJETIVOS

  • Oportunizar atividades pedagógicas através de gestos, posturas, ritmos para se expressar e se comunicar;
  • Explorar o movimento do próprio corpo em brincadeiras que envolva o canto, o andar, o correr e o pular;
  • Brincar e socializar;
  • Familiarizar-se com a imagem do próprio corpo;

CONTEÚDOS

  • Reconhecimento progressivo de segmentos e elementos do próprio corpo por meio da exploração, das brincadeiras, do uso de espelho e da interação com os outros;
  • Expressão de sensações e ritmos corporais por meio de gestos, posturas e da linguagem oral;

Para ter acesso ao  Planejamento Anual para Berçário 1 completo, elaborado pela Prefeitura da Estância Turística de Avaré, confira o link a seguir e baixe em PDF:


Planejamento Anual para Berçário e Maternal 1 em PDF

Confira no link a seguir uma super dica de planejamento anual para berçário para trabalhar IDENTIDADE E AUTONOMIA. 

Baixe em PDF – Clique Aqui.


Planejamento Anual para Berçário

Planejamento Anual para Berçário

Exploração dos objetos e brincadeiras:

Objetivo geral:

  • Criar um espaço educador, que convide a criança a brincar, que estimule o interesse e a participação das crianças;
  • Expor os objetos de forma que a criança possa socializar com o material, com o meio e com outras crianças.

Objetivo específico:

  • Explorar ambientes diversos;
  • Manusear diferentes objetos;
  • .Movimentar-se livremente em espaços variados;
  • Desenvolver a autonomia;
  • Estimular os sentidos.

Conteúdos

  • Exploração dos cantos lúdicos;
  • Contato com objetos e brinquedos variados
  • Atividades com diferentes texturas, formas, cores, tamanhos;
  • Brincadeiras cantadas, e brinquedos sonoros;
  • Explorar objetos sonoros, coloridos, com diferentes formatos.
  • Atividades diversas com espelhos.

Linguagem oral e comunicação 

Objetivo geral:

  • Oferecer à criança variadas situações de comunicação verbal para interagir e expressar desejos, necessidades e sentimentos por meio da linguagem oral.

Objetivo especifico:

  • Realizar comandos simples para execução;
  • Nomear objetos verbalmente;
  • Participar de situações de leitura;
  • Utilizar a linguagem oral para conversar, brincar, cantar, comunicar-se e expressar;
  • Estimula da fala por meio da interação com o outro por gestos, sinais, objetos, figuras e linguagem corporal.

Conteúdos

  • Cantar e contar histórias com diferentes entonações de voz;
  • Montagem de uma bebeteca;
  • Cantar músicas;
  • Leitura de histórias e livros infantis;
  • Imitação de sons;
  • Nomear verbalmente objetos e pessoas;
  • Falar com as crianças nos momentos da rotina,
  • Estimular por meio de sons o balbuciar dos bebes e a imitação de expressões faciais;
  • Leitura não convenciona! De figuras

Desafios corporais:

Objetivo geral:

  • Familiarizar-se com a imagem do próprio corpo;
  • Criar situações de equilíbrio e controle do próprio corpo;
  • Explorar as possibilidades de gestos e ritmos corporais;
  • Deslocar-se com destreza progressiva no espaço ao andar, engatinhar, arrastar-se, desenvolvendo atitudes de confiança nas próprias capacidades motoras.
  • Explorar e utilizar os movimentos de preensão e encaixe, lançamento, para o uso de objetos diversos.

Objetivo especifico:

  • Desenvolver o equilíbrio;
  • Reconhecer a imagem do próprio corpo;
  • Nomear as partes do corpo
  • Explorar movimentos corporais como: rolar, dançar, arrastar, puxar, entrar e sair.

Conteúdos

  • Atividades de encaixe, Desafios;
  • Atividades com circuito; Tapete de sensações/estímulos;
  • Espalhar objetos coloridos par que a criança tente alcançá-los ou mesmo pisar sobre eles; Oferecer pontos de apoio firme e seguros, para que a criança tente andar; Amparar a criança e colocá-la sentada buscando equilíbrio.

