<

Herpes


O herpes é um vírus que atualmente afeta milhares de pessoas todos os dias, precisamente 66% por cento da população é acometida, sendo que grande parte pode ou não desenvolver o vírus durante a vida, ela é ocasionada por duas espécies de vírus, Varicela-Zoster e o hepervirus.

O herpes pode afetar diversas partes do corpo, como regiões genitais e orais, ambos são os casos mais comuns encontrados. Vamos conhecer um pouco mais dessa doença?

O que é HERPES?

Como mencionamos no começo do artigo, o Herpes é ocasionado por dois vírus que podem levar a doenças que são de origem do próprio Herpes, como o Vírus Varicela-Zoster, o mesmo pode ocasionar a catapora que ainda apresenta altas taxas de pessoas infectadas com o vírus, e também o cobreiro, ou conhecido cientificamente como zoster, e por ultimo temos o Vírus Herpes, que pode ser de dois tipos, vírus tipo 1 e 2, a mesma pode acarretar  que chamamos do herpes simplex ou simples.

Vírus Varicela Zoster: O vírus ocasiona o cobreiro e a catapora, alguns grupos de riscos podem ter a doença, como pessoas que já tiveram contato com outros pacientes com catapora ou até mesmo com o cobreiro, tendo a possibilidade de adquirir o vírus novamente. Geralmente o cobreiro surge em pessoas que já tiveram catapora, isso mesmo, os pacientes que já tiveram catapora pode haver reincidência do vírus, o corpo fica com uma espécie de um vírus adormecido no organismo, esse vírus pode ser reativado devido à baixa imunidade do paciente por diversos fatores, acarretando o aparecimento do cobreiro. Os sintomas podem ser aparentes como:

  • Lesões cutâneas na pele, ou seja, lesões que são palpáveis, as lesões podem ter diâmetros de até 10 mm com aparecimento de bolhas avermelhadas, a mesma pode aparecer em diversas partes do corpo, como lábios, regiões genitais, em alguns casos é mais comum aparecer no tronco e na partes esquerda da barriga, acompanhada com dor na pele
  • O vírus pode ocasionar sensação de mal estar pelo corpo
  • Formigamento sem causa aparente
  • Dores de cabeça diariamente e o aparecimento de febre

As bolhas se foram estouradas liberam um liquido de espécie clara, chegando a ser transparente, as mesmas podem surgir em até 3 dias após o aparecimento dos sintomas da doença, com o tratamento adequado , as bolhas tem a sua duração média de 10 a 21 dias.

Os grupos de riscos são pessoas que já tiveram catapora, bebes e crianças. O cobreiro pode ser transmito por contato com as lesões e gotículas respiratórias.

Além da pele, o vírus zoster pode acometer a visão e o coração, ocasionando infartos e AVCS.

FATORES DE RISCOS

Pessoas que passaram por um transplante recentemente e doenças crônicas como (diabetes, AIDS)

COMO É REALIZADO O TRATAMENTO DO COBREIRO?

O tratamento pode ocorrer tanto em nível clinico tanto em nível caseiro, sendo mais aconselhado, claro, o nível clinico que possibilita o nível de medicamentos específicos para combater o vírus do organismo, os medicamentos possíveis são antivirais, antiinflamatórios e acompanhamento com dermatologista para avaliação das lesões ocasionadas e devidamente a prescrição de medicamentos corretos para cada caso, principalmente cremes que ajudam avaliar os sintomas, como dor na pele.

Há vacinas já disponíveis para combater o vírus zoster, disponível apenas em redes particulares, é uma vacina altamente poderosa e cara, e apenas indicada para pacientes acima dos 50 anos de idade, pois é nessa idade que o nível de imunidade está cada vez menor.

 O tratamento caseiro juntamente com o quadro clinico médico pode ser utilizado chás poderosos, como chá de bardana e folhas de amora, os chás são colocados diretamente na ferida para aliviar as dores, lembrando que o tratamento caseiro não substitui o tratamento médico.

