<

Penicilina

As penicilinas são antibióticos do grupo dos beta-lactânicos profusamente utilizados no tratamento de infecções causadas por bactérias sensíveis.


A penicilina é um antibiótico que ataca diretamente bactérias infecciosas do corpo humano, é utilizada no tratamento de DSTS e Infecções nas válvulas do coração entre outras infecções, vamos conhecer um pouco sobre esse antibiótico? 

PENICILINA, O QUE É?

Antes de adentrar nas características do medicamento, é importante mencionar como se deu a sua descoberta impressionante e nem um pouco convencional, e até mesmo de forma acidental. O antibiótico foi descoberto pelo medico e bacteriologista Alexandre Fleming, em 1928, o mesmo pesquisou substancias que fossem capazes de combater bactérias infecciosas para a saúde humana, durante esse processo de experimento, decidiu ficar um tempo afastado da pesquisa, quando finalmente retornou encontrou algo extraordinário, as substancias encontradas estavam recobertas por mofos, no lugar que havia fungos existia uma espécie de alôs transparentes em volta que continha substancia bactericidas.

Com os estudos freqüentes desse bolor, concluiu-se que havia uma espécie de gênero que continha substancia capazes de eliminar essas bactérias, recebendo o nome de penicilina, a mesma só tornou conhecimento da população em 1940, sendo distribuída para tratamentos necessários, sendo considerada uma bala mágica na época.

Segue a imagem da estrutura molecular do antibiótico:

PENICILINA, O QUE É

RISCOS PARA A SAÚDE:

Como qualquer outro remédio se for utilizado de forma indiscriminada e de forma continua pelas pessoas, podem agravar o caso de infecção, pois o antibiótico já não terá efeito nenhum no combate das bactérias infecciosas, ao contrario, a bactéria diante desse efeito, se torna cada mais vez resistente, numerosas , acomodadas   e mais fortes. Por isso que na maioria das vezes escutamos aquela frase “Nossa, esse medicamento não está fazendo efeito para o meu problema”, isso pode ser o uso excessivo do medicamento, importante ressaltar que a mesma é contraindicadas em pacientes que apresentam casos de alérgicas graves, principalmente alergia a medicação. Como muitos pensam, ela não é contraindicada em alguns casos e pode ser usado com acompanhamento medico, durante a gestação e aleitamento materno.

A penicilina libera enzimas em nosso organismos capazes de combater as bactérias, além de serem utilizadas no tratamento de doenças sexualmente transmissíveis e infecções na válvula do coração, pode ser utilizada em diversos outros tipos de infecções, como garganta, pneumonia, meningite, sinusite, febre reumática, infecção urinaria, entre outras.

Também recomendamos a leitura: Hanseníase

EFEITOS NEGATIVOS DA PENICILINA

Se você tiver uma hipersensibilidade ao medicamento pode ocasionar efeitos gravíssimos, como anafilaxia, que é uma reação alérgica gravíssima, ocasiona inchaço facial e pode levar a morte em poucos minutos, e é muito comum ocorrer esses tipos de casos, podendo apresentar mais de 2 milhões de pacientes por ano no Brasil.

  • Pode causar também a nefrite, que é a inflamação constante dos rins,
  • Leucopenia, que são os baixos níveis de glóbulos brancos no sangue, com esse fator pode interferir no combate de infecções
  • Trombocitopenia, que é a diminuição de plaquetas no sangue, ocasionadas por efeitos colaterais de medicamentos no sangue

Diante dessa problemática, a ANVISA em 2010, proibiu a venda desses antibióticos, só através de receitas médicas.

CURIOSIDADES

  • O primeiro a utilizar o antibiótico para tratamento de infecção foi o patologista Dr.Cecil George, que curou uma infecção grave nos olhos de um bebe, chamado Peter.
  • O uso na penicilina na segunda guerra mundial foi de grande importância para curar ferimentos e infecções ocasionados pela guerra, houve uma diminuição enorme nos casos de mortes
  • O numero de pneumonia caiu consideravelmente para 18% dos casos, e a mortalidade por amputação diminuiu
  • Primeiro antibiótico já descoberto que ajudou no combate da sífilis
  • Lembrando que o medicamento amoxicilina é derivada da penicilina, sua reação é mais forte e potente no organismo, combatendo maior números de bactérias no nosso corpo.

 Portanto, é de extrema importância utilizar essa medicação de forma consciente e acompanhada por um medico, para não resultar futuramente problemas de saúde mais graves. Fica a dica!

Outros artigos: 


você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.