<

Reciprocidade


Reciprocidade é o pilar da palavra “recíproco”. Significa que ambas as partes sustentam a mesma opinião ou sentimento sobre um assunto em geral. Para a sociedade, o termo reciprocidade vem a calhar e é de extrema importância no âmbito das normas sociais.

Isso porque, quando nações estão em concordância, significa que estão pensando igual, respeitando as normas e diretrizes um do outro.

O conceito da reciprocidade está presente em diversas culturas e religiões, sendo o principal elo para uma convivência saudável. A reciprocidade em termos de semântica traz a ideia de duas palavras com sentidos opostos, mas com conformidade mútua. Exemplo: compra /venda.

Veja também: Ego.

Reciprocidade na Filosofia e Psicologia

Na questão filosófica, a reciprocidade é traduzida como a capacidade intelectual que torna compreensível a relação entre dois ou mais elementos do mesmo ambiente.

Já na psique humana, a reciprocidade tem tudo a ver com sentimentos e emoções expressas por duas pessoas ou dois grupos relacionando-as umas as outras. A reciprocidade na psicologia é uma troca, partilha, significa que o sentimento é mútuo, de ambas as partes. Independente de qual sentimento é esse.

Quando o sentimento é o amor, a reciprocidade significa dar e receber, isto é, quando o amor é correspondido.

No âmbito social, a reciprocidade tem um sentido mais amplo. Refere-se à troca na “mesma moeda”, ou seja, ação positiva gera ação positiva, ação negativa gera ação negativa. Na psicologia social esse conceito é importante porque ajuda a explicar a manutenção de normas sociais.

Ou seja, as leis regem o país. Porém se uma parte da população define que alguém quebrou as leis (ou regras) e decide punir tal pessoa, isto pode assegurar a manutenção da regra na ausência de sanções formais. O ato de punição pode variar de palavras de rejeição até à completa exclusão social.

Reciprocidade bancária

Quando os clientes de um banco dão preferencia em serviços como depósitos, cobranças, ordens de pagamento, câmbio, etc, a instituição concede concessão e liberação de créditos e empréstimos em resposta à fidelização. O nome que se dá a essa troca é reciprocidade bancária.

No mundo animal

A reciprocidade foi observada e caracterizada também entre os babuínos. Em seu comportamento social, os babuínos machos fazem alianças com outros machos da espécie para a distração do macho alfa. Isso se dá porque o mesmo monopoliza as fêmeas e impede os outros machos de copularem.

Essa “distração” do macho alfa permite que os outros machos tenham chances de chegarem até as fêmeas da espécie sem serem interrompidos. Os papeis são invertidos posteriormente, como “recompensa” ou reciprocidade.

Vantagens da reciprocidade

O significado de reciprocidade já foi bem explicado acima. Mas será que tem alguma vantagem o conceito de reciprocidade no dia a dia?

“Gentileza gera gentileza”. (Profeta Gentileza – José Datrino)

Você com certeza já ouviu a frase acima.

José Datrino, autor da frase, percorreu as ruas da capital fluminense nos anos 1980 para levar sua palavra de amor, bondade e respeito ao próximo. Em ônibus, praças, pontes, praias, calçadões e até nas apinhadas barcas da travessia Rio-Niterói, o “profeta Gentileza”, como era conhecido, pregava mensagens de amor e carinho.

A reciprocidade era um dos seus principais temas. Sua mensagem foi cantada por Marisa Monte e Gonzaguinha e por trás da aparência de “maluco”, como muitos diziam, Datrino explicava porque era tão bom agir com reciprocidade:

  • Você se torna alguém melhor
  • A boa vontade e compaixão são qualidades correspondidas
  • Traz paz entre as pessoas que convivem juntas
  • A pessoa que age de forma altruísta terá grandes chances de receber ajuda de alguém para quem já tenha feito algo de bom
  • O sentimento de gratidão caminha junto com o de reciprocidade;
  • Exemplo positivo para a sociedade de que ser: gentil, altruísta e generoso é sempre o melhor caminho.

A reciprocidade tem uma irmã gêmea: a compaixão. A compaixão é o ato de sentir pena, se colocar no lugar do outro e essa qualidade move a pessoa à ação. Quando a pessoa se coloca no lugar do outro, é muito provável que diversas situações negativas sejam evitadas.

A reciprocidade nos relacionamentos

O melhor princípio que guia um relacionamento é a reciprocidade. E não é só o relacionamento amoroso que precisa tanto dessa palavra. Uma amizade precisa ser recíproca. Exige doação de ambas as partes para manter uma amizade duradoura e verdadeira.

Mas em um relacionamento amoroso, o princípio da reciprocidade é essencial. Um casamento, por exemplo, só dura por muito tempo se houver reciprocidade. Em uma união de duas pessoas que são de famílias diferentes, personalidades diferentes e opiniões diferentes, colocar-se no lugar do outro é o segredo para uma união estável e duradoura.

Então, em resumo, nesta matéria consideramos o conceito da palavra nos âmbitos:

  • Pessoais,
  • Sociais,
  • Psicológicos,
  • Econômicos e nos
  • Relacionamentos

A empatia, qualidade que anda de mãos dadas com a reciprocidade, também precisa se manter presente em qualquer relacionamento.

Principalmente nos dias de hoje, onde as pessoas estão cada vez mais irritadas e propensas a ofensas, a empatia torna tudo mais fácil e promove a paz em qualquer ambiente.

Quer ver um exemplo?

Imagine que a funcionária X chega de mau humor no serviço. Ela está com uma aparência cansada e seus modos estão um tanto grosseiros. O funcionário Y trabalha lado a lado com ela e ele tem duas saídas para lidar com a situação:

  • Retribuir com palavras rudes e ignorar a presença da pessoa ou
  • Tentar entender o que a levou a agir daquele modo.

Concorda que fica muito mais fácil promover a paz agindo de acordo com a segunda opção? Aí o funcionário Y – que está tentando manter a paz descobre que a funcionária X está com a mãe no hospital em estado terminal de câncer, o pai abandonou a família e ela está tendo que manter a casa em sentido financeiro.

Não fica muito mais fácil agora entender o motivo por trás do comportamento da funcionária X?

Este é o princípio da reciprocidade aliado à empatia. Com certeza agir desta forma trará relacionamentos duradouros e estáveis. Afinal: “gentileza gera gentileza.”.

Quer saber mais sobre o assunto? Entenda o significado da palavra “recíproco” segundo o dicionário e quais são as formas de utilizá-la no dia-a-dia.


você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.