PREVENÇÃO DA HERPES:

A prevenção é simples e todos nos podemos seguir e orientar as outras pessoas, como lavar as mãos corretamente ao entrar em contato com as feridas ocasionadas, vacinação, pacientes que estão com o vírus em casos não tão graves devem esperar o desaparecimento das feridas para contato social, e aqueles internados, devem ficar afastados até que o quadro clinico esteja favorável.

HERPES SIMPLEX: O herpes simplex como mencionado pode ser ocasionada por dois tipos de vírus, herpes simplex vírus, HSV, que acomete principalmente a parte labial, HSV-2, que acomete as partes genitais.

O herpes tipo 1, afeta principalmente a região labial, podendo aparecer por fatores emocionais, estresse,  os sintomas  podem ocasionar um certo desconforto na parte  labial da boca, como formigamentos acompanhados com coceiras sem motivo aparente, durante o processo do desenvolvimento do vírus  pode haver aparecimentos de  bolhas seguidas de feridas.

Muitas pessoas têm o vírus presente no corpo, mas muito não se desenvolvem pelo fato de terem a imunidade elevada comparada com outras pessoas que desenvolvem o vírus pelo fato da gripe, estresse e principalmente o emocional.

A transmissão labial pode ocorrer através do beijo, pela troca de salivas, objetos já contaminados com algum tipo de vírus ou bactérias que são levados a boca.

A doença desaparece de acordo com a imunidade da pessoa, ou seja, se a imunidade estiver em um nível elevado, o vírus desaparece em menos de 12 dias. 

Já a herpes tipo 2, desenvolve em região genital, afeta a  vulva, pênis, virilha, anus, nadegas, isso ocorre pelo fato de não haver proteção segura durante o ato sexual, podendo encaminhar para outras doenças mais graves, como DST.,

Outros artigos:

TRATAMENTO E PREVENÇÃO DA HERPES

Como sabemos o vírus uma vez estando no organismo não é mais eliminado, podendo permanecer por toda vida. Os tratamentos podem envolver antivirais e manutenção da imunidade em nível elevado, aplicar gelo na área afetada, uso de pomadas bem no começo dos sintomas evitando o aparecimento de bolhas, tratamento com Lisina, é um medicamento recente e em avaliação, o mesmo evita que o vírus se multiplique em nosso organismo, potencializando assim o fortalecimento do nosso sistema imunológico, o mesmo pode ser obtido através de alimentos, como frutas, carnes, legumes, leites, entre outros.

É importante evitar fontes de calor e exposição ao sol elevado, pois ambos podem ocasionar o ressecamento labial e da pele, usar produtos que hidratam a parte afetada e principalmente evitar o estresse e compartilhamento de objetos, como copos, batons, talheres, e principalmente cuidar da alimentação, ou seja, evitar alimentos que podem ativar o vírus, como chocolate, uvas, abacaxi, são alimentos de grande teor acido.

O Diagnostico pode ser feito pela pessoa, identificando as características e sintomas da infecção, se for necessário, o medico pode pedir exames de sangue, que identifica fatores de alterações chegando ao agente causador da infecção

CURIOSIDADE

Muitos não têm o conhecimento que o vírus herpes pode ter uma forte ligação com o Alzheimer, isso mesmo, pessoas idosas que já tiveram o vírus do herpes podem desenvolver um quadro de Alzheimer, essa pesquisa foi realizada por dois professores e chegaram à conclusão que há forte ligação entre eles.

Isso ocorre pelo fato do vírus herpes se instalar no cérebro das pessoas idosas, com esse fator se o idoso estiver com imunidade baixa juntando com o fator genético, o vírus é reativado, podendo ocasionar o Alzheimer

Os antivirais podem ser uma grande aliada no combate da doença, lembrando que o Alzheimer ainda é um grande desafio para medicina, e essa pesquisa é apenas uma observação inicial tendo vista o que se pode construir no futuro.


você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.