Sistema linfático


O sistema linfático é um sistema acessório do sistema cardiovascular, é formado pelos órgãos linfáticos, vasos linfáticos, linfonodos e linfa, há grandes funções em nosso corpo. Vamos conhecer algum deles?

CARACTERÍSTICAS E FUNÇÕES DO SISTEMA LINFÁTICO

O sistema linfático é um sistema de fluxo liquido como já mencionado, o sistema linfático em sua estrutura apresenta conjuntos de grande importância para o seu funcionamento como: Vasos Linfáticos, linfa, alguns órgãos principais, como o baço, timo, tonsilas palatinas, linfonodos, esse conjunto desempenha o papel de alcançar cada pedacinho do corpo para a filtragem.

No âmbito funcional produz células de defesa para o organismo, destrói micro-organismos e partículas estranhas, e no sistema digestório tem a função de transportar gotículas de gordura, mas a função principal é retirar o liquido acumulado no espaço intersticial e devolver para o sistema cardiovascular, age no sistema imunológico, pois protege as células imunes, absorve ácidos graxos e equilíbrio dos fluidos nos tecidos, é muito função, não é?

Vamos conhecer um pouco mais dos sistemas que compõem o sistema linfático?

VASOS E SISTEMAS QUE COMPÕEM O SISTEMA LINFÁTICO

Linfonodos ou nódulos linfáticos: São órgãos pequenos, podendo medir até 2 cm ou menos, é formado por tecidos linfóide e há a presença de vasos linfáticos diferentes, estão presentes em toda parte do corpo humano, o seu formato pode ser comparado ao um grão de feijão, tem como função filtrar a linfa, a partir dessa filtração remove alguns partículas que não servem para o corpo, formando uma barreira que impede a entrada dessas partículas no sistema circulatório, ou seja, é um elemento do sistema imune.

Os linfonos também podem mostrar que algo não anda bem com o nosso corpo, como aumento dos linfonos formando pequenos caroços em áreas, como o pescoço, virilhas, axilas, tórax, abdômen, isso ocorre pelo fato de alguma doença ou infecção estar afetando alguma área do corpo atingindo o sistema imune, isso ocorre pelo fato do linfonos estar filtrando a linfa e retirando seres estranhos da mesma.

Linfa: A linfa é formada por água, proteínas, normalmente é incolor, ou seja, de cor clara, ela precisa dos vasos linfáticos para transitar livremente de forma lenta no nosso corpo, ou seja, é um liquido presente nesses vasos, a partir daí que ela é considerada a linfa. Já na região do intestino essa linfa apresenta gotículas de gordura com a cor mais amarelada. A linfa é produzida pelo intestino e o fígado, o transporte da mesma é realizado pelos vasos linfáticos, esse transporte é unidirecional, segue um único sentido, vamos observar como é realizada nos vasos em 3 etapas:

Capilar Linfático ou linfático inicial: Esse vaso fica centralizado na região da pele, mais superficialmente, apresenta alguns poros por onde o liquido intestinal, como mencionado, passa para dentro do vaso, ele passa através da pressão que o liquido exerce sobre o vaso e também das pressões realizada pela contração dos músculos e pela pulsação das artérias, quando o liquido passa pelo capilar linfático, os vasos se unem, formando os vasos pré coletores ou pós capilares.

Vasos pré coletores: São vasos calibrosos, em sua estrutura há o tecido conjuntivo, tecido elástico e por ultimo tecido muscular, a linfa segue o sentido direcional, essas válvulas impedem o refluxo da linfa. Os vasos pré coletores se unem, com essa união cria-se ductos, esses ductos apresentam formas calibrosas.

Ductos ou Coletores Linfáticos: Apresentam todos os tecidos dos vasos pré coletores, além desses há: túnica intima média e adventícia, encontramos nesses ductos os linfangion, que é uma unidade funcional do sistema linfático, características como ritmo e velocidade no processo de drenagem da linfa, havendo apenas dois ductos no corpo: ducto torácico e ducto linfático

O torácico é um ducto na região central do abdômen, sua função é drenar a linfa intestinal em nos membros inferior esquerdo, hemitronco esquerdo e na região da cabeça, no ducto linfático drena a linfa no membro inferior direito, hemitorax direito e da cabeça.

Baço: Diferentemente do linfonodos, é uns dos maiores órgãos do sistema linfático, é encontrado atrás do estomago, abaixo do diafragma, a sua forma é oval e pode pesar 150 gramas, tem como função defender o organismo (imunológica e hematológica), eliminar glóbulos vermelhos que não tem função alguma, é um órgão de estrutura frágil.

Timo: O timo é um órgão bem pequeno, mas com grandes funções, tem a função na formação do sistema imunológico e proteger quando uma invasora tenta afetar nossa saúde se localiza entre os pulmões, bem próximo ao coração, mesmo com o tamanho pequeno aos longos dos anos pode diminuir ainda mais. Curiosidade do timo é que muitos anatomistas crêem que no timo fica localizado a alma.

Tonsilas Patinas: São dois órgãos localizados na garganta na parte de trás da boca, amídalas ou também amígdalas palatinas, tem o formato arredondado, são constituídas pelo tecido linfóide, são parte do processo respiratório e apresentam funções importantes no sistema imunológico e linfático, ajuda o organismo combater vírus e bactérias pelo fato de estar localizada na região central da boca ou até mesmo pelo nariz.

As doenças relacionadas ao sistema linfático podem ser a linfedema, celulite, elefantíase.

Outros artigos:

PARA MELHOR COMPREENDIMENTO:

  • A linfa é jogada pelos vasos capilares, com essa função ocorre à construção do sistema liquido entre as células dos organismos, denominadas de intercelular
  • Parte do liquido formado retorna para os capilares sanguíneos trazendo gás carbônico e alguns tipos de resíduos,
  • Na segunda parte do processo a linfa é acolhida pelos capilares linfáticos transportando-a para os vasos linfáticos, os vasos linfáticos são bem semelhantes às veias, com isso surgem grandes veias, possibilitando a entrada da linfa no sangue, passando pelo linfonodos, que são órgãos pequenos que atuam na defesa do organismo humano.
  • Além dos linfonodos, tem o seu processo no percurso os órgãos tonsilas palatinas, que são amídalas, importantes aliadas no sistema linfático, constituídas pelo tecido linfático e o baço, sistema imunológico, filtro importante de armazenamento de células sanguínea
  • Diferentemente do sistema cardiovascular não possue uma função de bombeamento do sangue, mas possui contrações musculares que possibilita o fluxo da linfa no mesmo, isso é realizado através das contrações feitas nos vasos linfáticos, possibilitando assim o transporte da linfa no sistema circulatório.

Segue a imagem de como o sistema funciona no corpo humano:

Fonte: https://afh.bio.br/sistemas/imune_linfatico/4.php

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.