<

Lenda do Boto

Confira um pouco sobre a história e origem da lenda do Boto Cor De Rosa, que é um dos principais personagens folclóricos da nossa cultura.


A Lenda do Boto ou Lenda do Boto cor-de-rosa tem origem indígena e faz parte do Folclore Brasileiro. Esta lenda surgiu na região amazônica ao norte do País.

A lenda conta a história de um animal muito inteligente e que possui uma aparência semelhante a de um golfinho. Ele vive nas águas encontradas na amazônia, em noites de lua cheia se transforma em um homem charmoso e elegante, vestido de branco e utilizando um grande chapéu, no intuito de esconder seu nariz, pois sua transformação não ocorre totalmente.

Aqui no Brasil, no mês de julho, nas comemorações dos Santos Populares (Santo Antônio, São João e São Pedro), ele aparece muito em algumas regiões do pais, nas chamadas Festas Juninas.

A lenda do boto, conta que ele é muito comunicativo e conquistador, utiliza disso para escolher uma moça solteira em uma festa no intuito de levar para o fundo do rio, para engravida-la e depois abandona-la.

No outro dia, pela manhã, ele volta a sua aparência normal de boto cor de rosa.

Curiosidade: Esta lenda folclórica é usada para justificar uma gravidez fora do casamento.

Lenda para imprimir:

A Lenda do Boto Cor de Rosa
A Lenda do Boto Cor de Rosa

O Boto Cor de Rosa: Tradições

  • Em festas tipicas e culturais existe uma maneira de identificar se um homem é o boto cor de rosa retirando o chapéu no intuito de verificar melhor o rosto.
  • Em algumas regiões do pais, algumas pessoas acreditam que comer carde de boto faz com que a pessoa fique enfeitiçada.
  • A Lenda do Boto inspirou o filme “Ele, o Boto” (1987).

Filme Ele, o Boto

Em 1987, esta lenda vira um filme que foi dirigido por Walter Lima Jr. Este filme recebeu o nome de Ele, o Boto.

Segundo uma lenda amazônica, todo mês, durante a lua cheia, uma vila de pescadores brasileira recebe um convidado misterioso: o Boto, que se transforma em humano, para seduzir e ser amado pelas mulheres e odiado pelos homens. Uma de suas conquistas é a filha de um pescador, que tem um filho com o Boto. Constantemente, ele reaparece para seduzi-la e, mesmo quando ela se casa, ele continua a procurando. Isto provoca a ira do marido, que deseja matá-lo de qualquer jeito.

A Lenda do Boto Cor de Rosa para colorir

Em noites enluaradas o boto emerge das águas dos rios transformando-se num elegante cavalheiro. Usa um chapéu branco, que nunca tira, para esconder a fenda em sua cabeça. Vai para os bailes e exerce uma irresistível atração nas moças virgens que, seduzidas, podem acabar grávidas. Da gestação nascerão novos filhotes de boto.

Lenda do Boto cor-de-rosa em animação

Veja também outros personagens folclóricos:


você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.