<

Polinização


A polinização é um processo indispensável para o desenvolvimento das plantas e a produção de alimentos, é através da polinização que há fecundação, desenvolvimentos de novas sementes e consequentemente o surgimento de novas plantas, é um grande aliado na manutenção da enorme biodiversidade existente em nosso planeta terra, vamos conhecer um pouco mais desse processo?

O QUE É POLINIZAÇÃO?

A maioria das plantas são hermafroditas, ou seja,  possuem dois órgãos genitais, o órgão masculino e feminino, e há aquelas de apenas um órgão, chamadas de  dióica. A polinização é um processo de transferência de células reprodutivas masculinas para o receptor feminino, todo esse processo é a reprodução entre as flores, nessa fase o gameta masculino alcança o gameta feminino, ocorrendo assim à fecundação, através dessa fecundação há o surgimento de novas sementes e o crescimento de novas plantas, frutas, ou seja, a polinização é um fator muito importante para todo habitat e os seres vivos.

TIPOS DE POLINIZAÇÃO

A polinização ocorre através do pólen das flores, existem dois tipos de polinização: Cruzada e autopolinização.

Polinização cruzada ou indireta: A polinização cruzada ocorre no momento em que a transferência do pólen é feita de uma planta flor para outra planta da mesma espécie, temos como exemplo o tomateiro, o polinizador leva o pólen da flor de um tomateiro para a flor de um pé de tomate, acontecendo à fecundação e a produção de frutos e sementes desse tomateiro, nessa forma de polinização é vantajosa, pois há variedades genéticas presentes nesse processo, permitindo assim grandes variações de uma planta para outra.  O principal polinizador nesses casos é o vento e algumas espécies de pássaros.

Autopolinização: Já na autopolinização o material reprodutivo é enviado do órgão masculino para o órgão feminino na mesma flor, nesse processo a planta não depende de outras flores para acontecer à fecundação, ou seja, acontece a autofecundação da flor, a mesma não é tão vantajosa, pelo fato de impedir que ajam mais possibilidades genéticas no ambiente. São poucas flores que realizam a autopolinização, devido o fato que algumas contem mecanismos que a impedem, isso ocorre pelo fato dos gametas femininos amadurecem muito mais rápido que os gametas masculinos, ocorrendo o desencontro.

FORMAS DE TRANSFERENCIA DE PÓLEN

A transferência de pólen pode ocorrer de varias formas, através do vento, insetos, borboletas, pássaros, água, do homem, no fator homem é quando se usa a polinização manual. Os tipos de polinização ocorrem de acordo com o agente polinizador que pode ser de níveis abióticos ou bióticos.

ABIÓTICOS (sem vida)

Hidrófila: Esse tipo de polinização ocorre através da água, o mesmo acontece em um processo com plantas marinhas, podendo ocorrer tanto no fundo marítimo ou na superfície, temos como exemplo as monocotiledôneas, a água funciona como um agente de polinização, ele leva o pólen da flor masculina para o encontro da flor feminina, o grão de pólen dessas flores são mais grudentos, facilitando assim a absorção da mesma.

Anemófila: Esse tipo de polinização ocorre através do vento, à anemófila ocorre geralmente em plantas que tem a estrutura de flores bem pequenas, esse tipo de ação ocorre geralmente em gimnospermas e angiospermas, essas plantas são as grandes produtoras de pólen, havendo uma grande quantidade da substancia, ou seja, a eficiência da polinização é maior, as angiospermas não possuem cheiros iguais as outras flores.

BIOTICOS (apresentam vida)

Entomofilia: Os agentes polinizadores são os insetos, como abelhas, moscas, borboletas, vespas, a atração desses insetos pela flor ocorre pelo odor que a flor libera e pelas cores fortes visualmente, e nelas os insetos encontram um meio para se alimentar, como o néctar, quando os insetos tocam nessas flores levam o pólen consigo e tocando em outras flores consequentemente deixa derramar os polens usufruídos, ocorrendo à polinização indiretamente.

Ornitolifia: Esse tipo de polinização ocorre pelas aves, como o beija-flor. As flores que são polinizadas geralmente apresentam em seu núcleo um néctar de estrutura rala e com quantidades altas, as flores geralmente atraídas por esses polinizadores são de cores vibrantes, como amarelo e até mesmo tons de vermelho, diferentemente de outras flores não há tanto odor em suas folhas, isso ocorre pelo fato dos polinizadores não terem um olfato tão apurado.

Quiropterofilia: Os morcegos, isso mesmo, também são considerados polinizadores, geralmente os morcegos gostam de flores com maior abundancia de néctar, o odor das flores polinizadas pelos morcegos é bem forte e sua folhas pouco vistosas, ou seja, não são tão coloridas e geralmente abre as folhas apenas à noite que é o horário ideal para os morcegos, os mesmos também polinizam frutos.

Segue a imagem de um lindo morcego polinizador:

IMPORTÂNCIA DA POLINIZAÇÃO

Os polinizadores mais importantes são as abelhas, 35% por cento do que comemos depende da polinização das mesmas, segundo dados as abelhas são polinizadores de 10% do PIB agrícola mundial, correspondendo 200 milhões de dólares por ano, as abelhas são de extrema importância nas hortas para que tenhamos boa produtividade e qualidade dos alimentos, é importante preservá-las e atrair as mesmas para plantações.

A Polinização garante a preservação da biodiversidade, o crescimento de sementes, plantas e frutos para alimentação dos seres vivos, sem a mesma não haveria esses alimentos tão importantes para a sobrevivência.

Esse vídeo demonstra de uma forma bastante clara e interativa a importância da polinização:

Outros artigos:

 


você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.