Identidade e autonomia:

Objetivo geral:

  • Valorizar a criança, construir sua identidade por meio das interações expressando seus desejos, vontades, desagrados e sentimentos desenvolvendo a autonomia.

Objetivo especifico:

  • Desenvolver a autonomia; Familiarizar-se com a imagem do próprio corpo, conhecendo progressivamente seus limites, sua

Unidade e as sensações que ele produz:

  • Relacionar-se com os colegas, professores e funcionários;
  • Construir sua identidade por meio das interaçòes socioculturais e da vivência de diferentes situações;
  • Estimular às expressões afetivas para consigo mesma e com as demais, incentivando-a a se expressar quando desejar manifestar algo (alimentação, proteção, abrigo, carinho e lazer);
  • Reconhecer a autoimagem;
  • Conhecer os gostos e preferências das crianças.

Conteúdos

  • Realização de pequenas tarefas;
  • Utilizar os momentos da rotina como a escovação e o momento da alimentação para diferentes aprendizagens;
  • Reconhecer os adultos que lhes cuidam;
  • Reconhecer os espaços onde ficam;
  • Relacionar-se e comunicar-se com o outro
  • Realizar suas escolhas;
  • Bater palmas e descobrir suas mãos com o olhar;
  • Atividades em frente ao espelho;
  • Painéis de fotos para identificar a si e aos familiares;
  • Estimular o fazer sozinho.

Linguagem musical e expressão corporal:

Objetivo geral:

  • Ouvir, perceber e discriminar eventos sonoros diversos;
  • Brincar com a música, imitar, inventar e reproduzir criações musicais.

Objetivo especifico:

  • Explorar diferentes tipos de objetos que imitam som.
  • Perceber som silêncio;
  • Participar de brincadeiras e jogos cantados;
  • Reconhecer objetos sonoros simples;
  • Discriminar sons de objetos e animais;
  • Relacionar som e movimento.

Conteúdos

  • Atividades diversificadas de movimento;
  • Utilização de jogos e brincadeiras cantadas como fonte musical;
  • Utilização de acalantos, parlenda, cantigas de roda e instrumentos populares da cultura:
  • Organização do espaço para as atividades musicais;
  • Escolha das fontes sonoras e confecção dos objetos sonoros;
  • Utilização da bandinha musical,
  • Brincadeiras de roda;
  • Seguir e procurar os sons;
  • Jogos de imitação e sons locais.

Exploração da linguagem plástica:

Objetivo geral.

  • Ampliar o conhecimento de mundo manipulando diferentes objetos e matérias, explorando suas características e propriedades entrando em contato com formas diversas de expressão artísticas.

Objetivo específico:

  • Observar e identificar diversas imagens.
  • Realizar suas próprias produções;
  • Utilizar diferentes materiais sobre diferentes superfícies.

Conteúdos

  • Manipulação de materiais diversos;
  • Exploração de texturas e formas;
  • Exploração das sensações corporais;
  • Dramatizações;
  • Músicas e jogos de imitações;
  • Representação da própria imagem por meio de espelhos;
  • Observação e identificação de imagens diversas: pessoas, animais, objetos, cenas, cores e formas;
  • Atividades com objetos recicláveis;
  • Contato com diversos material;
  • Impressão das marcas gráficas com diferentes superfícies e materiais;
  • Rasgar, amassar, manusear papéis diversos;
  • Colagens;
  • Pinturas;
  • Expressões faciais.

Desafios corporais:

Objetivo geral:

  • Proporcionar desafios para que as crianças saibam o que o seu corpo pode fazer, conhecendo gradativamente seus limites e potencialidades:
  • Exploração do meio em que a criança esta conhecer outros espaços a serem explorados;
  • Valorizar as conquistas corporais.

