<

Eletromagnetismo

Eletromagnetismo é o ramo da física que estuda unificadamente os fenômenos da eletricidade e do magnetismo.


O campo magnético é um mundo a ser explorado e o eletromagnetismo é a força que faz parte dele.

A descoberta

O físico Michael Faraday em seus estudos descobriu os efeitos que a eletricidade exercia pelo magnetismo.

Através destes efeitos ele conseguiu explicar a natureza e propriedades dos campos magnéticos. Efeito este chamado de indução magnética.

O estudo

Michael Faraday descobriu que o campo magnético é criado pelas cargas elétricas que são produzidas a partir do atrito que acontece entre corpos que podem ter atração ou repulsão.

Isso quer dizer que a energia pode ser gerada movimentando um ímã bem próximo a um condutor ou indutor. Esta ação cria um movimento de elétrons, o que resulta em energia eletromagnética ou tensão elétrica.

Qualquer corpo contém polaridades como próton (carga positiva), elétron (carta negativa) e nêutron (carga neutra). A geração desta tensão elétrica é decorrente destas polaridades.

O lugar onde esta força está concentrada chama-se campo elétrico. O cálculo da força das cargas elétricas é feito através da Lei de Coulomb. Esta pesquisa abriu campo para outros estudos à cerca da eletricidade.

Mas quem colocou a cereja neste bolo foi o físico James Clark Maxwell que estudou o magnetismo e a eletricidade.

Ele pesquisou os efeitos do estudo de Faraday mas da forma inversa. Ele conseguiu mostrar a variação do campo elétrico no campo magnético. Ele apresentou 4 equações chamadas equações de Maxwell.

Estas equações estão nos estudos do eletromagnetismo clássico. Ele conseguiu provar a existência do campo eletromagnético.

Notou que a concentração das cargas elétricas e magnéticas se movimentam como ondas eletromagnéticas que são propagadas à velocidade da luz.

A luz é um exemplo clássico de onda eletromagnética. Os aparelhos eletrônicos como micro-ondas, rádio e máquinas para fazer exames radiográficos também são exemplos de eletromagnetismo por ondas.

Conclusão

O eletromagnetismo vai além do estudado aqui, e suas aplicações estão em todos os lados em nosso dia a dia, estão em nossos aparelhos de comunicação, em nossas tvs, aparelhos de som, equipamentos de medicina, transmissores, etc… E não para por aí, veremos mais a frente que eletricidade e magnetismo também estão ligadas as ondas eletromagnéticas, suas características, geração, aplicações, entre outros.

Veja também: Modelo atômico de Thomson

Eletromagnetismo

O que é?

Denomina-se eletromagnetismo a disciplina científica que estuda as propriedades elétricas e magnéticas da matéria e, em especial, as relações que se estabelecem entre elas.

  • A eletricidade e o magnetismo se desenvolveram independentemente por muito tempo até a descoberta da conexão entre ambos dando origem ao Eletromagnetismo.

Um pouco de história

Forças de origem elétrica e magnética fora observada em contextos independentes, porém na primeira metade do século XIX um grupo de pesquisadores conseguiu unificar os dois campos de estudo constituindo assim uma nova concepção da estrutura física dos corpos.

Em 1820 Öersted obteve prova experimental da relação, eletricidade e magnetismo, ao aproximar uma bússola de um fio de arame que unia os dois pólos de uma pilha elétrica, descobriu que a agulha imantada da bússola deixava de apontar para o norte, orientandos e para uma direção perpendicular ao arame.

Ampère, pouco depois de Öersted, demonstrou que duas correntes elétricas exerciam mútua influência quando circulavam através de fios próximos um do outro.

Recomendamos: Usina termoelétrica.

Os Fenômenos eletromagnéticos

Os fenômenos eletromagnéticos são produzidos por cargas elétricas em movimento. A carga elétrica, assim como a massa, é uma qualidade intrínseca da matéria e apresenta a particularidade de existir em duas variedades, convencionalmente denominadas positiva e negativa.

A unidade elementar da carga é o elétron, partícula atômica de sinal negativo. Como unidade usual de carga usa-se então o coulomb; o valor da carga de um elétron equivale a 1,60 x 10-19 coulombs.

Também não deixe de ver: Energia elétrica.


você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.