Conceito e Definição

O que significa a palavra imigrante?


O nome imigrante é dado a qualquer individuo que fixe residência em um país que não é o seu de origem. Ultimamente, a palavra imigrante tem sido muito utilizada para se referir a povos que saem de seu país de origem em busca de emprego e moradia, como é o caso dos haitianos.

Imigrante não é um termo que se refere a pessoas que vivem dentro do mesmo país e se mudam para outra cidade ou estado. Para ser considerado imigrante, o individuo deve ter cruzado as fronteiras políticas.

Para que um imigrante seja acolhido dentro de um território estrangeiro, é necessário que o mesmo cumpra com as leis e regras de imigração estabelecida por cada país.

Qual é a diferença entre imigração e emigração

Imigração é quando um país recebe estrangeiros, individualmente ou em grupos e os mesmos fixam residência para morar ou trabalhar e participar da vida social do lugar em que moram.

Imigração é a visão e perspectiva do país que acolhe o indivíduo que se muda para o país estrangeiro. Ou seja, é a entrada de quem vem de outro país para trabalhar ou morar, passando a ser denominado por imigrante.

O termo emigração refere-se ao êxodo de uma população por motivos políticos, religiosos ou outros. Vemos esse tipo de emigração hoje em dia no caso da Venezuela, onde muitos estrangeiros estão buscando refugio de um governo ditador em nosso país. Dito de maneira simples, a emigração recebe essa denominação quando um cidadão deixa sua pátria a fim de se estabelecer em um país estranho.

Para o país de origem, esse cidadão é denominado emigrante.

Tanto a imigração quanto a emigração são praticas embasadas por lei. A emigração por exemplo, é estipulada na lei fundamental, do princípio nº 2 do artigo 13º da Declaração Universal dos Direitos do Homem:

“Toda a pessoa tem o direito de abandonar o país em que se encontra, incluindo o seu, e o direito de regressar ao seu país.”

Quer um exemplo para ficar fácil de entender e gravar rapidamente? Uma pessoa que mora no Brasil e passa a morar nos Estados Unidos para trabalhar, aqui em sua pátria ele é chamado de “emigrante” e nos Estados Unidos ele é chamado de “imigrante”.

Imigração no Brasil

Aqui no Brasil, muitos estrangeiros vieram forçados, principalmente na época da escravatura. Em 1808, com a vinda da família real e posterior abolição da escravatura, muitos imigrantes vieram para o país em busca de serviços para a lavoura cafeeira e foi uma iniciativa do Estado ou de particulares, principalmente de fazendeiros.

O que significa a palavra imigrante?

A grande maioria desses estrangeiros foram destinados às plantações de café no estado de São Paulo, porém muitos destinaram-se aos centros urbanos, como Rio de Janeiro e São Paulo.

Na época da escravidão, o tráfico negreiro, trouxe consigo mais de 4 milhões de africanos na condição de escravos. Infelizmente, o Brasil foi o país que mais recebeu escravos africanos em toda a História.

Entre os principais grupos de imigrantes que vieram para o Brasil encontram-se:

  • Portugueses,
  • Espanhóis,
  • Alemães,
  • Italianos,
  • Africanos,
  • Japoneses,
  • Sírio-libaneses e
  • Eslavos;

Durante a idade do Gelo, os povos indígenas foram os primeiros a ocupar território em solo brasileiro. Geneticamente, os índios são de origem asiática e provavelmente chegaram até aqui através do estreito de Bering, em uma data pouco conhecida.

Durante o Descobrimento do Brasil, consta-se que existiam entre 1,8 milhão a 6 milhões de indígenas. No ano de 1500, os primeiros portugueses desembarcaram no país, no atual litoral brasileiro. Com essa grande movimentação de imigração, estima-se que, até o fim do Brasil Colônia, em 1822, entre 500 e 700 mil lusitanos se deslocaram para o país.

A Constituição, em 1934 restringiu muito a vinda de estrangeiros para o país, devido ás medidas restritivas a esses povos.

Cada movimento migratório que acontece em nosso país deixa profundas marcas na história, tanto em sentido demográfico, quanto cultural e econômico. Desde os séculos XIX e início do século XX o Brasil ficou conhecido como país acolhedor de diversos imigrantes europeus (portugueses, espanhóis, alemães e italianos) e de imigrantes japoneses para trabalharem na agricultura.

Imigração de outros povos para o Brasil

A partir de século XIX, o Brasil passou a receber diversos imigrantes da Europa, principalmente da Itália, seguido por alemães e espanhóis. Japoneses e sírio libaneses começaram a migrar para cá no inicio do século XX.

Entre os anos de 1884 e 1959, entraram, no Brasil cerca de 4.734.494 imigrantes, sendo 1.391.898 portugueses e 1. 507.695 italianos. Entre os anos de 1820 e 1975 o Brasil recebeu 5.674.569 imigrantes no total.

Porém, na década de 1960, as coisas começaram a mudar. O Brasil passou a expulsar trabalhadores e mandar para os Estados Unidos, o Paraguai, a Europa e o Japão. Até recentemente, o país vem tendo crescimento de imigração, principalmente de países como a Bolívia, Venezuela, Portugal e Haiti.

Preconceito com imigrantes

Como ambos os fenômenos correspondem à saída voluntária de indivíduos de seu país de origem, é notório também a perda de mão de obra no país em questão. Porém, para o país que acolhe os imigrantes, pode ocorrer um fenômeno denominado “superpovoamento”, onde os postos de trabalho são menores do que a mão de obra disponível.

Os países que mais recebem imigrantes estão em territórios americanos e os imigrantes são basicamente de origem europeia, japonesa e chinesa. É importante sempre termos em mente que independente da origem de qualquer imigrante, eles tem o direito por lei de abandonar seu país de origem e fixar residência em outra localidade.

Nunca devemos menosprezar povos de outras culturas e outras raças, visto que cada grupo de pessoas que entra em nosso território contribui de alguma forma com o desenvolvimento cultural e étnico em nosso país.

Infelizmente, nem todos os líderes mundiais pensam dessa forma, o que resulta em guerras civis e disputas de território. Um dos exemplos mais crassos e imorais de um líder que não aceitou a imigração de outros povos foi o de Adolf Hitler, que exterminou milhares de judeus considerando-os como “escória”.

Navegue mais em nosso site e confira este outro artigo: Dicotomia e tricotomia – o que significa essas palavras?


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *