<

Quimera e seus significados


A definição do dicionário para quimera é baseada em três categorias principais:

  • Sonho; resultado da imaginação que tende a não se realizar.
  • Monstro mitológico caracterizado por possuir cabeça de leão, corpo de cabra e cauda de serpente.
  • Aspecto comum aos peixes do gênero Chimaera, da família dos quimerídeos, de cabeça curta e corpo mais espesso ao centro, com extremidades mais afinadas.
  • Alteração genética

Frases com a palavra quimera

Fonte: o pensador

“A esperança não é nem realidade nem quimera. É como os caminhos da terra: na terra não havia caminhos; foram feitos pelo grande número de passantes”.

– Lu Hsun

“Não querer associar-se senão com aqueles que aprovamos em tudo é uma quimera, é mesmo uma espécie de fanatismo”.

Kit de Alfabetização Só Escola

– Émile-Auguste Chartier

“Neste curto período os moradores irão ver a quimera, a medusa, uma esfinge, a serpente marinha e tantas outras criaturas que acreditavam ser mitologia”.

Folha de S.Paulo

Quimera na genética

Aconteceu no ano de 2002 um caso para lá de peculiar. Uma mãe e seus filhos precisaram fazer testes de DNA com o pai das crianças para indicar o parentesco, pois a mãe precisava de ajuda financeira. O resultado dos testes foi surpreendente: a mãe das crianças não possuía grau de parentesco com elas. Como assim?

A genética dela era diferente dos filhos que nasceram de sua barriga. Depois de investigações exaustivas, foi constatado que essa mãe era uma quimera.

Quimera ou quimerismo genético é a nomenclatura dada a um animal que possui dentro de si dois ou mais conjuntos de células distintas. Em seres humanos, apenas 40 casos foram registrados com essa disposição genética. A mulher mencionada acima é uma delas. 

No caso dela, dois óvulos que foram fecundados se fundiram antes do quarto dia de gestação, ocorrendo a fusão das informações genéticas sem incorrer em mutações evidentes. Se essa fusão ocorrer depois do quarto dia, o resultado é o nascimento de gêmeos siameses.

Mas se mesmo até o quarto dia houver a fusão e acontecer de os óvulos fecundados serem de sexos diferentes, o resultado é um individuo hermafrodita. Se forem óvulos do mesmo sexo, o individuo nascerá sem alterações físicas e será pouco provável que um dia descubra sua peculiaridade.

Metade da informação genética de uma pessoa é proveniente da mãe e a outra metade do pai. No caso do individuo com quimerismo, essa pessoa além de carregar cem por cento das informações genéticas de ambos, ainda carrega informações genéticas do próprio corpo.

Nesse caso incomum da mulher mencionada no começo do tópico, o exame de DNA feito através de fios de cabelo detectaram que ela carregava apenas informações genéticas do pai. Já as amostras de sua pele, carregavam apenas informações genéticas da mãe e nenhum traço biológico do pai.

O quimerismo não é hereditário, ou seja, não passa de pai para filho. No caso do exemplo citado, os filhos daquela mulher tinham informações genéticas normais, 50 % do pai e 50 % da mãe.

Também recomendamos: O que significa paradigma?

Quimera peixe

Os peixes da família Chimaeriformes raramente são vistos em mares mais rasos. Como fazem suas moradas em águas profundas, esses animais cartilaginosos provenientes do Holocephali (do grego holo, todo + cephalo, cabeça) são comparados a tubarões e raias.

Existem mais ou menos 30 espécies desse peixe, todas as espécies marinhas e são encontradas em mares do hemisfério norte a uns 900 metros de profundidade.

Como vive em lugares onde a luz quase não alcança, o peixe quimera possui olhos bem grandes, que o ajudam na busca por alimentos. Medem menos de um metro de comprimento e possuem fecundação interna, assim como a classe dos cartilaginosos. Esses peixes se alimentam de moluscos, ouriços, camarões e gastrópodes. Em sua espinha dorsal, existem glândulas de veneno que servem para sua proteção.

No Brasil, pesquisadores encontraram um tipo de quimera que possui sensores de presença de outros seres e um gancho. Essa quimera mede apenas 40 centímetros e possui a arcada dentaria semelhante a do coelho, com seis placas no total.

Essa espécie vive a cerca de 400 metros de profundidade e possui nadadeiras cartilaginosas e fibrosas. O oceanógrafo Marcelo Rosa Soto começou os estudos dessa espécie em 2002 e seu artigo foi publicado na revista internacional Zootaxa. O nome dado a essa espécie foi Hydrolagus matallanasi.

Quimera na mitologia

A besta mitológica denominada Quimera vem do termo grego: Chímaira e é uma figura mística que tem como principal característica a capacidade de lançar fogo pelas narinas. Esse ser possui aparência de dois ou mais animais e é considerada uma figura hibrida.

Segundo a mitologia grega, a quimera era produto da união entre Tifão – o gigante e Equidna, uma criatura mística metade serpente metade mulher.

Outra lenda sobre a mesma criatura conta a história de um ser místico, fruto do amor entre a hidra de Lerna e do leão da Nemeia, que foram mortos por Hércules. Reza a lenda que Quimera foi criada por Cária, que perdeu o reinado para a criatura, que assolava tudo o que via pela frente. O herói Belerofonte, montado no cavalo alado Pégaso, foi o único capaz de matá-la.

Em relação à aparência dessa fera, geralmente ela é descrita como tendo diversas formas diferentes, tanto na mitologia como nas artes arquitetônicas e decorativas.

Às vezes ela é demonstrada como:

  • Cabeça e corpo de leão, com duas cabeças anexas, uma de dragão e outra de cabra, ou só uma cabeça de cabra.
  • A criatura lança fogo pelas narinas e tem uma cauda de leão e outra de serpente.
  • Tem duas asas, semelhantes às de um dragão, ligadas ao seu corpo de leão. Nas lendas, geralmente a criatura não voa, embora algumas narrativas fantasiosas mencionassem o fato de ela poder voar.

Durante o século VII a.C, essas lendas, provenientes da Anatólia, na Grécia exerceram grande atração sobre o imaginário popular. O nome Quimera, com o passar do tempo, foi dado a qualquer criatura da fantasia que estivesse empregada na decoração e arquitetura.

Hoje em dia, esse nome é dado para qualquer composição hibrida que seja absurda, improvável, monstruosa. Pode também significar utopia e produto da imaginação.

Confira este outro artigo em nosso blog: Conceitos de proatividade.