Objetivo específico:

  • Explorar as possibilidades de gestos e ritmos corporais através das brincadeiras e diversas situações
  • Possibilitar situações onde a criança possa experimentar situações em que a ela execute movimentos articulados do corpo;
  • Utilizar de jogos e brincadeiras diversas desafiando e explorando as funções motoras.

 Conteúdos

  • Equilíbrio;
  • Esquema corporal;
  • Nomeações das partes do corpo;
  • Rolamento;
  • Vivência dos movimentos de engatinhar, pular, dançar, arrastar e puxar;
  • Apoio para andar;
  • Noções de entrar e sair, dentro e fora;
  • Desenvolvimento de ações onde a criança experimente com o corpo noções de equilíbrio, impulso, força, velocidade, flexibilidade e direção.

Planejamento Anual para Berçário

Planejamento Anual para Berçário 2

Nessa fase, as crianças já iniciam o seu aprendizado com um conteúdo bem definido. Uma multiplicidade de atividades para essa faixa de idade objetivam prender-lhes a atenção, melhorar a autoconfiança, desenvolvendo a linguagem oral, coordenação motora grossa e desenvolvimento da autonomia. As crianças exploram diariamente os 5 sentidos, manipulam objetos como o quebra-cabeças, simulam situações do cotidiano através de pequenas representações teatrais e interagem com a educadora compartilhando seus sucessos e incertezas, desenvolvendo-se assim nos aspectos moral, cognitivo e social.

OBJETIVOS

  • Ampliação do vocabulário
  • Aumento da racionalidade ao elaborar frases
  • Comunicação clara do pensamento
  • Aquisição de fonemas corretos
  • Evolução da coerência verbal
  • Concentração
  • Desenvolvimento da capacidade de resolver problemas
  • Trabalhar capacidades expressivas
  • Desenvolver formas alternativas de consciência corporal
  • Criar relação de independência com o ambiente vivido
  • Expressar sensações e ritmos corporais com gestos e linguagem oral
  • Desenvolver a audição, percepção e descriminação das diversas manifestações sonoras
  • Promover o desenvolvimento da coordenação motora grossa e fina
  • Dar ênfase às músicas, contos, rimas, historietas, conversas para o desenvolvimento da linguagem oral
  • Brincar
  • Expressar desejos, sentimentos, necessidade, etc
  • Relacionar-se progressivamente com os demais
  • Conhecer gradualmente seu próprio corpo, seus limites, sensações, etc.

1- LINGUAGEM ORAL E ESCRITA

Aprender uma língua não é somente aprender palavras, mas também seu significado cultural, e com eles, os modos pelos quais as pessoas se entendem, interpretam e representam a realidade. A linguagem aos 3 anos já é mais desenvolvida e deve ser mais explorada.

O raciocínio acontece junto com a fala. Primeiro se raciocina para depois falar. E este processo acontece em milésimos de segundos, podendo gerar muita excitação ao falar, gagueiras e timidez. O raciocínio é lento e gradual, e este processo deve ser bem incentivado para ser bem desenvolvido.

Conteúdos:

  • Participar de variadas situações de comunicação oral, para interagir e expressar suas necessidades e sentimentos
  • Interessar-se pela leitura de histórias
  • Familiarizar-se com a escrita no cotidiano com livros, revistas, histórias, etc
  • Aprender a escutar textos e histórias
  • Reconhecer seu nome, sabendo identificar o mesmo nas diversas situações do cotidiano.
  • Escolher livros para ler
  • Demonstrar capacidade no reconto de histórias
  • Participar de pequenas dramatizações
  • Reconhecer vogais e algumas outras letras mais usadas no cotidiano
  • Identificar o nome dos colegas
  • Copiar seu nome
  • Ler e ouvir histórias
  • Diferenciar escrita de desenhos
  • Desenvolvimento da linguagem em ambientes de Letramentos (livros, revistas)
  • Atividades de oralidade com músicas e histórias
  • Utilização da gravação da voz e posterior escuta
  • Uso do computador

Para ter acesso completo ao Planejamento Anual para Berçário mostrado acima, confira o link a seguir: 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *